• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.46.2005.tde-23102006-215249
Documento
Autor
Nome completo
Victor Solymossy
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Constantino, Vera Regina Leopoldo (Presidente)
Ferreira, Ana Maria da Costa
Valim, João Barros
Título em português
Síntese, caracterização e estudo de propriedades catalíticas de hidróxidos mistos lamelares contendo Cu(II)/Mg(II)/AI(III)
Palavras-chave em português
Hdróxidos mistos lamelares
Resumo em português
O presente trabalho trata da preparação e da caracterização textural e espectroscópica de hidróxidos mistos lamelares de composição [Mg3-xCuxAl(OH)8](CO3)0,5.yH2O (x= 0,3; 0,6; 0,9; 1,2; 1,5; 1,8; 2,1; 2,4; 2,7 e 3,0), bem como do estudo da reatividade desses materiais na hidroxilação do fenol, utilizando peróxido de hidrogênio como oxidante. Os sólidos foram preparados através do método da co-precipitação e caracterizados por difratometria de raios X, análises elementares (C, H, N e metais) e termogravimétricas, medidas de área superficial e, também, pelas seguintes técnicas espectroscópicas: vibracional no infravermelho e espalhamento Raman, eletrônica de absorção no visível-infravermelho próximo e ressonância paramagnética eletrônica. Observou-se que quanto maior o conteúdo de cobre(II) nas amostras, maior é a tendência à formação de CuO. Materiais de coloração azul contendo apenas uma fase cristalina foram obtidos por co-precipitação no intervalo de pH 8-10 e efetuando as etapas de envelhecimento e secagem na temperatura ambiente. Quanto maior a quantidade de íons Cu2+ no hidróxido misto lamelar, menor a cristalinidade e a estabilidade térmica do material. Os espectros de EPR são anisotrópicos (parâmetros g// e g? bem definidos), indicando que os íons cobre(II) se encontram em sítio com simetria axial. À medida que a quantidade de Cu2+ nas amostras aumenta, ocorre uma diminuição no sinal do metal de transição, que pode ser interpretada como decorrência de um acoplamento antiferromagnético entre os íons cobre. Dados de espectroscopia vibracional sugerem que nos hidróxidos mistos há dois tipos de íons carbonato. Além disso, foi observado o fenômeno de abaixamento de simetria dos ânions CO32- ao longo do processo de aquecimento, originando, conforme a temperatura e a composição, materiais de coloração variada. O abaixamento de simetria pode estar sendo ocasionado pela coordenação (ou enxertia) dos íons carbonato aos centros metálicos das lamelas. Os sólidos verdes obtidos por aquecimento possuem, além de bandas no espectro eletrônico atribuídas às transições do tipo d-d (700-800 nm), absorção na região abaixo de 400 nm, que pode ser atribuída à transferência de carga O2- -> Cu2+. Apesar dos difratogramas de raios X apresentarem picos de baixas intensidades referentes às fases espinélio, a coloração ocre observada pode ser devida à presença da fase CuAl2O4 (sólido marrom). Nas amostras cinzas e pretas, os difratogramas de raios X mostram picos intensos atribuídos ao CuO. Os testes de reatividade dos hidróxidos mistos sintetizados na hidroxilação do fenol pelo peróxido de hidrogênio em meio aquoso envolveram a variação de parâmetros reacionais como temperatura, tempo, concentração de substrato e influência de luz, mantendo-se constante a relação molar fenol/Cu2+. O substrato orgânico foi oxidado a catecol, hidroquinona e p-benzoquinona. As substâncias no meio reacional foram quantificadas pela deconvolução do espectro eletrônico da mistura na região do ultravioleta. Como esperado, o material sintetizado sem íons cobre(II) não apresenta atividade catalítica para o sistema reacional estudado.
Título em inglês
Synthesis, characterization and study of catalytical properties of mixed layered hydroxides containing Cu(II)/Mg(II)/Al(III)
Palavras-chave em inglês
Mixed layered hydroxides
Resumo em inglês
In this work it was investigated the preparation and spectroscopic characterization of layered hydroxides of composition [Mg3-xCuxAl(OH)8](CO3)0.5.yH2O (x = 0.3; 0.6; 0.9; 1.2; 1.5; 1.8; 2.1; 2.4; 2.7 and 3.0), as well the reactivity of these materials towards phenol hydroxylation, using hydrogen peroxide as oxidizing agent. The solids had been prepared through the co-precipitation method and characterized by X ray diffractometry, elemental analysis (C, H, N and metals), thermogravimetric analysis, surface area measurements, and also by the following spectroscopic techniques: infrared vibrational absortion (FTIR), Raman scattering, vis-NIR electronic absorption and electron paramagnetic resonance (EPR). It was observed that the increase of copper(II) content in the samples favours the CuO formation. Materials of blue coloration containing only one crystalline phase were obtained by the co-precipitation method in the pH range 10 – 8, and were submitted to aging and drying processes at room temperature. As the amount of Cu2+ ions increases in the layered hydroxide material, it was observed a decrease in crystallinity and thermal stability. EPR spectra are anisotropic (parameters g// and g? well defined), indicating that copper(II) ions are in sites with axial symmetry. As the amount of Cu2+ in the samples increases, EPR signal decreases, what can be interpreted as result of an antiferromagnetic coupling between copper ions. FTIR data suggests that the layered hydroxides gave two types of cabornate ions. Moreover, the symmetry lowering phenomena of CO32- anions during the heating process was observed, originating, according to the temperature and sample composition, materials of varied coloration. This lowering of symmetry can be due to coordination (or grafting) of carbonate ions to the metal ions in the layers. Vis-NIR electronic spectra of green solids obtained by heating show absorption in the region below 400 nm, besides bands attributed to d-d transitions (700-800 nm), that can be attributed to O2- -> Cu2+ charge transfer transition. Despite the X ray diffraction peaks of low intensities attributed to spinel phases, the ochre coloration observed can be due to the presence of CuAl2O4 (brown solid). For gray and black samples, X ray diffractograms shows intense peaks attributed to CuO. Reactivity tests about phenol hydroxylation involved the variation of experimental parameters as temperature, time, substrate concentration and influence of light, keeping constant the phenol/Cu2+ molar ratio. The organic substrate was oxidized to cathecol, hydroquinone and p-benzoquinone and these products were quantified by deconvolution of the electronic spectra. As expected, the material synthesized without copper(II) ions does not show catalytic activity for the studied reaction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dissert.pdf (9.70 Mbytes)
Data de Publicação
2007-01-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.