• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2013.tde-06042015-151000
Documento
Autor
Nome completo
Elisa Levatti Alexandre
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Renato de (Presidente)
Campos Neto, Mario da Costa
Oliveira, Marcos Aurelio Farias de
Título em português
Caracterização dos granulitos e migmatitos da região de Alfenas, MG
Palavras-chave em português
Alfenas-MG
Granulitos
Metamorfismo
Resumo em português
Na região de Alfenas, MG, em perfil de norte para sul, a seguinte sucessão de associações de rochas é observada: i) migmatitos, gnaisses e rochas ultramáficas afetados intensamente por zona de cisalhamento; ii) granulitos aluminosos de alta pressão; iii) conjunto de granada granulitos, máficos e félsicos, com lentes ou veios de charnockito e hornblenda-biotita granito, formados por fusão in situ e; iv) unidade de diatexito com paleossoma de hornblenda-biotita gnaisse e granulitos, máficos e félsicos. Essas rochas correspondem, respectivamente, às unidades: Complexo Campos Gerais e às Nappes Três Pontas-Varginha e Socorro-Guaxupé. As rochas das duas últimas unidades foram afetadas por metamorfismo de fácies granulito, enquanto que os migmatitos e gnaisses do Complexo Campos Gerais sofreram, provavelmente dois episódios de metamorfismo e fusão. As rochas do Complexo Campos Gerais apresentam como paragênese: granada + hornblenda + plagioclásio + feldspato potássico ± biotita ± fusão, a qual é representada pelo leucossoma; condições mínimas da transição de fácies anfibolito para granulito são necessárias para formação dessa paragênese, com temperatura de pelo menos 750 °C. Para essas rochas foram feitos cálculos P-T com uma amostra contendo quartzo, plagioclásio, ortoclásio, granada, biotita e hornblenda. Os resultados de pressão são elevados, com valores de 13,3 ± 1,4 kbar e 17,6 ± 1,4 kbar. Para o cálculo de temperatura dois valores muito diferentes foram obtidos, um deles, 560 ± 166 °C, é baixo demais para as condições de fusão da rocha, e outro com valor é mais apropriado, 835 ± 185 °C. Alguns dos grãos de feldspato potássico apresentam fraturas e bordas preenchidas por nova geração de feldspato potássico + quartzo + granada, o que pode indicar novo evento de fusão nessas rochas. As disparidades nos resultados de cálculos P-T para as rochas do Complexo Campos Gerais podem ser efeito da dificuldade em definir quais são os minerais do pico metamórfico, quais podem ser relíquias ígneas e quais foram reequilibrados durante o cisalhamento. Os granulitos aluminosos da Nappe Três Pontas-Varginha apresentam como paragênese cianita + granada + ortoclásio + quartzo + rutilo + líquido (representado pelo leucossoma), indicando pressões mínimas acima de 10,5 kbar e temperaturas entre 850 e 900 °C. Os granulitos da Nappe Socorro-Guaxupé apresentam duas paragêneses compostas por: i) clinopiroxênio + ortopiroxênio + plagioclásio ± quartzo e ii) granada + ortopiroxênio + plagioclásio + quartzo + ortoclásio. As paragêneses indicam pressões entre 6 e 10 kbar e temperaturas entre 850 °C e 950 °C. Os resultados dos cálculos indicam que a rocha sofreu metamorfismo de fácies granulito, com pico metamórfico entre 800 a 950 °C e pressões em torno de 9 a 11 kbar, e passou por intenso processo de migmatização e retrometamorfismo tardio em fácies anfibolito. As rochas da Unidade Diatexítica da Nappe Socorro-Guaxupé apresentam composições provavelmente semi-pelíticas, por apresentarem maior quantidade de fundido muitos cristais de granada. A rocha apresenta como paragênese de pico metamórfico: granada + hornblenda + plagioclásio + feldspato potássico + quartzo. O campo de estabilidade da rocha varia entre 750 a 950 °C de temperatura, compatível com a fusão da biotita e hornblenda e as pressões não devem ultrapassar 10kbar, o que é delimitado pela estabilidade da sillimanita, que é o aluminossilicato observado em campo. As paragêneses contrastantes nos três domínios são reflexos das condições P-T e composição das rochas. Mesmo com grandes incertezas, de modo geral, pode-se dizer que as pressões aumentam de sul para norte, em aumento quase que contínuo entre as rochas da Nappe Socorrro-Guaxupé e Três Pontas-Varginha. Além disso, não há variação termométrica significativa entre as unidades mapeadas, indicando que sofreram o mesmo processo metamórfico e que as variações estruturais encontradas entre elas se dão pela variação composicional, pela porcentagem de água no sistema e pela taxa de fusão de cada uma.
