• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2012.tde-21122012-085416
Documento
Autor
Nome completo
Vicente Albino Manjate
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Tassinari, Colombo Celso Gaeta (Presidente)
Cordani, Umberto Giuseppe
Jamal, Daúd Liace
Título em português
Geocronologia da região de Gondola-Nhamatanda (Centro de Moçambique)
Palavras-chave em português
Cristalização
Geocronologia
Idade isocrônica
Idade modelo
Orogênese
Tafrogênese
Resumo em português
A região de Gondola-Nhamatanda localiza-se na parte limítrofe entre as províncias de Manica e Sofala, centro de Moçambique. Ela está geologicamente inserida no complexo de Bárue (Grupo de Chimoio) e na cobertura fanerozoica. O Complexo de Bárue é composto pelos Grupos supracrustais de Macossa e Chimoio intrudidos por rochas plutônicas de várias composições. Enquanto que a cobertura fanerozoica consiste de sedimentos terrestres e rochas vulcânicas associadas pertencentes ao Supergrupo do Karoo e à sequências do rifte Este Africano. A área de trabalho foi estudada em termos de petrografia; geoquímica de elementos maiores, traço e de terras raras; geocronologia e geologia isotópica pelos métdos U -Pb em zircão, Rb-Sr e Sm-Nd em rocha total e Rb-Sr em minerais para o granito de Inchope, quartzo-sienito do monte Chissui e fonolito do monte Xiluvo. Este estudo permitíu determinar os litotipos que intrudiram o grupo supracrustal de Chimoio , suas idades de cristalização e de diferenciação dos magmas que formaram seus protólitos e ainda o enquadramento tectônico. As rochas estudadas são basicamente calci -alcalinas com variações de meta à peraluminoso para os granitoides e quartzo-sienito e peralcalino para o fonolito do monte Xiluvo. Os granitoides do grupo de Chimoio foram cristalizados no Mesoproterozoico (idades U-Pb e Rb-Sr) a partir de protólitos Paleoproterozoicos ('T IND.DM' = 1,7 - 2,3 Ga); por sua vez, as rochas vulcânicas (fonolitos) do monte Xiluvo cristalizaram rápidamente no Câmbrico (idade Rb-Sr) dum protólito do Neoproterozoico-Câmbrico ('T IND.DM' = 0,54 - 0,56 Ga). Os dados isotópicos obtidos no presente estudo sugerem que as rochas do cinturão de Moçambique foram geradas por fusão parcial que provavelmente envolveu mistura ( valores negativos de ?Nd ) da crosta arqueana / paleoproterozoica e magma mesoproterozoico a 1100 Ma e sofreram retrabalhamento marcado pela aglutinação do Gondwana (orogenia Pan-Africana) e tafrogênese marcada pela fraturação do Gondwana (Rifte Este Africano ).
Palavras-chave em inglês
Crystallization
Extensional process
Geochronology
isochron age
Model age
Orogenesis
Resumo em inglês
The region of Gondola-Nhamatanda is located at the border between the provinces of Manica and Sofala, central part of Moçambique. It is geologically inserted in the Bárue complex and the Phanerozoic cover. The Bárue complex is composed of the Macossa and Chimoio supracrustal groups intruded by plutonic rocks of various compositions, whereas the Phanerozoic cover consists of terrestrial sediments and volcanic rocks belonging to the Karoo Super-group and East African Rift Sequences. The work area was studied in terms of petrography; geochemistry of major elements, trace and rare earth elements; geochronology and isotope geology by the methods U -Pb in zircon, Rb-Sr and Sm-Nd in whole rock and Rb-Sr in minerals for the Inchope granite, Chissui mountain Quartzo-sienito and Xiluvo mountain phonolite. This study allowed to determine the lithotypes that intruded the Chimoio supracrustal group, its crystallization ages and the differentiation ages of the magmas that formed the protoliths and the tectonic framework. The studied rocks are basically calc-alkaline varying from meta to peraluminous for the granitoids and quartz-sienite and peralkaline for the mount Xiluvo phonolite. The Chimoio Group granitoids had been crystallized in the Mesoproterozoic (U-Pb and Rb-Sr ages) from Paleoproterozoic protoliths ('T IND.DM' = 1.7 - 2.4Ga); on the other hand, the volcanic rocks (phonolites) of the Xiluvo mount had crystallized fast in the Cambrian (Rb-Sr age) from a Neoproterozoic-Cambrian protolith ('T IND.DM' = 0.54 - 0.56Ga). The isotopic data, in the present study , suggest that the rocks of the Mozambique belt had been generated by partial melting that probably involved the mixture of the archean/paleoproterozoic crust and the Mesoproterozoic magma at 1100Ma and had suffered reworking marked by the Gondwana amalgamation (Pan-African orogeny) and extensional processes marked by the Gondwana break up (East African Rift).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
VAMcorrigida.pdf (3.68 Mbytes)
Data de Publicação
2012-12-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.