• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2015.tde-10122015-101702
Documento
Autor
Nome completo
Anna Paula Zanoni Steinke
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Freitas, Laura Villares de (Presidente)
Faria, Durval Luiz de
Kohatsu, Lineu Norió
Título em português
Imagens da solidão na contemporaneidade: a contribuição do filme Her em uma perspectiva junguiana
Palavras-chave em português
Carl Gustav Jung
Contemporaneidade
Filme Her
Psicologia analítica
Solidão
Resumo em português
Estudar a solidão por meio de um ponto de vista psicológico junguiano, o qual entende os fenômenos da psique como plurais, relacionados a aspectos pessoais e coletivos foi o objetivo principal deste trabalho. A partir do conceito junguiano de imagem, ou seja, perspectivas a respeito de qualquer ideia, conceito, sentimento ou percepção que são formados sobre o mundo, buscou-se analisar o que há nas imagens sobre a solidão presentes na contemporaneidade. Estudos nas ciências sociais e o filme Her contribuíram como fontes de imagens para a análise da solidão. O filme apresentou imagens com grande sensibilidade, plasticidade e potencial arquetípico capazes de aprofundar a ampliar o tema. A solidão também foi estudada como elemento importante no processo de desenvolvimento psíquico, como na formação da consciência, na diferenciação gradual da psique do bebê em relação à psique materna e no caminho de individuação, os quais representam movimentos estruturantes que têm seus fundamentos nos processos de separação e diferenciação. Três perspectivas mitológicas foram apresentadas como bases arquetípicas capazes de fornecer luz para a compreensão da solidão: o casamento sagrado de Eros e Psiquê, o mito de Narciso e a concepção de Dioniso e sua relação com o conceito de communitas. Reflexões sobre a interação dessas três perspectivas com a contemporaneidade foram realizadas. A conclusão da pesquisa é de que a solidão representa uma potencialidade de contato com a alma, de interiorização, envolvimento e intimidade, mas um cuidado inadequado pode resultar em um isolamento que promove estagnação psíquica. É um elemento necessário ao desenvolvimento psicológico, o qual precisa de relacionamento com outros elementos psíquicos como o amor, e que necessita ser recebido na contemporaneidade com mais respeito, paciência e delicadeza. A elaboração da solidão permite a consciência da singularidade e é essencial para a alteridade
Título em inglês
Images of loneliness in the contemporaneity: the contribution of the movie Her in a Junguian perspective
Palavras-chave em inglês
Analytical psychology
Carl Gustav Jung
Contemporaneity
Loneliness
Movie Her
Resumo em inglês
To study loneliness through a Junguian psychological point of view, which understands the phenomenas of the psyche as plurals and related to personal and collective aspects was the main objective of this work. From the Jungian concept of image, i.e. perspectives about any idea, concept, feeling or perception that are formed concerning to the world, it sought to analyze what images about loneliness are present in contemporary times. Studies in the social sciences and the film Her contributed as sources of images for the analysis of loneliness. The film showed images with great sensitivity, plasticity and potential archetypal capable to further enlarge and deepen the subject. Loneliness was also studied as an important element in the psychic development process, as in the formation of conscience, the gradual differentiation of the baby's psyche in relation to maternal psyche and individuation path, which represent structural movements that have their foundations in the processes of separation and differentiation. Three mythological perspectives were presented as archetypal bases capable to shed some light to the understanding of loneliness: the sacred marriage of Eros and Psyche, the myth of Narcissus and the idea of Dionysus and its relationship with the concept of communitas. Reflections on the interaction of these three perspectives with contemporaneity were held. The conclusion of the research is that loneliness is a potentiality that provides contact with the soul, like internalization, involvement and intimacy, but its improper care may result in an isolation that promotes psychic stagnation. It is a necessary element to the psychological development, which needs to relate with other psychic elements like love, and needs to be received in the contemporary world with more respect, patience and delicacy. The preparation for loneliness allows the consciousness of uniqueness and is essential for otherness
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
zanoni_me.pdf (1.29 Mbytes)
Data de Publicação
2015-12-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.