• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.2010.tde-23012011-170732
Documento
Autor
Nome completo
Gerardo Ramiro Matos Salinas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Wilson (Presidente)
Chemale Junior, Farid
Cordani, Umberto Giuseppe
Macambira, Moacir José Buenano
Ruiz, Amarildo Salina
Título em português
Geocronologia e evolução tectônica paleo-mesoproterozoica do oriente boliviano - região sudoeste do craton amazônico
Palavras-chave em português
Bolívia
Evolução tectônica
Geocronologia
Paleo-mesoproterozóico
Província Rondoniana- San Ignacio
Sudoeste do Cráton Amazônico
Resumo em português
Este trabalho caracteriza a evolucao tectónica, identificando a cronologia dos principais eventos tectono-magmáticos do Pré-Cambriano Boliviano. A complexa evolucao geológica do Oriente da Bolívia se estende desde o Paleo a Mesoproterozoico compreendendo as provincias Rio Negro Juruena, Rondoniana San Ignacio e Sunsás na regiao conhecida como Bloco Paragua. Diversos métodos de estudo foram adotados na pesquisa tendo em vista tratar-se de um terreno com evolução policíclica e incluiram, alem do mapeamento geológico e petrografía dos principais tipos de rocha, a metodologia U-Pb para determinação da idade de corpos graníticos e a metodologia Sm-Nd na estimativa de idade das fontes destes corpos plutônicos e inferências de ordem petrogenética, bem como dados geoquímicos obtidos para detalhamento das interpretações petrogenéticas. Nas interpretações houve ainda a avaliação critica da literatura recente, a integração de dados de campo, aeromagnéticos e aero-radiométricos, inclusive embasadas na experiência profissional do autor. Os dados obtidos na última década modificaram substancialmente a concepcao do Pré-Cambriano Boliviano, tendo sido caracterizados tres conjuntos litológicos temporalmente distintos antecedendo a orogenia San Ignacio. O granito Correreca na parte meridional da area possui idade 207Pb-206Pb de 1,92 1,89 Ga, com modelo de idades TDM de 2,8 a 2,9 Ga e valores de Nd(t) de -8,5 e -9,4. A Suite Yarituses composta pelos granitos La Cruz, Refugio e San Pablo possui quimismo calcio-alcalino. Os dados U-Pb SHRIMP, TIMS e abrasão por laser-ICPMS indicam a formação desta suíte no lapso temporal entre 1673 a 1621 Ma. A idade de cristalização U-Pb SHRIMP do granito La Cruz é de 1673 ± 21 Ma, idade modelo TDM de 1,83 Ga e valor de Nd(t) de + 2.1 indicativo de derivação mantélica. O granito Refugio tem idade U-Pb TIMS de 1673 ± 25 Ma e o pluton San Pablo idade ICPMS por laser ablasion de 1621 ± 80 Ma (idade TDM de 1,7 Ga e valor de Nd(t) de + 3,5). Este conjunto de dados sugere uma derivação mantelica principal para a suite Yarituses. O granodiorito San Ramón possui uma idade de cristalização de 1429 ± 4 Ma (SHRIMP), TDM de 1,7 Ga, e Hf(t) entre + 3,49 e +5,47 e representa um evento de geração da crosta, a partir de material juvenil. O magmatismo, deformação e metamorfismo da orogênese San Ignácio constitui o principal evento representado na área de estudo, cujo maior representante é o Complexo Granitoide Pensamiento com seus plutons sin a tardi-cinemáticos e tardi a pos-cinemáticos. Os granitos San Martín, La Junta e Diamantina possuem idades de cristalizacao de 1373- 1340 Ma, idades modelo TDM de 1,6 a 2,0 Ga, com valores de Nd(t) de + 2.0 ate -4,0. Os granitos Las Maras, Talcoso, Limonal e San Andrés produziram idades de cristalização de 1347 a 1275 Ma. As idades TDM dos granitos Limonal e San Andrés correspondem a 1,9 e 1,8 e Nd(t) de -1,4 e 1,6 respectivamente. A geoquímica em rocha total indica uma composição compatível com arco magmático, corroborando a assinatura acima dos parâmetros petrogeneticos. Em suma, a orogênese San Ignácio representa um arco acrescionário de natureza continental que construiu a arquitetura final da província Rondoniana-San Ignacio pela colisão entre o Bloco Paraguá e a província Rio Negro-Juruena. A evolução mesoproterozoica finaliza com a formação da faixa colisional Sunsás. Esta orogênese produziu plutonismo sin a tardi cinematico e tardi a cinemático marcando o limite com o bloco Paragua. A natureza alóctone e colisional do orogeno Sunsás como o evento mais jovem do Cráton Amazônico é marcada por frentes tectônicos, bem definidos de sentido sinistral, convergentes para o Bloco Paragua.
