• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2015.tde-06082015-154142
Documento
Autor
Nome completo
Elise Ribas Lisbôa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Custodio, Eda Marconi (Presidente)
Araujo, Eduardo Santana de
Paula, Fraulein Vidigal de
Schliemann, Ana Laura
Souza, Maria Thereza Costa Coelho de
Título em português
A tutoria clínico-escolar no processo de inclusão escolar: um estudo de caso
Palavras-chave em português
Autismo
Inclusão escolar
Tutoria clínico-escolar
Resumo em português
Discussões no âmbito legislativo, acadêmico e terapêutico têm buscado regulamentar e dar diretrizes acerca de como efetivar a inclusão de pessoas com deficiência nos âmbitos sociais, acadêmicos e profissionais. Contudo, diferentes formas de compreender tais regulamentações geram aplicações com diferentes graus de êxito no processo de inclusão. Tal fato pode dar-se em decorrência da falta de conhecimento e investimentos em pesquisas, tratamentos e intervenções apropriadas para esta população; entretanto, a dificuldade de se determinar os tratamentos e intervenções adequadas para atender diferentes tipos de diagnósticos, certamente contribui para a consumação desta dificuldade na busca e oferta de assistência. Diante de diferentes alternativas terapêuticas que visam à inclusão de pessoas com necessidades educacionais especiais no ambiente escolar, questionamentos acerca de qual o melhor recurso a ser utilizado podem surgir. O presente estudo pretendeu fazer um breve levantamento das estratégias terapêuticas comumente utilizadas em contextos escolares e de investigar, de modo mais aprofundado, uma estratégia que tem se apresentado como um recurso para a inclusão de crianças com necessidades educacionais especiais em salas regulares de ensino: a tutoria clínico-escolar. Esta abordagem lança mão de conceitos e recursos clínicos para efetivar a inclusão pedagógica e social de pessoas com deficiência, afinando-se com diferentes linhas teóricas, mas mantendo com alicerce estruturante para a prática clínico-pedagógica a teoria de Feuerstein acerca da Experiência de Aprendizagem Mediada (EAM). Através desta intervenção, que tem o tutor como mediador dos estímulos externos, a inclusão escolar de crianças com necessidades educacionais especiais em ambientes regulares de ensino torna-se mais possível, buscando-se facilitar, tanto para o beneficiário da estratégia quanto para a instituição de ensino, o desvelar de um processo mais fluido e harmonioso de inclusão. A partir da análise e interpretação dos resultados do presente estudo, identifica-se que, para este caso clínico, a tutoria apresentou resultados satisfatórios no que se refere ao desenvolvimento educacional e comportamental do sujeito, ampliando seu nível de participação e atividade em seus contextos sociais. Assim sendo, atribuindo-se à tutoria parcela da motivação para tais resultados, pode-se considerar, para o caso clínico pesquisado, que a estratégia apresentou êxito ao ser utilizada como recurso para a inclusão escolar deste sujeito. Sendo este um estudo de caso, nenhuma generalização é exequível; contudo, os bons resultados obtidos indicam um caminho possível e válido para pesquisas de maior porte que identifiquem a aplicabilidade da técnica a outros casos clínicos, assinalando, desta maneira, uma contribuição original e relevante ao estado da arte do tema tratado
Título em inglês
The clinical-scholar tutoring in the educational inclusive process: a case study
Palavras-chave em inglês
Autism
School inclusion
Resumo em inglês
Discussions in the legislative, academic and therapeutic contexts have sought to regulate and give guidelines on how to conduct the inclusion of people with disabilities in social, academic and professional fields. However, different ways of understanding those regulations generate applications with different degrees of success in the inclusive process. This fact can occur due to the lack of knowledge and investments in research and appropriate treatments and interventions for that population; however, the difficulty in determining the appropriate treatments and interventions to assist different types of diagnoses, certainly contributes to the consummation of this difficulty in acquiring and proposing assistance. Facing different therapeutic alternatives that aim at the inclusion of people with special educational needs in the scholar environment, questions regarding the best resource to be used may arise. This study intended to briefly present the therapeutic strategies commonly used in school settings and to investigate it more deeply, a strategy that has presented itself as a useful resource for the inclusion of children with special educational needs in the mainstream teaching rooms: a clinical-scholar tutoring. This approach is enhanced with clinical concepts and resources to carry out the educational and social inclusion of people with disabilities, tapering with different theoretical lines, but keeping its structural foundation to the clinical and pedagogical practice on Feuerstein's theory of Mediated Learning Experience (MLE). Through this intervention, in which the tutor is a mediator of external stimuli, the inclusion of children with special educational needs in regular education environments becomes more possible, aiming at facilitating both the beneficiary of the strategy and the educational institution, in the unveiling of a more fluid and harmonious process of inclusion. Based on this studys results analysis and interpretation, it can be inferred that, for this clinical case, mentoring achieved satisfactory results with regard to the participants educational and behavioral development, increasing his level of participation and activity in his social contexts. Therefore, attributing to the mentoring part of the motivation for such results, it can be considered that, for this specific case study, the strategy appeared to be a successful resource to be used in the scholar inclusive process. Considering the limitations of a case study, no generalization is feasible; however, the valuable results obtained in this research indicates a suitable and valid path for larger studies that aim at identifying the applicability of this technique to other clinical cases, stating, along these lines, an original and relevant contribution to the themes state of the art
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
lisboa_corrigida.pdf (3.01 Mbytes)
Data de Liberação
2017-08-09
Data de Publicação
2015-08-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.