• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.2006.tde-18112015-111028
Documento
Autor
Nome completo
Patricia de Souza Cristalli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Petri, Setembrino (Presidente)
Ceccantini, Gregório Cardoso Tápias
Dutra, Tânia Lindner
Karmann, Ivo
Suguio, Kenitiro
Título em português
Macrofitofósseis em tufos calcários quaternários do norte da Bahia como indicadores paleoclimáticos
Palavras-chave em português
Bahía ( Norte)
Caatinga (Origem; Desenvolvimento)
Paleoclimatologia
Tafonomia
Vegetação
Resumo em português
Estudo de folhas fósseis preservadas nos tufos calcários, datados pela série de desequilibro do urânio, objeto do presente trabalho, permitiram investigar mudanças da vegetação e do clima ocorridas entre 21.000 e 9.000 anos atrás ao longo do vale do rio Salitre, no município de Campo Formoso, norte da Bahia, área atualmente com típica ocorrência de caatinga e clima semi-árido. Foram descritos 69 morfotipos, tendo sido identificadas 49 através de estudos comparativos com material do herbário ALCB, da Universidade Federal da Bahia e estudos complementares efetuados no herbário SPF, da Universidade de São Paulo. Estão presentes cinco espécies de Annonaceae e Euphorbiaceae, quatro espécies de Malvaceae e Lamiaceae, três de Begoniaceae, duas espécies de Bignoniaceae, Chrysobalanaceae, Elaeocarpaceae, Malpighiaceae e Sterculiaceae, além de uma espécie de Apocynaceae, Aquifoliaceae, Boraginaceae, Campanulaceae, Cecropiaceae, Celastraceae, Connaraceae, Dilleniaceae, Clusiaceae, Olacaceae, Phytolacaceae, Piperaceae, Rhamnaceae, Rosaceae, Rutaceae e Tiliaceae, sendo considerada uma assembléia bem diversificada. A análise fisionômica das folhas fósseis, diferentemente de outras análises fisionômicas publicadas que utilizam padrões fisionômicos mundiais, teve como base uma comparação dos padrões fisionômicos estabelecidos a partir de exemplares representativos de toda vegetação atualmente presente no Estado da Bahia. Ambas análises, sistemática e fisionômica das folhas, resultaram no reconhecimento de mistura de vegetações no passado, caracterizada pela presença de elementos da caatinga, cerrado e das florestas estacionais. Espécies das duas últimas vegetações tiveram suas origens associadas à migração de coberturas, hoje localizadas no oeste baiano e nas porções mais elevadas da Chapada Diamantina, respectivamente. As duas análises, em conjunto, permitiram inferir vegetação de dossel fechado e representativo de clima mais chuvoso do que o clima atual. A análise tafonômica do depósito sugere distribuição mais uniforme das chuvas ao longo do ano, podendo refletir em clima com menor duração da estação seca. Foi possível estabelecer dois sub-ambientes deposicionais assim como condições transicionais entre ambos, reconhecendo feições indicativas de fluxo turbulento de água e feições indicativas de fluxo pouco turbulento. A análise tafonômica só foi possível através do estudo comparativo realizado com os depóstios de tufos calcários atuais na região de Bonito, MS. Não há indicações de corredores entre as vegetações atlântica e amazônica como sugerido em alguns trabalhos prévios.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
Fossil of leaves preserved in carbonate tufas and dated by U-series method are studied in order to investigate the vegetacional and climate changes occurred between 21,000 and 9,000 years ago over Rio Salitre valley, a semi-arid area today covered by caatinga vegetation and located in the Campo Formoso municipality, northern Bahia. Analysis of vegetal remains has allowed description of 69 morphotypes and the identification of 49 plants species through comparison with the ALCB herbarium documentation of the University Federal of Bahia and complementary studies with the SPF herbarium documentation of the University of São Paulo. The systematic analysis detected the presence of five species of Annonaceae and Euphorbiaceae, four species of Malvaceae and Lamiaceae, three species of Begoniaceae, two species of Bignoniaceae, Chrysobalanaceae, Elaeocarpaceae, Malpighiaceae and Sterculiaceae, beyond one species of Apocynaceae, Aquifoliaceae, Boraginaceae, Campanulaceae, Cecropiaceae, Celastraceae, Connaraceae, Dilleniaceae, Guttiferae (=Clusiaceae), Olacaceae, Phytolacaceae, Piperaceae, Rhamnaceae, Rosaceae, Rutaceae and Tiliaceae. This can be considered a quite diversified fossil assemblage. Climate parameters as humidity and temperature play an important role in the photosynthetic process that control the morphology of the leaves, allowing them to be used as paleoenvironmental and paleoclimatic proxies. The multivariate physiognomic analysis of fossils of leaves was possible after establishment of modern physiognomic pattern of vegetation based on samples of ALCB herbarium representative of Bahia state. Both systematic and physiognomic analysis points out mixed paleovegetation characterized by the presence of elements from caatinga, cerrado and seasonal submontane forests. The last two elements probably migrated from western Bahia and also from high elevations in surrounding Chapada Diamantina, respectively. These results provide evidence for the presence of closer forests that reflect a better distributed rainfall during transition from Last Glacial Maximum and Holocene than observed today in the study area. This inference is additionally supported by taphonomic analysis on studied samples of fossil tufas that were compared to active deposits from Bonito region, Mato Grosso do Sul.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.