• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.2000.tde-09122015-112445
Documento
Autor
Nome completo
Renata de Paula Xavier Moro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Brito Neves, Benjamim Bley de (Presidente)
Assine, Mario Luis
Milani, Edison José
Paciullo, Fabio Vito Pentagna
Petri, Setembrino
Título em português
Propostas de origem, evolução e contexto da Bacia da Formação Camarinha - transição Neoproterozóico - Eocambriano do estado do Paraná
Palavras-chave em português
Estratigrafia
Geologia histórica
Mapeamento geológico
Resumo em português
A bacia da Formação Camarinha, no centro-leste do Estado do Paraná, representa uma unidade da transição Neoproterozóico-Eocambriano na região. Assenta-se discordantemente sobre os metassedimentos proterozóicos do Cinturão Ribeira, constituídos pelas formações Água Clara, Votuverava e Capiru e próximos ao Complexo Atuba, Núcleo Betara e Complexo Granítico Três Córregos, e é recoberta também discordantemente, a oeste, pelos sedimentos basais devonianos da Bacia do Paraná. A Formação Camarinha consiste em conglomerados, brechas, arenitos, siltitos, lamitos e ritmitos imaturos, medianamente a mal selecionados, distribuídos em quatro unidades intercaladas e com contatos transicionais entre si, das quais duas apresentam natureza mais conglomerática, e duas natureza mais síltico-arenosa. Estas unidades foram depositadas por processos como fluxos gravitacionais subaéreos a subaquosos, correntes de turbidez, sheet-floods e processos atuantes em frentes deltaicas, comuns em leques progradantes e retrogradantes de ambientes costeiros (fandeltas). As áreas-fontes dos sedimentos são representadas pelas formações Água Clara, Votuverava e Capiru e pelos complexos Atuba e Três Córregos. Posteriormente, a bacia foi deformada pela atuação da Zona de Cisalhamento Transcorrente da Lancinha, com deslocamento lateral direito que gerou diversas estruturas rúpteis a rúpteis-dúcteis previstas no Modelo de Riedel. Reativações deste sistema proporcionaram intensa alteração hidrotermal, refletida em isócronas Rb-Sr obtidas. A Formação Camarinha encontra-se atualmente preservada em duas faixas dobradas na forma de sinclinais relacionados à Falha da Lancinha, constituindo remanescentes da bacia original. Os limites originais da bacia não se encontram preservados, tendo a mesma sido formada em ambiente tardi a pós-orogênico com relação ao Ciclo Brasiliano, bem como outras bacias similares do sul e sudeste do Brasil.
Título em inglês
not available
Palavras-chave em inglês
not available
Resumo em inglês
Camarinha Formation (central-eastern part of the State of Paraná, southern Brazil) is a transitional unit between Neoproterozoic and Cambrian in that region. It lies unconformably on proterozoic sediments of the Ribeira Belt (Água Clara, Votuverava and Capiru formations), near the Atuba, Betara and Três Córregos complexes. On its western part, it is also unconformably covered by the devonian basal sediments of the Paraná Basin. Camarinha Formation consits of medium-to-poorly sorted, immature rocks, such as conglomerates, breccias, sandstones, siltstones, mudstones and rythmites, grouped into four altenating units with transitional contacts. Two of these units have a conglomeratic nature, and two have a sandy and muddy nature. These units were deposited by processes such as subaerial to subaqueous gravity-flows, turbidity currents, sheet-floods and other processes that occur in delta fronts. These processes are common in prograding and retrograding fans at coastal environments (fandeltas). The sediments source areas are represented by the Água Clara, Votuverava and Capiru formations, and Atuba and Três Córregos complexes. The basin was later deformed by the Lancinha shear Zone, whose right-lateral movement generated several ruptile to ruptile-ductile structures of the Riedel Model. Later reactivations of the shear zone caused intense hydrothermal alteration, whose age was measured with Rb-Sr data. Camarinha Formation is now preserved as remains of the original basin, in two folded zones forming synclinals related to the Lancinha Shear Zone. The basin original borders are not preserved. The basin was formed in a late-to-post orogenic environment related to the Brasiliano Cycle, just like other similar basins in southern and southeastern Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Moro__Doutorado.pdf (22.63 Mbytes)
Data de Publicação
2015-12-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.