Título em inglês
Paleo-mesoproterozoic Tectonic Evolution and Geocronology of Eastern Bolivia, SW Amazonian Craton
Palavras-chave em inglês
Bolivia
Geocronology
Paleo-mesoproterozoic
Rondonian-San Ignacio Province
SW Amazonian Craton
Tectonic evolution
Resumo em inglês
This work characterizes the tectonic and magmatic evolution of the Precambrian shield of Bolivia. The complex geological evolution of the eastern Bolivia extends from the Paleo- to Mesoproterozoic, and can be related with the magmatic and metamorphic events that are ascribed to the Rio Negro - Juruena (1.78-1.60 Ga), Rondonian - San Ignacio (1.56-1.30 Ga) and Sunsás Aguapei (1.25-1.00 Ga) provinces, known in Bolivia as the Paragua block. Several methods of study were adopted in the research with the scope that this is a land with polycyclic evolution. As such our study included, besides the geological mapping and petrography of major rock types, the U-Pb age determinations of granitoid rocks, Sm-Nd and Rb-Sr isotopic analyses, as well as geochemical data. At the interpretation there was the critical evaluation of recent papers, the integration of field data, aeromagnetic and aero-radiometric, including the field experience of the author. The data obtained in the last decade have substantially changed the geology of the Bolivian Precambrian shield. It has been characterized three temporally distinct granite suites preceding the San Ignacio orogeny (1.37-1.30 Ga): the Correreca granite in the southern part of the area has 207Pb/206Pb age from 1.92 to 1.89 Ga, with TDM model ages of 2.8 to 2.9 Ga and values of Nd(t) of -8.5 and -9.4; the Yarituses suite (La Cruz, Refugio and San Pablo granites) shows calc-alkaline signature. Data U-Pb SHRIMP, TIMS and ICPMS laser ablation indicate the formation of this suite between 1673 to 1621 Ma. The U-Pb SHRIMP crystallization age of La Cruz granite is 1673 ± 21 Ma, TDM model age of 1.83 Ga and Nd(t) of +2.1 indicative of a predominantly mantle source. The Refugio granite has U-Pb TIMS age of 1673 ± 25 Ma and the San Pablo pluton yields a ICPMS Laser ablation age of 1621 ± 80 Ma (TDM age of 1.7 Ga and Nd(t) +3.5). These data suggest again a mantle source for the Yarituses suite. The San Ramon granodiorite event has a crystallization age of 1429 ± 4 Ma (SHRIMP), TDM of 1.7 Ga, and Hf(t) between +3.49 and +5.47 and represents a juvenile accreted episode. The magmatism, deformation and metamorphism of San Ignacio orogeny is the main event of the study area, represented by the Pensamiento Granitoid Complex with sin to late-kinematic and late to post-kinematic plutons. The San Martín, La Junta and Diamantina granites have crystallization ages of 1373 - 1340 Ma, TDM model ages from 1.6 to 2.0 Ga, with values of Nd(t) from 2.0 up to -4.0. The Las Maras, Talcoso, Limonal and San Andrés granites yielded crystallization ages of 1347-1275 Ma. The TDM ages of Limonal and San Andrés granites are between 1.9 and 1.8 Ga and the Nd(t) values of -1.4 and +1.6 respectively. The whole rock geochemistry of these granites indicates a composition consistent with the magmatic arc. Thus the San Ignacio orogeny represents a continental accretionary arc that built the final architecture of the Rondonian-San Ignacio province (1.56-1.30 Ga) by the collision between the Paragua block and the Rio Negro -Juruena province (1.78-1.60 Ga). The Mesoproterozoic evolution of the SW margin of the Amazonian craton ends with the formation of the Sunsás collisional belt that produced sin to-late and late topost- kinematic plutonism. The allochthonous and collisional nature of the Sunsás orogeny is marked by tectonic fronts, with well-defined sinistral sense, converging towards the Paragua block.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GRMS.pdf (22.61 Mbytes)
Data de Publicação
2011-03-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.