• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.1999.tde-18112015-100759
Documento
Autor
Nome completo
Miguel Antonio Tupinambá Araujo Souza
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1999
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Wilson (Presidente)
Dall'Agnol, Roberto
Machado, Rômulo
Nardi, Lauro Valentim Stoll
Pimentel, Marcio Martins
Título em português
Evolução tectônica e magmática da faixa Ribeira na região serrana do Estado do Rio de Janeiro
Palavras-chave em português
Geologia histórica
Geotectônica
Magmatismo
Petrografia
Resumo em português
A região serrana do Estado do Rio de Janeiro, conhecida também como Serra dos Órgãos, é constituída por granitos e gnaisses gerados ou retrabalhados no Ciclo Brasiliano, ao final do Proterozóico e início do Paleozóico. Está situada na região central da Faixa Ribeira, entidade geotectônica que se distribui paralela à margem atlântica e que foi individualizada durante o Ciclo Brasiliano. Nesta região, a Faixa está dividida nos terrenos Ocidental e Oriental pelo Limite Tectônico Central. A área que foi pesquisada se encontra no Terreno Oriental da Faixa Ribeira, entre as cidades de Nova Friburgo, Sumidouro e Cordeiro. Os levantamentos de campo, a petrografia, análise litogeoquímica e geocronológica permitiram levantar, na área de pesquisa a história evolutiva de um orógeno Brasiliano. A evolução começa com magmatismo pré-colisional, representado por tonalito e diorito gnaisse do Complexo Rio Negro (CRN) e por corpos de hornblenda gabro. Os produtos do magmatismo pertencem a uma série cálcica tonalito-trondhjemito gerada em ambiente de arco de ilhas oceânico, com ('épsilon'Nd) 600 Ma de - 0,9 e que esteve ativo há cerca de 630 Ma (idade U/Pb em zircão). Há 600 Ma (idades Pb/Pb em zircão), o arco Rio Negro colidiu com uma margem passiva, o Terreno Ocidental da Faixa Ribeira, o que gerou espessamento crustal, migmatização e geração de leucogranitos à muscovita. Após a colisão do Arco Rio Negro com a margem passiva e sua acresção, um novo arco magmático, de características continentais, se desenvolveu há 560 Ma (idade U/Pb em zircão). O melhor representante deste magmatismo é o Batólito da Serra dos Órgãos (BSO), um espesso sheet de granodiorito à granada com quimismo de arco magmático e com fácies gerada ainda na fase colisional. O Batólito foi gerado por um novo processo de subducção, com mergulho inverso àquele que gerou o Arco Rio Negro. Após o término do magmatismo do BSO, este plutonito e seus gnaisses encaixantes foram alçados à crosta superior, a uma taxa de soerguimento elevada. Há 500 Ma (idade Rb/Sr) o edifício orogênico sofreu um colapso tectônico, com a geração de falhamentos normais transversais ao orógeno. Estas estruturas controlaram o transporte e a colocação de soleiras e lacólitos de magma granítico pós-colisional.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The highlands of the Rio de Janeiro State, Brazil, known as Serra dos Orgãos, is constituted by granites and gneisses generated or reworked during the Brasiliano Cycle, at the transition between Neoproterozoic and Cambrian. It is located at the Central segment of the Ribeira Belt, which runs along the South Atlantic Coast and was formed at Brasiliano event. The Ribeira Belt is divided by the Central Tectonic Boundary into two terranes: the Occidental and the Oriental. The studied area is located in the latter terrane, near the cities of Nova Friburgo, Sumidouro e Cordeiro. Field and petrographic studies as well as geochemical and isotopic analyses from selected samples allowed to propose a whole historical evolution of a Brasiliano Orogen. A pre-collisional magmatism represented by tonalitic and dioritic gneisses from the Rio Negro Cmplex and by hornblende gabbro small stocks is the earliest recognizable geological process. The calcic magma series tonalite-trondhjemite with ('épsilon'Nd) 600 Ma of -0,9 suggest that its tectonic environment was as an oceanic island arc, since 630 Ma (U/Pb zircon age). At 600 Ma ago (Pb/Pb zircon age) the Rio Negro collided with a passive margin (the Occidental Terrane) resulting in crustal thickening, partial melting of metassediments and muscovite leucogranite generation. After the arc/continent collisions a new magmatic arc, at this time with continental setting, is represented by the Serra dos Órgãos batholith. The calcic series tonalite-granodiorite-granite has crystallized at 560 Ma and a slightly older leucocratic peraluminous BSO facies suggest crustal contamination. The cessation of the BSO magmatism was accompanied by a thermal relaxation and tectonic extrusion of the Oriental Terrane to the upper crust. The uplift was so geologically fast that crystalline rocks from this Terrane had experienced distensional collapse, and broke into twelve NW trnding ductile-ruptile shear zones. These large structures had controlled the magma transport of the post-collisional granite laccoliths and sill from the Nova Friburgo massif. The Rb/Sr isochronic analyses from the granites yielded ages between 500 and 480 Ma, which are the last orogenic ages ever found in Ribeira Belt.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.