• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2002.tde-21102015-154310
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Hernandes Correa Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Juliani, Caetano (Presidente)
Bettencourt, Jorge Silva
Dall'Agnol, Roberto
Título em português
Caracterização de um sistema epitermal low-sulfidation (adulária-sericita) mineralizado em Au-Cu-Mo em vulcânicas paleoproterozóicas na Província Aurífera do Tapajós: implicações metalogenéticas e tectônicas
Palavras-chave em português
Estratigrafia
Rochas vulcânicas
Resumo em português
O estabelecimento das relações estratigráficas e a caracterização petrográfica das rochas sub-vulcânicas, vulcânicas, vulcanoclásticas e sedimentos paleoproterozóicos que ocorrem na região sul da Folha Itaituba, na Província Aurífera do Tapajós, permitiu a identificação de caldeiras vulcânicas abatidas, com vents e domos ressurgentes associados, com suas estruturas razoavelmente bem preservadas. O conjunto vulcânico e os sedimentos foram hidrotermalizados por fluidos provenientes de intrusões de stocks de granitos, granófiros e diques de pórfiro, possivelmente com contribuição de fluidos meteóricos. O primeiro evento de alteração hidrotermal foi reconhecido como metassomatismo sódico, observado nos granitos e nos pórfiros ao qual seguiu-se, com a redução da temperatura, o metassomatismo potássico, este também presente em derrames de riolito. O terceiro estágio de alteração é o propilítico com adulária, que afetou expressivamente todas as rochas deste sistema vulcânico-subvulcânico nos estilos fissural e pervasivo. A pressão e a temperatura deste evento de alteração foi estimada por geotermobarometria e varia entre 1,5 e 0,2 kbar e 410 e 350°C. Posteriormente houve o desenvolvimento de alteração sericítica com adulária em grande volume das rochas do sistema, seguido por alteração argílica nas porções mais superficiais. Por fim, foi reconhecida sericitização associada às zonas de cisalhamento. Mineralizações de ouro, cobre e molibdênio com sulfetos disseminados ocorrem em todos eventos hidrotermais, mas os maiores teores destes elementos estão relacionados com as alterações propilítica e sericítica. Os dados, em conjunto, permitem caracterizar o sistema como epitermal low-sulfidation, ou adulária-sericita, hospedado nas rochas vulcânicas e vulcanoclásticas e subvulcânicas ácidas distribuídas na borda da caldeira vulcânica. O sistema epitermal low-sulfidation aqui descrito, está aparentemente relacionado, magmático e cronologicamente com o desenvolvimento de sistemas epitermais high-sulfidation e subvulcânicas de pórfiros, na Província Aurífera do Tapajós. Esta descoberta confirma a possibilidade de ocorrência destes sistemas, ainda preservados, em terrenos Pré-Cambrianos e abre novas perspectivas exploratórias para depósitos de ouro e metais de base, em terrenos antigos considerados desprovidos destes depósitos, devido, principalmente ao intemperismo, à erosão, deformação e metamorfismo. Adicionalmente à ocorrência de ash-flow calderas com idade ao redor de 1,88 Ga, típicas de ambientes distensivos e a quase total ausência de deformações e metamorfismo regional nas seqüências vulcânicas e nos granitos tardi-e pós-tectônicos da Suíte Intrusiva Parauari, indicam que, neste período, a Província Aurífera do Tapajós estava livre de atividades compressivas relacionadas com colisões continentais ou zonas de subducção, como considerado atualmente para orogênese Ventuari-Tapajós ou Tapajós-Parima, indicando que a subdivisão do Cráton Amazônico em províncias geocronológicas necessita ainda de estudos mais detalhados, para a elucidação de alguns destes aspectos.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The establishment of the stratigraphical relationships and the petrographic characterization of the subvolcanic, volcanic, volcanoclastic rocks and paleoproterozoic sediments that occur in Folha Itaituba's south area in the Tapajós Gold Province, allowed the identification of abated volcanic calderas, with associated resurgent vents and domes, with their structures reasonably well preserved. The volcanic set and sediments were hydrothermalized for coming fluids of granite stock intrusion, granophyries and porphyry dikes, possibly with contribution of meteoric fluids. The first event of hydrothermal alteration was recognized as sodic metasomatism, observed in granites and porphyries proceeded by the potassic metasomatism with the reduction of temperature, also present in rhyolite flows. The third alteration stage is the propylitic with adularia, that affected considerably all rocks of this volcanic-subvolcanic system through the fissural and pervasive styles. The pressure and temperature of this alteration event were esteemed by geothermobarometric calculations, and vary between 1,5 and 0,2 kbar and 410 and 350°C. Later, there was the development of sericitic alteration with adularia in a great volume of the system's rocks, followed by argillic alteration in the most superficial portions. Finally, sericitization associated to shear zones was recognized. Gold, copper and molibdenium mineralizations with disseminated sulfides occur in all hydrothermal events, but the highest contents of these elements are related to the propylitic and sericitic alterations. The data, together, allow the characterization of the system as epithermal low-sulfidation or adularia-sericite, hosted in the volcanic, volcanoclastic and acid subvolcanic rocks distributed in the border of the volcanic caldera. The epithermal low-sulfidation system here described, is apparently magmatic and chronologically related to the development of epithermal high-sulfidation and porphyry subvolcanic systems, in the Tapajós Gold Province. This discovery confirms the possibility of occurrence of these systems, still preserved, in Precambrian areas. Furthermore, it opens new exploratory perspectives for gold and base metal deposits in ancient areas, considered deprived of these deposits, mainly due to the wheatering, erosion, deformation and metamorphism. Additionally to the occurrence of ash-flow calderas with age around 1,88 Ga, typical of distensive environments and the almost total absence of deformations and regional metamorphism in the volcanic sequences and in the late- and post-tectonic granites of the Parauari Intrusive Suite, indicate that, in this period, the Tapajós Gold Province was free of compressive activities related to continental collisions or subduction areas, as actually considered for Ventuari-Tapajós or Tapajós-Parima orogeny. These facts show that the subdivision of the Amazonian Craton is geochronological provinces still needs more detailed studies for the elucidation of some aspects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Silva_Mestrado.pdf (16.65 Mbytes)
Data de Publicação
2015-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.