• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.1990.tde-11062015-102816
Documento
Autor
Nome completo
Maria Alba Farias Tanner de Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1990
Orientador
Banca examinadora
Melfi, Adolpho Jose (Presidente)
Choudhuri, Asit
Figueiredo, Mario Cesar Heredia de
Girardi, Vicente Antonio Vitorio
Ruberti, Excelso
Título em português
Enxame de diques máficos de Olivença: aspectos geoquímicos e petrogenéticos
Palavras-chave em português
Geologia
Resumo em português
O enxame de diques máficos de Ilhéus-Olivença e aqueles que ocorrem de forma esparsa desde Itabuna até Itaju do Colônia no sul do estado da Bahia, foram submetidos a um estudo detalhado envolvendo análises petrográficas e químicas de elementos maiores e traços (incluindo os elementos Terras Raras) e também química mineral. Os diques possuem larguras de 20 cm a 30 m, são subverticais a verticais e possuem "trend" preferencial E-W. Eles foram colocados em fraturas extensionais no Proterozóico Médio. cortam rochas arqueanas do embasamento cristalino, caracterizado por rochas do fácies granulito. Foram classificados em basaltos sub-alcalinos e alcalinos, tendo sido utilizado o Ti como qualificador; desta forma foram encontrados os tipos alto Ti (ATi) e baixo Ti (BTi). Os tipos sub-alcalinos são constituídos de plagioclásio cálcico, dois piroxênios (pigeonita ou hiperstênio e augita ou augita subcálcica) e óxidos de Fe-Ti em menores quantidades; a olivina é rara ou ausente. Os tipos alcalinos são constituídos por plagioclásio cálcico, um piroxênio (augita), óxidos de Fe-Ti e olivina (Fe). Os tipos ATi são caracterizados por conteúdos mais elevados de elementos incompatíveis com relação aos BTi. Os padrões de distribuição dos elementos Terras Raras (ETR) são semelhantes e ambos são mediamente enriquecidos em TR leves. A distribuição dos elementos trações indica diferenças importantes não evidenciadas pelos elementos maiores. Estes diques máficos pertencem a um magmatismo toleítico continental cujo magma foi gerado por diferentes graus de fusão parcial (menor fusão nos tipos ATi) a partir de uma fonte mantélica subcontinental heterogênea do tipo "PLUME" e possivelmente colocado num sistema de "rift" abortado.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The mafic dykes swarm of Ilhéus-Olivença region and those rare dykes which occur between Itabuna and Itaju do Colônia, southern in the state Bahia were submitted into a detailed study involving petrographic and chemical analysis of major and trace elements (including REE) and mineral chemistry. The dykes are 20 cm to 30 m thick, subvertical to vertical and trend E-W. They were intruded in extensional fractures on Middle Proterozoic. They crosscut the Archaen crystalline basement characterized by granulites-facies rocks. The chemical classification showed mainly plot in the alkaline and subalkaline field. In despite of concentration of TiO2, the dykes were separated in high-TiO2 (HTi) and low-TiO2 (LTi) types. The subalkaline types are constituted by Caplagioclase, two-pyroxenes (pigeonite or hyperstene and augite or subcalcic augite) and Fe-Ti oxides in minor amounts. Olivine is rare or absent. The alkaline-types are made of Ca-plagioclase, one pyroxene (augite), Fe-Ti oxides and Fe-olivine. The HTi-types are characterized by relatively high incompatible elements contents relative to LTi-types. The REE distribution patterns similar and both are middly enriched in LREE. The distribution of trace elements indicate important differences not evidenciated by major elements. These mafic dykes belong to a continental tholeiitic magmatism, where magma was generated from different degrees of partial melting (higher melting to HTi-type) of a heterogeneous sub-continental mantle source PLUME-type, probably intruded in a aborted rift system.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.