• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.2001.tde-22122015-105443
Documento
Autor
Nome completo
Rosana Okida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2001
Orientador
Banca examinadora
Bettencourt, Jorge Silva (Presidente)
Almeida, Teodoro Isnard Ribeiro de
Braga, Luiz Fernando Santana
Ferreira, Francisco Jose Fonseca
Moraes, Roberto Alexandre Vitória de
Título em português
Aplicação do sensoreamento remoto e aerogamaespectrometria ao estudo do controle estrutural dos granitos estaníferos de Rondônia
Palavras-chave em português
Geologia estrutural
Petrologia
Rochas graníticas
Sensoriamento remoto
Resumo em português
A compreensão do controle tectônico-estrutural do alojamento dos maciços graníticos, bem como das mineralizações associadas, constitui uma aquisição de conhecimento importantíssima, que somada a outros dados, como geocronológicos, petrográficos, geofísicos, geoquímicos, etc., possibilitam uma avaliação adequada dos depósitos minerais primários e secundários existentes. Este trabalho teve como propósito, caracterizar os controles, regionais, dos plutons graníticos e das mineralizações estaníferas associadas, da porção central da Província Estanífera de Rondônia, que é uma das mais importantes províncias estaníferas à escala global. Para tal, foram utilizados dados de sensoriamento remoto, aerogamaespectrométricos, geocronológicos, petrográficos, geoquímicos e tectono-estruturais, além de informações de campo. As técnicas empregadas foram, basicamente, as de sensoriamento remoto, com interpretação das imagens TM-Landsat-5 e produtos integrados derivados de dados TM-5, RADARSAT-1 e aerogamaespectrométricos. Os resultados revelaram uma boa correlação dos mapeamentos geológicos pré-existentes com os dados aerogamaespectrométricos e de campo. As anomalias radiométricas foram relacionadas aos corpos graníticos mineralizados e não deformados de forma dúctil-rúptil, bem como aos litotipos alterados hidrotermalmente. A imagem RADARSAT-1 não foi eficiente, especificamente na região estudada, devido à área apresentar um relevo arrasado, topografia plana, uso extensivo do solo (agropecuária) e umidade na data de aquisição (05/07/97), que acarretaram um comportamento especular. As imagens TM, por outro lado, foram muito úteis na definição das principais zonas de cisalhamento, porque são mais antigas (anos de 84, 85 e 86) que a RADARSAT e, portanto, não apresentam um uso do solo tão extensivo. As interpretações dessas imagens junto com os dados de campo, possibilitaram estabelecer a hierarquia dos movimentos transpressivos-transtensivos que atuaram na região em três fases de movimentação progressiva, relacionadas aos intervalos de tempo: anterior à 1,69, 1,69 a 1,41 e 1,40 Ga ao Paleozóico. A fase 2 exerceu indubitável controle no alojamento do Maciço União, enquanto a Fase 3 nos maciços pertencentes à Suíte Intrusiva Santa Clara e aos Younger Granites de Rondônia. Tais alojamentos ocorreram em estruturas do tipo releasing bends e rhombo-chasms, formadas a partir das principais linhas de fraquezas crustais. Na segunda fase, linhas com orientações em torno de NNW-SSE e NW-SE, proporcionaram o adelgaçamento crustal, onde ocorreu o alojamento do Maciço União. Na terceira fase, o controle foi exercido pelas direções WNW-ESE e NE-SW. A mineralização secundária encontra-se em baixos estruturais, apresentando como áreas-fontes os maciços graníticos alterados hidrotermalmente, situados em altos estruturais; enquanto a mineralização primária encontra-se relacionada as mesmas direções de fraquezas crustais, que condicionaram o alojamento dos plutons graníticos. A sistemática adotada mostrou-se bastante eficiente, devido à minimização dos custos com os trabalhos de campo e, principalmente, por proporcionar uma visão regional integrada, que facilitou a identificação dos controles tectônicos e permitiu a escolha de pontos-chaves para serem verificados nos trabalhos de campo.
Título em inglês
not available
Palavras-chave em inglês
not available
Resumo em inglês
The understanding of structural-tectonic control of the granitic massif emplacement as well as of the associated mineralizations proved to be one of the most important knowledge acquisions which, with other data, such as, geochronologic, petrographic, geophysic, geochemistric data, etc., make easy the appropriate evaluation of the existent mineral deposits, primary and secundary. This work had as a purpose, to characterize the regional controls of granitic massifs and the associated mineralizations in the central part of the Rondônia Tin Province, one of the most important tin provinces in a global scale. Remote sensing, airbone gamma-ray spectrometrics, geochronologics, petrographics, geochemistrics and tectonic-structural data, as well as field data, were used here. The techniques employed were, basically, remote sensing, with interpretation of TM-Landsta-5 images and integrated products of TM-5, RADARSTA-1 and airborne gamma-ray spectrometrics. The results showed a good correlation between pre-existent geologic mapping with the airborne gamma-ray spectrometric and field data. The radiometric anomalies are the granitic bodies mineralized and non-deformed of ductilebrittle mode, and litotypes with hydrothermal alteration. The RADARSAT-1 image was not efficient, specifically in the study area, because the area shows a raze relief, plane tophography, extensive use of soil (farming and cattle raising) and humidity in the date of this acquisition (05/july/97), producing specular behavior. The TM images, on the other hand, were very useful for the definition of the main shear zones, because they are older than RADARSAT (years 84, 85 and 86) and, consequently, do not show such a large use of the soil. The interpretation of those images together with field data, made possible to establish the hierarchy of transpressive-transtensive movements which actuated in the region, in three stages of progressive movimentation, related to periods of time: before 1.600 Ma, 1.600 to 1.500 Ma and 1.400 to 970 Ma. The Stage 2 controlled the emplacement of the Union Massif, while 3 controlled massifs belonging to Santa Clara Intrusive Suite and Younger Granites of Rondônia. This emplacement occurred in releasing bends and rhombo-chasms structures, formed by main lines of crustal weakness. In the second stage, lines with orientation towards +/- NNW-SSE and +/- NW-SE, caused the crustal thinning. Afterwards it was followed by the emplacement of younger suites. The third stage was controlled by the directions WNW-ESE and NE-SW. The secondary mineralization is in low structural. The primary mineralization is found in the same directions of altered, found in high structural. The primary mineralization is found in the same directions of crustal weakness that conditioned the emplacement of granitic massifs. The systematic used here is very efficient, due to the low price of the field work and mainly because it offers a regional integrated vision, that makes easy the identification of tectonic controls and allows the choosing of key-points that will be examined in the field work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.