Título em inglês
not available
Palavras-chave em inglês
not available
Resumo em inglês
In the region of Alfenas, MG, in a geologic section from north to south, the following succession of associations of rocks is observed: i) migmatites, gneisses and ultramafic rocks intensely affected by a shear zone; ii) high-pressure aluminous granulites; iii) a group of garnet granulites, mafic and felsic, with lenses or veins of charnockite and hornblende-biotite granite, formed by in situ melting; iv) unit of diatexite with paleosome composed of hornblende-biotite gneiss of and mafic or felsic granulites. These rocks correspond, respectively, to units: Campos Gerais Complex, Três Pontas-Varginha Nappe and Socorro-Guaxupé Nappe. The rocks of the last two units were affected by granulite facies metamorphism, whereas the migmatites and gneisses of Complex Campos Gerais suffered, probably, two episodes of metamorphism and partial melting. The rocks of the Complex Campos Gerais present as paragenesis: garnet + hornblende + plagioclase feldspar ± biotite ± melting, which is represented by leucosome; minimum P-T conditions are of the transition from amphibolite to granulite facies, which are required for formation of this paragenesis, with a temperature of at least 750 °C. For these rocks, P-T calculations were made with a sample containing quartz, plagioclase, orthoclase, garnet, biotite and hornblende. The results produced high-pressures, with values of 13,3 ± 1,4 kbar and 17,6 ± 1,4 kbar. For the calculation of temperature, two very different values were obtained, one of them, 560 ± 166 °C, is too low for the conditions of partial melting for these rocks, and with another one more appropriate, 835 ± 185 °C. Some of the feldspar grains exhibit fractured edges that are filled with new generation of quartz + feldspar + garnet, which may indicate a new partial melting event. Disparities in outcomes for P-T calculations rocks of Campos Gerais Complex could be the effect of difficult to define what are the metamorphic peak minerals, which may be the igneous relict and which were adjusted during late shearing. The aluminous granulites of Três-Ponta-Varginha Nappe present as paragenesis kyanite + garnet + orthoclase + rutile + quartz + liquid (represented by leucosome), indicating minimum pressures higher than 10.5 kbar and temperatures between 850 and 900 °C. The granulites of Socorro-Guaxué Nappe present two parageneses consisting of: i) clinopyroxene + orthopyroxene + plagioclase ± quartz and ii) garnet + orthopyroxene + plagioclase + quartz + orthoclase. The parageneses indicate pressures between 6 and 10 kbar and temperatures between 850 ° C and 950 ° C. Calculation results indicate that the rock has undergone granulite facies metamorphism with metamorphic peak between 800 and 950 °C and pressures around 9-11 kbar, and went through an intense process of migmatization and later retrogression in amphibolite facies. The rocks of Diatexite Unit of Socorro-Guaxupé Nappe have probably semi-pelitic compositions, due to their larger amount of melt and many garnet crystals. The peak metamorphic paragêneses is: garnet + hornblende + plagioclase + quartz + feldspar. The stability field of the rock varies between 750 to 950 °C, temperature compatible with the partial melting of biotite and hornblende and the pressure should not exceed 10 kbar, which is delimited by the stability of sillimanite, the aluminum-silicate observed in the field. The contrasting parageneses in the three areas are reflections of P-T conditions and composition of the rocks. Even with large uncertainties, in general, it can be said that the pressures increase from south to north, almost continuous increase in the rocks of Socorrro Guaxupé Nappe and Três Pontas-Varginha Nappe. Furthermore, no significant thermometric variation between the mapped units, indicating that underwent the same metamorphic process and that structural variations found between that units are given by the compositional variation, the percentage of water in the system and the rate of partial melting of each one.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.