• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2006.tde-01102006-162329
Documento
Autor
Nome completo
Helena Rinaldi Rosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Alves, Irai Cristina Boccato (Presidente)
Ferreira, Sonia Regina Pasian
Lomonaco, Jose Fernando Bitencourt
Schelini, Patrícia Waltz
Souza, Audrey Setton Lopes de
Título em português
Teste Goodenough-Harris e indicadores maturacionais de Koppitz para o desenho da figura humana: estudo normativo para crianças de São Paulo
Palavras-chave em português
Avaliação Psicológica
Desenho de figuras humanas
Indicadores maturacionais de Koppitz
Teste de Goodenough-Harris
Resumo em português
O objetivo principal deste trabalho foi estabelecer normas para o Desenho da Figura Humana, especificamente para o Desenho do Homem, avaliado pelo Teste Goodenough-Harris (1963) e pelos Indicadores Maturacionais de Koppitz (1973), bem como obter dados relativos à precisão e à validade. A amostra foi composta por 1540 crianças, de 5 a 11,5 anos, de ambos os sexos, sorteadas de modo a ser representativa de escolares da cidade de São Paulo. Foram controladas as variáveis: idade, sexo e tipo de escola que a criança freqüenta, este último como indicativo do nível socioeconômico. As crianças foram avaliadas individualmente, tendo sido solicitado o Desenho de um Homem e depois aplicado o Teste R-2. Foram realizadas análises de variância, considerando como variáveis a idade, o sexo e o tipo de escola. Foi constatado que as faixas etárias com amplitude de seis meses não discriminavam os grupos. Outra análise com faixas com amplitude um ano se mostrou satisfatória e as médias de pontos mostraram crescimento progressivo com a idade pelos dois sistemas de avaliação. Para a avaliação Goodenough-Harris, foram obtidas diferenças significantes entre os sexos apenas na Educação Infantil e não houve diferenças entre os tipos de escola, mostrando que o desenho pode estar associado em maior grau a fatores maturacionais do que a ambientais. As normas em percentis são apresentadas por idade, com amplitude de um ano e separadas por sexo apenas aos 5 e 6 anos. O mesmo ocorreu na avaliação Koppitz, e as normas estabelecidas por idade e separadas por sexo apenas para 5, 6 e 7 anos. As correlações entre os pontos do Desenho do Homem nas duas avaliações e o teste R-2 foram significantes, sendo para a amostra total de 0,575 (Koppitz) e 0,606 (Goodenough-Harris). A correlação entre as duas avaliações do desenho foi de 0,899 para a amostra total, que é significante e alta. Os coeficientes de precisão pelo reteste foram satisfatórios, sendo de 0,808 na avaliação Goodenough-Harris e 0,708 na Koppitz, para a amostra total. A precisão pelo Método das Metades para a amostra total foi de 0,923 e 0,857, respectivamente. Foram obtidas as freqüências de cada item, por idade e para a amostra total nas duas avaliações, e calculadas as correlações ponto-bisserial dos itens por idade e amostra total. Os resultados foram comparados com os de Harris (1963), Alves (1979), Koppitz (1973), Hutz e Antoniazzi (1995) e Sarti (1999). Concluiu-se que os dois sistemas de pontuação do Desenho do Homem são adequados para avaliação cognitiva das crianças escolares da cidade de São Paulo, podendo ser empregados na triagem e avaliação psicológica infantil.
Título em inglês
Goodenough-Harris Test and Koppitz Maturity Indicators for The Human Drawing Figure: Normative Study for children of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Goodenough-Harris draw a person test
Human figure drawing
Koppitz maturity indicators
Psychological assessment
Resumo em inglês
The purpose of this work was to establish norms for the Human Figure Drawing, specifically for the Man’s Drawing, evaluated by Goodenough-Harris Test (1963) and by the Koppitz Maturity Indicators (1973), as well to get data relating to reliability and validity. The sample was composed by 1540 children, from 5 to 11½ years old, both sexes and school type and it was designed to be a representative sample of students from São Paulo city. Variables aspects age, sex and school type was controlled, this last one as a socioeconomic level indication. Children were assessed individually, and it was asked to Draw a Man and then was applied the R-2 Test. It was performed a Variance Analysis, considering as variables age, sex and school type. It was found that age levels with six months range did not discriminate groups. Another Variance Analysis indicated that age groups with one year range could discriminate age groups and the means scores increased with age in both assessment systems. For Goodenough-Harris system it was found sex differences only in preschool children, but it was not found school type differences, showing that drawing is more associated to maturational factors than environmental factors. Norms were presented in percentiles scores by age, and separated by sex only for 5 and 6 years old. Similar results were found in Koppitz assessment and norms are presented by age and separated by sex only for 5, 6 and 7 years old children. Correlations coefficients between two assessment systems of Man Drawing scores and the R-2 Test for global sample were significant (r= 0,575 to Koppitz and r= 0,606 to Goodenoough-Harris). Correlations between two assessment systems of drawing were high and significant (0,899). Reliability retest coefficients were satisfactory (r= 0,808 to Goodenough-Harris and 0,708 to Koppitz to global sample). The Split-Half reliability to total sample was 0,923 to Goodenough-Harris and 0,857 to Koppitz. It was calculated passing items frequencies and point-biserial correlations for age and for total sample in both systems. Results were compared with researches of Harris (1963), Alves (1979), Koppitz (1973), Hutz & Antoniazzi (1995) and Sarti (1999). It was concluded that both scores systems of Man’s Drawing were adequate to cognitive assessment of São Paulo city children and can be used to screening and psychological diagnostic.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
1-teseHelenaRR.pdf (65.56 Kbytes)
2-teseHelenaRR.pdf (181.61 Kbytes)
3-teseHelenaRR.pdf (143.37 Kbytes)
4-teseHelenaRR.pdf (1.29 Mbytes)
5-teseHelenaRR.pdf (55.13 Kbytes)
6-teseHelenaRR.pdf (58.91 Kbytes)
Data de Publicação
2006-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.