• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2015.tde-06082015-162226
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Solano Peres
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Lerner, Rogerio (Presidente)
Durand, Julia Garcia
Souza, Audrey Setton Lopes de
Título em português
Ocorrência de problemas psíquicos no autismo: estudo de caso-controle a partir de eixos psicanalíticos
Palavras-chave em português
Autismo
IRDI
IRDI-questionário
Problemas de desenvolvimento infantil
Psicanálise
Resumo em português
Vários estudos apontam alarmantes números referentes à prevalência dos distúrbios do desenvolvimento e dos transtornos mentais na infância e na adolescência na maioria dos países em desenvolvimento, incluindo o autismo. Os estudos mais recentes apresentam uma tendência de encontrar sinais no comportamento do bebê que pudessem evidenciar o curso de um autismo. O objetivo é pensar em intervenções em sinais iniciais de problemas de desenvolvimento visando um melhor desenvolvimento do tratamento, o que ganha força a partir dos expressivos resultados encontrados nessas intervenções. Com isso, cria-se a necessidade de utilização de instrumentos de diagnóstico, avaliação e identificação precoce como ponto inicial para um prognóstico diferenciado. O IRDI apresenta-se como um instrumento que pode ser utilizado com esse objetivo, inclusive na saúde pública, ou seja, atingindo grande escala populacional. Assim, objetiva-se, com esta pesquisa, verificar se há diferença estatisticamente significativa entre crianças com desenvolvimento típico e autistas no que tange aos indicadores e aos eixos estabelecidos pelo IRDI. A amostra do estudo foi composta por 112 crianças de 2,9 anos a 7,6 anos, sendo 36 com autismo e 76 com desenvolvimento típico. Realizamos uma análise estatística dos dados comparando o grupo-controle (crianças com desenvolvimento típico) com o grupo caso (crianças com autismo) para verificar as diferenças entre cada um dos 31 indicadores do IRDI, assim como seus quatro eixos, quais sejam, alternância presença/ausência, suposição do sujeito, estabelecimento de demanda e função paterna. Tendo analisado os dados encontrados dos indicadores do IRDI demonstramos a significância estatística a partir da qual podemos distinguir claramente crianças com autismo das com desenvolvimento típico, posteriormente fizemos a mesma análise a partir dos eixos, na qual também pudemos fazer tal distinção. Concluímos, assim, que a associação estatisticamente significativa entre os eixos do IRDI e a condição autística da criança permite avançar na compreensão da natureza da experiência psíquica da criança com seus pais. Essa é uma contribuição importante no que tange a orientação clínica de crianças com grave sofrimento psíquico que podem estar num percurso autístico, direcionando a uma prática e uma escuta diferenciadas que possibilitem intervenções oportunas antes da instalação de formas mais graves dos quadros vividos
Título em inglês
Occurrence of psychic problems in autism: a case-control study based on psychoanalytic axes
Palavras-chave em inglês
Autism
IRDI
IRDI-questionnaire
Problems of child development
Psychoanalysis
Resumo em inglês
Several studies indicate alarming figures on the prevalence of developmental and mental disorders in childhood and adolescence in most developing countries, including autism. The most recent studies have a tendency to find signs in the baby's behavior that could show the course of an autism. The aim of this dissertation is to think of interventions in early signs of developmental problems seeking a better development of the treatment, which is strengthened from the impressive results found in these interventions. This has created the need for the use of diagnostic, evaluation and early identification tools as a starting point for a differential prognosis. The IRDI is presented as a tool that can be used for this purpose, including for public health, i.e., reaching a large population scale. Thus, our objective with this research is to check for statistically significant differences between children with autism and with typical development regarding the indicators and axes established by IRDI. The study sample consisted of 112 children from 2.9 years to 7.6 years, 36 of them with autism and 76 with typical development. We conducted a statistical analysis comparing the control group (typically developing children) with the case group (children with autism) to check the differences between each of the 31 IRDI indicators, as well as its four pillars, namely, presence/absence alternating, subject's assumption, establishing of demand and paternal function. Having analysed the data obtained from IRDI indicators, we demonstrate statistical significance from which we can clearly distinguish children with autism from typically developing children, thereafter similar analysis were carried out using the axis, on which we could also make this distinction. We conclude that the statistically significant association between the axes of the IRDI and the child's autistic condition allow us to understand the nature of the psychic experience of the child with his parents. This is an important contribution with respect to clinical guidance of children with severe psychological distress that may be on an autistic route, directing a practical and differential listening to enable timely interventions before the installation of more severe forms of experienced scenarios
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
peres_me.pdf (1.95 Mbytes)
Data de Liberação
2017-08-31
Data de Publicação
2015-08-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.