• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.46.2018.tde-20072018-093655
Documento
Autor
Nome completo
Camila Anchau Wegermann
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Ana Maria da Costa (Presidente)
Abbehausen, Camilla
Amaral, Antonia Tavares do
Corbi, Pedro Paulo
Toma, Henrique Eisi
Título em português
Interações de ligantes imínicos com peptídeos amiloides e metais essenciais implicados em processos neurodegenerativos
Palavras-chave em português
Cobre
Doença de Alzheimer
Ligantes imínicos
Peptídeos amiloides
Zinco
Resumo em português
A terapia de quelação tem sido descrita na literatura como uma ferramenta importante no combate de processos neurodegenerativos como a doença de Alzheimer (AD). Esta doença é caracterizada pela agregação de peptídeos β-amiloides, formando fibrilas, que parece ser induzida ou facilitada em presença de íons metálicos como Cu2+, Zn2+ ou Fe3+. Vários compostos já foram testados e descritos como ligantes competitivos para coordenar e retirar estes íons dos agregados proteicos em condições patológicas, na chamada hipótese da cascata amiloide. O presente projeto visou investigar a reatividade de ligantes imínicos, derivados de oxindóis, na quelação de cobre(II) e zinco(II), numa tentativa de inibir ou evitar a formação de agregados relacionados à AD. Foram sintetizados seis compostos imínicos, sendo duas hidrazonas inéditas: isahim e isahpy e quatro bases de Schiff: isapn, misapn, isaen e misaen, as três últimas também inéditas. Os compostos foram caracterizados por espectroscopia FTIR, RMN, UV/VIS e por análise elementar CHN e espectrometria de massas ESI-MS/MS. Os valores das constantes de estabilidade (log β 2,7 - 5,1) para a formação dos complexos [ML]2+ e do aduto [(Aβ1-16)2•isahim] em solução aquosa foram determinadas por espectroscopia UV/VIS. As formas de interação dos compostos isapn, misapn e isahim com o peptídeo Aβ1-16 foram analisadas por espectroscopia 1H RMN, observando-se uma forte interação com as histidinas His6, His13 e His14 e com os carboxilatos do peptídeo. A eficácia dos ligantes foi testada frente ao processo de inibição da agregação do peptídeo Aβ1-40 na presença e ausência de íons Cu2+ ou Zn2+ por turbidimetria. Estudos de docking e dinâmica molecular suportam que a interação dos ligantes imínicos com o peptídeo Aβ1-16 ocorre nos mesmos sítios de coordenação dos íons metálicos. Os resultados indicam que os compostos aqui estudados podem atuar como eficientes inibidores de agregação dos peptídeos amiloides implicados na AD.
Título em inglês
Interactions of imine ligands with amyloid peptides and essential metals implicated in neurodegenerative processes
Palavras-chave em inglês
Alzheimer disease
Amyloid peptides
Copper
Imine ligands
Zinc
Resumo em inglês
Chelation therapy has been considered in the literature an important tool in neurodegenerative processes like Alzheimer disease (AD). This disease is characterized by aggregation of β-amyloid peptides that seems to be improved in the presence of metal ions, particularly copper, zinc and iron. Several compounds have been tested and reported as competitive ligands to withdrawal these metal ions from protein aggregates in pathologic conditions, in the "amyloid cascade hypothesis". The present project aims to investigate the reactivity of imine ligands, particularly those derived from oxindoles, in the chelation of copper(II) and zinc(II) ions trying to inhibit or avoid aggregate formation related to AD. Six iminic compounds were synthesized, being two of them hydrazones: isahim and isahpy and four Schiff bases: isapn, misapn, isaen, and misaen. The compounds were characterized by spectroscopic analysis (FTIR, NMR, UV/VIS), elemental analysis CHN and mass spectrometry ESI-MS/MS. The corresponding stability constants (log β 2,7-5,1) for each complex formation [ML]2+ as well as for the adduct [(Aβ1-16)2•isahim] in aqueous solution were determined by UV/VIS spectroscopy. Interactions of compounds isapn, misapn and isahim with the Aβ1-16 peptide were detected and analyzed by 1H NMR spectroscopy, indicating a strong interaction among the compounds and the histidines His6, His13 e His14 as well as the carboxylate residues in the peptides. The ligands efficiency toward the inhibition aggregation process for the Aβ1-40 peptide were evaluated in the presence, and in absence of Cu2+ or Zn2+ ions by turbidimetry. Computational calculations (docking and molecular dynamics) indicated that the interaction of the imine ligand with the Aβ1-16 peptide occurs in the metal coordination sites. The results indicate that these imine compounds studied may act as efficient inhibitors of amyloid peptides implicated in AD.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.