• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.1987.tde-29092015-101200
Documento
Autor
Nome completo
Ignez Gomes Guimaraes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1987
Orientador
Banca examinadora
Girardi, Vicente Antonio Vitorio (Presidente)
Jost, Hardy
Schultz-Güttler, Rainer Aloys
Título em português
Petrologia da Formação Ferrífera na área Salobo 3a - Província mineral de Carajas, PA
Palavras-chave em português
Depósitos minerais
Petrologia
Resumo em português
A área Salobo 3A situada a norte da Serra dos Carajás é constituída por uma seqüência vulcano-sedimentar de idade Arqueana cuja formação ferrífera engloba a Jazida de Cobre Salobo 3A da Província Mineral dos Carajás. Esta formação ferrífera é produto de sedimentação primária, diagênese, metamorfismo e retrometamorfismo de BIF de fácies carbonato-sulfeto. Dados analíticos de 14 elementos comuns em 34 amostras utilizados estatisticamente sugerem o tipo Algoma e o fácies primitivo carbonato-sulfeto para a formação ferrífera quimicamente equivalente a BIF. À partir do fácies assim obtido, associado aos dados petrográficos os quais incluem todas as litologias até agora conhecidas eleboram-se hipóteses sobre a evolução diagenética e metamórfica da formação ferrífera. O metamorfismo regional progressivo atingiu cerca de 650 'GRAUS'C e pressão da ordem de 4,5 kbar, resultando no desenvolvimento de duas associações diagnósticas: a) grunerita + almandina '+ OU -' magnetita '+ OU -'quartzo; e b) fayalita + magnetita + grafita, esta quimicamente equivalente a BIF. A primeira fase retrometamórfica ocorreu no fácies anfibolito e caracteriza-se principalmente pela transformação de fayalita em grunerita + magnetita, sem a presença de quartzo, na segunda das associações diagnósticas supra-citadas. Retrometamorfismo de fácies xisto verde atingiu, posteriormente, ambas as associações diagnósticas gerando a paragênese minnesotaita + greenalita à partir de fayalita e grunerita. São formuladas hipóteses sobre as transformações ocorridas no minério face ao desenvolvimento geológico da área.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The Salobo 3A area situated in the north of Serra dos Carajás is constituded of a volcanic-sedimentary sequence of Archean age whose iron-formation comprise the Salobo 3A Copper Mine of the Carajás Mineral Province. This iron-formation is a product of a primary sedimentation of a diagenesis, of a metamosphism and of a retrograde metamorphism of the carbonate-sulphide facies BIF. Analitic data of 14 common elements in 34 samples, statistically treated, suggest the existence of iron-formation primitive facies type (BIF). From the facies type so obtained associated with the petrographic data, which include all the lithology so far known, hypothesis are worked up concerning the diagenetic evolution and the metamorphic iron-formation. The regional progressive metamorphism attained to about 650°C and to a pressure of about 4,5 kbar, leading to the development of two diagnostic associations: a) grunerite+almandine'+ ou -'magnetite'+ ou -'quartz; e b) fayalite+magnetite+graphite. The later is the only one chemically equivalent to BIF. The first retrograde metamorphic stage took place at the amphibole facies and characterizes mainly by the fayalite transformation into grunerite+magnetite, without the quartz presence in the second diagnostic association mentioned above. The green schist facies retrograde metamorphism reached both diagnostic associations, afterwards, generating the minnesotaite+greenalite paragenesis from the fayalite and grunerite. Some hypothesis are enounced about the transformations of the ore minerals in relation to the area geologic development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Guimaraes_Mestrado.pdf (17.97 Mbytes)
Data de Publicação
2015-09-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.