• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.1990.tde-22062015-100028
Documento
Autor
Nome completo
Maria Jose Marinho do Rego
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1990
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Adilson (Presidente)
Dematte, Jose Luiz Ioriatti
Lucas, Yves Marie
Resende, Mauro
Toledo, Maria Cristina Motta de
Título em português
Alteração e pedogênese em rochas granulíticas na região cacaueira da Bahia
Palavras-chave em português
Solo (Genese Morfologia e Classificação)
Resumo em português
Com a finalidade de estudar a alteração e a pedogênese em clima tropical úmido, foi escolhida uma área dentro da Região Cacaueira da Bahia, apresentando homogeneidade petrográfica. Geologicamente a área é dominada por rochas granulíticas e está submetida a um clima com características equatoriais, traduzidas por pluviosidade, temperatura e umidade do ar elevadas. O relevo é representado por dois domínios: o dos Planaltos Cristalinos (Serras e Maciços Pré-Litorâneos e Tabuleiros Pré-Litorâneos) onde o relevo é mais movimentado, e a Depressão de Itabuna, com cotas mais baixas. Para desenvolvimento do trabalho foram coletados 6 perfis de solo, correspondendo a 3 Latossolos, 2 Podzólicos e 1 Cambissolo, além de amostras avulsas. O clima atuante na área propicia uma alteração eficaz, levando à formação de minerais da família da caolinita (caolinita mal cristalizada e haloisita (7A'ANGSTROM')) acompanhados por hidróxidos de ferro e alumínio (goethita e gibbsita respectivamente); quantidades variáveis de esmectitas, micas alteradas e cloritas ocorrem compondo a fração argila dos horizontes de alteração e solum, representando condições particulares do meio. No que se refere a organização pedológica, pode-se distinguir diferentes níveis, de acordo com as classes de solo. Nos latossolos, tem-se o desenvolvimento de um mecanismo de agregação, que é traduzido por diferentes etapas: plasma heterogêneo 'SETA' interação argila-hidróxidos 'SETA' plasma homogêneo 'SETA' separações plásmicas 'SETA' aumento da porosidade 'SETA' individualização de peds. Na classe dos Podzólicos, o grau de homogeneidade do plasma é baixo; a rede de vazios é decorrente de esforços de contração e dilatação pela variação da umidade, o que leva a formação de uma estrutura grosseira com médio grau de desenvolvimento. Os Cambissolos são originados sobretudo, de 2 materiais: um deles, o mais superficial, representado por material remanejado, que dá ao solo um aspecto latossólico e organização pedológica incipiente; o segundo material, é representado pelo produto de rochas alteradas in situ e é comparável aos horizontes C de Latossolos e Podzólicos, apresentando plasma apedal com aspecto heterogêneo. Num contexto geral, os Latossolos ocupam preferencialmente os Tabuleiros Pré-Litorâneos. Esta unidade geomorfológica está recoberta por material coluvial, do Neógeno, daí a existência de solos profundos, bem desenvolvidos, com baixo grau de saturação em bases, pH ácido e mineralogia representada por caolinita, hidróxidos de ferro e alumínio, e quartzo. Os solos mais jovens, Podzólicos e Cambissolos, ocupam, grosso modo, as unidades geomorfológicas das Serras e Maciços Pré-Litorâneos e a Depressão de Itabuna. As retiradas das alteritas aí existentes, no Plio-Plestoceno, permitiu a formação de perfis a partir da rocha, com pouco e médio grau de desenvolvimento, apresentando caráter eutrófico, acidez moderada e paragênese secundária mais diversificada - caso dos Podzólicos; os Cambissolos, por sofrerem influência do material transportado, apresentam complexo com baixo grau de saturação e acidez forte, apesar da presença de minerais alteráveis na massa do solo.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
In order to study the alteration and pedogenesis under humid tropical climate, an area was selected within the Cacueira Region of Bahia, displaying petrographic homogeneity. Geologically, the area is dominated by granulitic rocks and is subjected to a climate with equatorial characteristics, worked out by monsoon rains, temperature and high humidity of air. The relief is represented by two domains: of the Crystalline Highlands (Pré-Littoral Serras and Massifs and Pre-Littoral Table Lands), where the relief is more accentuated, and the Depression of Itabuna, with lower topographic levels. For development of the work, six profiles of soil were studied, corresponding to Latosoil (03). Podzolic Soil (02) and one of Cambisoil, besides the individual samples. The acting climate of the region propogated an effective alteration, leading to the formation of minerals of kaolin family (kaolinite - porly crystallized and haloisite (7A'ANGSTROM')) accompanied by hidroxides of iron and aluminium (goethite and gibbsite respectively); varying quantities of smectites, altered micas and chlorites occur, constituting the fraction of clays of horizontes of alteration and solum, representing particular conditions of environment. With reference to the pedologic organization, one may distinguish different levels, according to the classes of sols. In the Latosoil, there is development of a mechanism off aggregation, that is brought out during different stages, heterogeneous plasma 'SETA' clay-hidroxide interaction 'SETA' homogeneous plasma plasmic separations 'SETA' increase of porosity 'SETA" individualization of peds. In the class of Podzolic Soils, the homogeneity of plasma is low, the network of blank spaces is the result of forces of contraction and dilatation by variation in humidity, that leads to the formation of a coarse structure with medium grade of development. The Cambisols are originated overall of two materials; one of them is more surfacial represented by reworked material, that gives to the soil an aspect of Latosoil and the incipient pedologic organization; the other material is represented by the product of altered rocks "in situ" and is comparable with C-horizon of Latosoil and Podzolic Soil, giving the basal plasma an heterogeneous aspect. In a general context, the Latosoil preferentially occupy the Pre-Littoral Tablelands, this geomorphological unit is covered by colluvial material of Neogene age, there is existence of deep soils, well developed, of low grade in bases saturation, acidic pH and a mineralogical assemblage formed of caolinite, aluminium and iron hidroxides and quartz. The young soils, that are Podzolic Soils and Camsoils broadly occupy the geomorphological unities defined as Pre-Littoral Serras and Massifs, and the Depression of Itabuna. The depart of the alterites from these sites, during the Plio-Pleistocene, permited the formation of profiles of these young soils from the rocks, with low to medium grade of development; the Podzolic Soils show eutrophic character, moderate acidity and a more diversified secondary mineral paragenesis; the Cambisoils, that were submitted to the influence of the transported material, bear a higher acidity and low grade in bases saturation complexe, in spite of the presence of altered minerals in the mass of soil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Rego_Doutorado.pdf (6.80 Mbytes)
Data de Publicação
2015-06-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.