• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2012.tde-08112012-152507
Documento
Autor
Nome completo
Kátia Yamamoto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Souza, Marilene Proenca Rebello de (Presidente)
Sousa, Sandra Maria Zakia Lian
Viégas, Lygia de Sousa
Título em português
Projeto intensivo no ciclo I: um estudo de caso etnográfico a partir da Psicologia Escolar
Palavras-chave em português
Ensino Fundamental I
Fracasso Escolar
Políticas Públicas em Educação
Projeto Intensivo no Ciclo I
Psicologia Escolar
Resumo em português
Na rede pública estadual paulista, a partir de 1990, Políticas Públicas, Programas e Projetos, têm sido gerados com intuito de enfrentar fenômenos referente ao não acesso à Educação, altas taxas de evasão e repetência, frutos de sistema de exclusão escolar. Deste modo, por meio de políticas de universalização do acesso em âmbito nacional, as questões da qualidade do ensino passaram a ser avaliadas por sistemas mais sofisticados. Um dos índices utilizados no estado de São Paulo é o Sistema de Avaliação de Resultados do Estado de São Paulo SARESP em que se evidencia que um número significativo de crianças não estava se beneficiando da escola, frequentando séries avançadas do Ensino Fundamental, muitas vezes sem saber ler e escrever, ou sabendo muito pouco; ou seja, o fracasso escolar foi tomando outra vestimenta, mais sutil, menos perceptível. Tais constatações geraram programas de enfrentamento, dentre eles, o Programa Ler e Escrever, tendo como um de seus desdobramentos as classes de Projeto Intensivo no Ciclo PIC. Neste sentido, estudar esta instância possibilita compreender aspectos de constituição dessa proposta política no estado de São Paulo. Assim sendo, o presente estudo visa analisar aspectos que constituem o Projeto Intensivo no Ciclo PIC, no cotidiano escolar, a partir de uma perspectiva crítica em Psicologia Escolar, a fim de contribuir para compreensão do processo de escolarização, na direção de uma Educação enquanto direito social. As classes de PIC se destinam a crianças que cursam a 3ª série do Ensino Fundamental e que não possuem os requisitos mínimos para o ano, que é o domínio da leitura e da escrita. O Ler e Escrever, em sua totalidade, é um Programa recente, foi implantado na rede estadual de ensino, em 2008, e origina-se de experiência na rede municipal da capital paulista, em 2006. A partir de um estudo de caso etnográfico, realizaram-se visitas semanais, durante um ano letivo, a uma classe de 3ª PIC, de uma escola estadual paulista, entrevistas como coordenador pedagógico da escola, o professor regente da sala e conversa com alunos em pequenos grupos. Buscou-se compreender o objeto de estudo transitando entre as diversas fontes de campo e os documentos que compunham o discurso oficial, como as resoluções do programa, apresentação do material pedagógico, textos disponibilizados nos endereços eletrônicos do Programa e depoimentos de dirigentes responsáveis pelo Programa Letra e Vida, em processo de análise por meio de triangulação desses diferentes materiais. Assim, a partir da análise, verificou-se que a PIC, apesar de trazer em sua base um reconhecimento oficial de que crianças não estavam aprendendo, propiciando ações para reverter esse quadro, é consequência da precariedade das condições de trabalho presentes na escola, das dificuldades estruturais enfrentadas na Rede Estadual Paulista e que ainda não consegue romper com críticas fundadas em práticas homogeneizantes, intensificando rótulos atribuídos aos alunos que apresentem dificuldades no processo de escolarização e não rompendo com a situação de isolamento docente na realização de sua tarefa. Esta pesquisa corrobora outros estudos que têm defendido que as práticas escolares veiculadas no interior de programas de enfrentamento das dificuldades escolares inserem-se nas políticas educacionais das redes públicas de ensino, sendo atravessadas pelas dificuldades e desafios ainda presentes nessas políticas
Título em inglês
Projeto Intensivo no Ciclo I: an ethnographic case study from School Psychology
Palavras-chave em inglês
Basic School
Educational Public Policies
Intensive Project in basic education
School Failure
School Psychology
Resumo em inglês
As of 1990, in Sao Paulo State Public System, Public Policies, Programs and Projects have been generated with the aim of addressing phenomena related to the lack of access to Education and high dropout and repetition rates, outcomes of the system of school exclusion.Thus, through national policies of universal access, those issues about quality of Education began to be evaluated by more sophisticated system. One of the indices used in Sao Paulo State is the Sistema de Avaliação de Resultados do Estado de Sao Paulo SARESP, that evidenced that a significant number of children were not being benefited by the schools, attending advanced grades of Ensino Fundamental, often not knowing to write or read, or knowing little; on other words, the school failure was taking another appearance, more subtle, less perceptible. Those findings have generated programs to face those problems, as Ler e Escrever Program, having as one of its development the PIC classes. In this direction, studying this realm allows us to understand aspects of the constitution of this political proposal in Sao Paulo State. Therefore, this study aims to analyze constitutive aspects of PIC, within school quotidian, from a critical perspective in School Psychology, in order to contribute to the understanding of the schooling process, in the direction of Education as a social right. PIC classes are intended for children who attend third grade of Ensino Fundamental and who do not have the minimum requirements for that level, which are being able to write and read. Ler e Escrever is a recent program, implemented in the Sao Paulo State Public Education System, in 2008, and was originated from the Sao Paulo City Education System, in 2006. From an ethnographic case study, it was performed weekly visits, within a year school, in a third grade PIC class, of a Sao Paulo state public school, interviews with the school pedagogical coordinator and the class teacher, and talking with the students in small groups. It was sought to understand the object of study by shifting between several sources and the documents compassing the official speech, as the program resolutions, the presentation of the pedagogical material, texts available on the website of the program and testimonials of the managers responsible for the Program Letra e Vida, through triangulation analysis of these material.Thus, from the analysis, it was found that PIC classes, although it brings originally an official recognition that children were not learning, offering actions to reverse this situation, is a consequence of the precarious condition of work present in schools, of the structural difficulties faced by the Sao Paulo Public System and that still could not break away from the criticism based on homogenizing practices, intensifying labels attributed to students who show difficulties in the schooling process and not breaking away from the teachers situation of isolation when performing their tasks. This research corroborates other studies that have claimed that school practices that are carried out within programs that aim to face schooling difficulties are inserted in Public education system policies, being crossed by difficulties and challenges still present in those policies
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.