• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.46.2018.tde-23022018-121046
Documento
Autor
Nome completo
Silvana Odete Pisani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Rothschild, Lilian (Presidente)
Cardoso, Arnaldo Alves
Gutz, Ivano Gebhardt Rolf
Título em português
Medidas da emissão de compostos carbonílicos por plantas
Palavras-chave em português
Atmosfera da Região Metropolitana de São Paulo
Carbono (Emissão e Análise quantitativa)
Compostos carbonílicos
Ecologia vegetal
Emissões Biogênicas
Poluição atmosférica
Química atmosférica
Resumo em português
A técnica de confinamento de folhas de plantas em câmara de Teflon rígido (cuvette), com visor em vidro, submetida a um fluxo contínuo de ar foi adotada na avaliação da emissão de compostos carbonílicos voláteis por plantas. Os carbonílicos foram coletados sobre sílica impregnada com o reagente derivatizante 2,4-dinitrofenilhidrazina e analisados por cromatografia a líquido de alto desempenho e detecção por ultravioleta. Foram identificados e quantificados aldeídos alifáticos saturados (C1 a C6) e insaturados (acroleína, metacroleína, crotonaldeído), benzaldeído, acetona e 2-butanona. A temperatura ambiente e na superfície das folhas, a umidade relativa do ar, a intensidade da luz solar e os níveis de ozônio e de óxidos de nitrogênio no ar foram monitorados durante as coletas de amostras. Com o objetivo de avaliar os níveis de fundo de carbonílicos no sistema coletor empregado, 29 amostras de ar foram coletadas sem a introdução de folhas de planta no cuvette, em condições ambientais de laboratório e campo. Uma avaliação estatística dos resultados indicou que os níveis de fundo do cuvette vazio foram próximos a zero nas coletas feitas no laboratório e aumentaram de acordo com o aumento da intensidade da luz solar nas coletas em campo. Esses resultados mostraram que a exposição do cuvette à radiação solar conduz à formação de artefato positivo de amostragem. Foram feitas medidas da emissão de carbonílicos pela espécie Ficus benjamina, para a qual foram observadas taxas de emissão de acetaldeído altas em condições de temperatura na superfície das folhas superior a 40°C. Na ausência de luz solar incidente, não foi observada emissão de carbonílicos pelo exemplar avaliado dessa espécie. Foram feitas também medidas da emissão de carbonílicos pelas seguintes espécies de plantas ocorrentes na vegetação nativa da Região Metropolitana de São Paulo: Cecropia pachystachya, Casearia sylvestris, Croton floribundus, Solanum erianthum, Alchornea sidifolia, Syagrus rommanzoffiana e Ficus insipida, para as quais foram observadas taxas de emissão de carbonílicos que variaram entre 1,5 10-2 e 2,3 µgC g-1 h-1.
Título em inglês
Measures of emission of carbonyl compounds by plants
Palavras-chave em inglês
Atmosphere of the São Paulo Metropolitan Region
Atmospheric Chemistry
Atmospheric pollution
Biogenic emissions
Carbon (Emission and quantitative analysis)
Carbonyl compounds
Plant ecology
Resumo em inglês
The leaf enclosure technique in air flow-through rigid Teflon chamber (cuvette) was employed to evaluate volatile carbonyl compound emission from plants. The gaseous carbonyl compounds were collected on silica gel coated with 2,4-dinitrophenylhydrazine and analyzed by high performance liquid chromatography with ultra-violet detection. The identified and quantified carbonyls were saturated (C1 - C6) and unsaturated (acrolein, methacrolein, crotonaldehyde) aliphatic aldehydes, benzaldehyde, acetone and 2-butanone. Ambient and leaf surface temperatures, relative humidity, light intensity, ozone and nitrogen oxides air levels were monitored during carbonyl emission sampling. With the aim of evaluate the collection system carbonyl background leveIs, 29 air samples were collected from the empty cuvette under laboratory and field conditions. Statistical analysis of the data indicated that the cuvette background leveIs were close to zero under laboratory conditions and increased with the increasing of the sunlight intensity under field conditions. These results showed that the cuvette exposition to the sunlight leaded to positive sampling artifact. Carbonyl compound emission from Ficus benjamina species was measured and high acetaldehyde emission rates were observed under leaf surface temperature higher than 40°C. In the absence of direct sunlight no carbonyl emission was measured from the evaluated individual of Ficus benjamina. Also carbonyI emissions from the following native species in the metropolitan region of São Paulo City were measured: Cecropia pachystachya, Casearia sylvestris, Croton floribundus, Solanum erianthum, Alchornea sidifolia, Syagrus rommanzoffzana e Ficus insípida. The observed rate emissions from these plants ranged between 1,5 10 -2 and 2,3 µgC g-1 h-1.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.