• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.45.2008.tde-11092008-103831
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Losco Takecian
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Joao Eduardo (Presidente)
Alcazár, José de Jesus Pérez
Ruiz, Duncan Dubugras Alcoba
Título em português
ACP e LOTOS: um estudo comparativo baseado em conceitos de BPEL e padrões de controle de fluxo
Palavras-chave em português
ACP
álgebra de processos
BPEL
LOTOS
NPDL
Padrões de Workflow.
Resumo em português
Recentemente, várias abordagens estão sendo propostas na área de modelagem de processos de negócio. Dentre elas estão as linguagens BPEL e NPDL. BPEL é uma linguagem de representação e execução de processos de negócio que se mostrou bastante expressiva e uma forte candidata a padrão de mercado. NPDL é uma linguagem de definição de processos de negócio baseada em uma extensão de álgebra de processos chamada ACP. NPDL possui uma ferramenta capaz de interpretar e controlar a execução de processos de negócio chamada de NavigationPlanTool. A tradução de processos BPEL para expressões NPDL tem como objetivo fornecer aos processos descritos em BPEL um ambiente de controle e execução baseado em um formalismo algébrico. Entretanto, isso não é uma tarefa fácil. A presença de conceitos em BPEL que não são mapeáveis para NPDL faz com que grande parte da expressividade de BPEL se perca na tradução. Essa perda se dá pela limitação da própria ACP, na qual NPDL se baseia. Para sanar essa dificuldade, surgiu a idéia de estender ou trocar a base algébrica da NPDL. Substituindo a ACP por outro arcabouço algébrico ou incorporando idéias de outras álgebras, seria possível tornar a NPDL mais próxima de BPEL, facilitando, assim, o trabalho de mapeamento. Dentre os arcabouços formais disponíveis, LOTOS tem se mostrado uma interessante alternativa à ACP como base para a NPDL. Para comprovar os benefícios da utilização de conceitos de LOTOS na NPDL ou, até mesmo, de uma troca da base algébrica da NPDL de ACP para LOTOS, este trabalho faz um estudo comparativo entre esses dois formalismos algébricos, buscando encontrar a álgebra com maior expressividade e que represente melhor os conceitos presentes em BPEL. Para essa comparação, serão utilizados os principais conceitos existentes na linguagem BPEL, bem como os Padrões de Controle de Fluxo de Workflow. Não pertence ao escopo deste trabalho a implementação da NPDL usando LOTOS como base formal.
Título em inglês
ACP and LOTOS: a comparative study based on BPEL concepts and control-flow patterns
Palavras-chave em inglês
ACP
BPEL
LOTOS
NPDL
process algebra
Workflow Patterns.
Resumo em inglês
Recently, several approaches are being proposed in the business process modeling area. Among them are BPEL and NPDL languages. BPEL is a business process representation and execution language that has showed itself to be very expressive and a strong candidate to market reference. NPDL is a business process definition language based on a process algebra extension called ACP. NPDL has a tool called NavigationPlanTool that is able to interpret and control the business processes execution. The translation from BPEL processes to NPDL expressions aims to provide to BPEL processes a control and execution environment based on an algebraic foundation. However, this is not an easy task. Due to the translation, the presence of BPEL concepts that can´t be mapped to NPDL results in a heavy BPEL expressiveness loss. This loss occurs by the limitation of ACP, in which NPDL is based on. To solve this problem, the idea of extending or replacing the NPDL algebraic base has appeared. Replacing ACP with other algebraic framework or incorporating ideas from other algebras, could make NPDL closer to BPEL, turning the mapping work easier. Among the formal frameworks available, LOTOS has showed itself an interesting alternative to ACP as an NPDL basis. To prove the benefits of using LOTOS concepts in NPDL, or even exchanging the NPDL algebraic base from ACP to LOTOS, this work presents a comparative study between these two algebraic foundations, trying to find the most expressive algebra and the one that best represents the BPEL concepts. For this comparison, the BPEL main concepts and the Workflow Control-Flow Patterns will be used. The NPDL implementation using LOTOS as formal foundation is out of the scope of this work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DissertacaoFinal.pdf (620.07 Kbytes)
Data de Publicação
2008-10-01
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Takecian, Pedro L., et al. Using LOTOS for rigorous specifications of workflow patterns. In Collaborative Computing: Networking, Applications and Worksharing (CollaborateCom), 2010, Chicago, 2010. Collaborative Computing: Networking, Applications and Worksharing (CollaborateCom), 2010. : IEEE, 2010.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.