• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2011.tde-10042015-125835
Documento
Autor
Nome completo
Alba Marina Suarez Rojas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Egydio-Silva, Marcos (Presidente)
Alves, Adriana
Neves, Sérgio Pacheco
Título em português
Petrologia da suíte Derribadinha e o tonalito Bom Jesus na região de Governador Valadares (MG). Abordagem estrutural a partir da ASM. Relações com a suíte Galileia
Palavras-chave em português
Águas Subterrâneas
Nitratos
Presidente Prudente (SP)
Uso do Solo
Resumo em português
A Faixa Araçuaí corresponde à porção setentrional da Província Mantiqueira (Almeida et. al., 1973), sendo informalmente subdividida em três domínios estruturais: o para-autóctone ocidental, e os alóctones Central e Oriental (Oliveira et al., 2000; Vauchez et al., 2007), todos envolvidos em um sistema de empurrões N-S com vergência para oeste. De modo geral, o Domínio Ocidental ou milonítico corresponde à cobertura deformada do Cráton São Francisco, o Domínio Central a rochas tonalíticas-granodioríticas e o Domínio Oriental a anatexitos leucograníticos. A Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus, alvos desta pesquisa, localizam-se na região onde as rochas do domínio central, cuja principal expoente é a Suíte Galiléia, cavalgam sobre os Complexos Mantiqueira e Juiz de Fora do Domínio Ocidental na região de Governador Valadares (MG). A Suíte Derribadinha é composta por dioritos, quartzo-dioritos, tonalitos com biotita e anfibólio. A unidade Bom Jesus é tonalítica com predominância de biotita e granada. Pods de rochas máficas associados a estas duas unidades são gabros e quartzogabros com ocorrência de ortopiroxênio. Geoquimicamente, segundo as definições de Frost et al. (2001) o conjunto geral de amostras é essencialmente magnesiano, metaluminoso a moderadamente peraluminoso e cálcico a cálcio-alcalino, com exceção das amostras do Tonalito Bom Jesus que são marcadamente peraluminosas, O padrão de elementos traços é também similar para todas as unidades, com valores elevados em LILE (Rb, Ba e K) e depleção em HSFE (Ta, Nb, Hf e Zr). Esse conjunto de características geoquímicas são condizentes com magmas de arco vulcânico, e sugerem que as várias unidades cartografadas relacionam-se geneticamente. Análises de Microscopia Eletrônica Varredura - MEV, e investigações sobre a mineralogia magnética, através de curvas termomagnéticas e magnetização remanente isotérmica (MRI), evidenciaram ocorrência de óxidos de ferro (magnetita-hematita), sulfetos de ferro (pirita-pirrotita) e sulfetos de cobre (calcopirita) para as amostras da suíte Derribadinha, rochas máficas com ortopiroxênio e a unidade São Vitor (parte da suíte Galiléia). Amostras do Tonalito Bom Jesus exibiram óxidos de titânio (ilmenita) e ferro (hematita). O Tonalito Bom Jesus exibe valores de suscettibilidade k < 0,5 mSI. Esses valores sugerem que a anisotropia de suscetibilidade magnética ASM para essa unidade é controlada essencialmente pelos minerais paramagnéticos (Rochette, 1987; Hrouda & Jelíneck 1990). A Suíte Derribadinha e as rochas máficas com ortopiroxênio apresentam valoles de k >0,5 mSI. Esses valores indicam o controle da fração ferro e paramagnética. O grau de anisotropia P varia entre 1.01 e 2.22, com valores maiores para suíte Derribadinha. Os elipsóides de ASM são dominantemente oblatos. A correspondência da trama magnética com as medidas diretas obtidas em campo sugerem que os dados ASM são uma boa aproximação da petrotrama. Foliações espaçadas leve a moderadamente definidas são observadas meso e microscopicamente em todas as unidades, porém foliações no estado sólido se restringem à zona de cisalhamento que coloca a Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus sobre as rochas do Complexo Mantiqueira e Juiz de Fora. Foliações com direção dominantemente N-S e mergulhos rasos a moderados para E, contendo lineações down dip, correlacionados com indicadores cinemáticos refletem a dinâmica de empurrão movimentação para leste, definida na literatura como própria da tectônica colisional.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The Araçuaí belt corresponds to the setentrional portion of the Mantiqueira Province (Almeida et al., 1973), and is informally subdivided into three structural domains: the parautochthonous Occidental, and the allocthonous Central and Oriental (Oliveira et al., 2000; Vauchez et al., 2007), all of them subjected to a NS thrust system with vergence to the West. In general, the Occidental or Mylonitic Domain corresponds to the deformed cover of the São Francisco Craton, the Central Domain corresponds to tonalite-granodiorite rocks, and the Oriental Domain to anatectic leucogranites. The Derribadinha Suite and the Bom Jesus Tonalite, which are the aim of this study, are located in the region where the Central Domain, whose the Suite Galiléia is the most important unit, thrusts westwards upon the Mantiqueira and Juiz de Fora Complexes of the Occidental in the Governador Valadares region. The Derribadinha Suite is represented by diorites, quartz-diorites, tonalites with biotite and amphibole. The Bom Jesus unit is of tonalite composition, and show predominance of biotite and garnet. Pods of mafic rocks that occur associated to these two units are represented by gabbros and quartz-gabbros with orthopyroxene. In terms of geochemistry, according to Frost et al. (2001) the rocks are essentially magnesian, metaluminous to moderately peraluminous and calcic to calc-alkalic, except the samples from the Bom Jesus Tonalite, which are strongly peraluminous. The trace element pattern is also similar to all units, with high values of LILE (Rb, Ba and K) and depletion of HFSE (Ta, Nb, Hf and Zr). These geochemical characteristics are in agreement with the patterns shown by volcanic arc magmas, and suggest that the studied units are genetically related. Scanning Electron Microprobe - SEM analysis, and investigation concerning the magnetic mineralogy, through thermomagnetic curves and Isothermic Remanent Magnetization - IRM evidence the occurrence of iron oxides (magnetite - hematite), iron sulfides (pirite - pyrrotite) and copper sulfides (chalcopyrite) for the Derribadinha Suite, mafic rocks with orthopyroxene and São Vitor Unit (part of the Galiléia Suite). For the Bom Jesus Tonalite it was identified titanium oxides (ilmenite) and iron oxides (hematite). The Bom Jesus Tonalite presents magnetic susceptibility (k) lower than 0.5 mSI. These values suggest that the Anisotropy of Magnetic Susceptibility - AMS is essentially controlled by paragnetic minerals for this unit. The Derribadinha Suite and the mafic rocks with orthopyroxene present higher susceptibility (k > 0.5 mSI), which indicates the control of ferro and paragnetic minerals (Rochette, 1987; Hrouda & Jelíneck 1990). The degree of anisotropy (P) varies between 1.01 and 2.22, with higher values than for Derribadinha Suite. The AMS ellipsoids are dominantly oblate. The correspondence of the magnetic fabric with the direct measurements taken on the field suggest the AMS data are in a good agrreement with the petrofabrics. Spaced foliation, poorly to moderate defined, is observed meso and microscopically in all units, although solid-state foliation is restricted to the shear zone that places the Derribadinha Suite and the Bom Jesus Tonalite over the Mantiqueira and Juiz de Fora complexes. This structure defines foliations orientated N-S, whith shallow to moderate dips towards E and down- dip lineations, which in correlation with kinetic indicators evidence the dynamic of thrusting towards E, previously defined in the bibliography as characteristic of collision tectonics.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.