• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.1977.tde-10092015-135521
Documento
Autor
Nome completo
Celso Dal Re Carneiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1977
Orientador
Banca examinadora
Hasui, Yociteru (Presidente)
Qualifik, Paul
Ulbrich, H. (Horstpeter)
Título em português
Geologia e evolução geológica da Folha de São José dos Campos, SP
Palavras-chave em português
Geologia
São José dos Campos (SP)
Resumo em português
O mapa geológico da Folha de São José dos Campos (SF-23-Y-D-II-1) foi elaborado em escala 1:50.000 e é apresentado neste trabalho, onde se descreve a geologia da Folha e se reconstitui sua evolução geológica, com particular interesse o Pré-Cambriano. A Folha abrange áreas de sedimentos pertencentes à Bacia de aubaté e de rochas de seu embasamento. Este último é caracteristicamente cortado por zonas de falhamento transcorrente que separam as litologias em blocos tectônicos distintos. As rochas regionais são filitos, xistos, quartzitos, migmatitos de tipos diversos e rochas granitóides, bem como granulitos expostos em um núcleo restrito. Pela inexistência de datações radiométricas, estes granulitos foram correlacionados tentativamente ao Grupo Paraíba, enquanto as demais rochas pertencem ao Grupo Açungui (Ciclo Brasiliano). Algmas litologias exibem passagem gradual e estão dispostas em grandes feições antiformais e sinformais, reconhecidas através de variação de intensidade de migmatização e de estruturas menores associadas. O dobramento regional, em escala mesoscópica, afetou a xistosidade das rochas e o bandamento dos migmatitos, criando dobras de ápices espessados. Os movimentos regmagênicos geraram rochas cataclásticas de tipos variados, desde protomilonitos até milonitos, ultramilonitos e blastomilonitos. As litologias são indistintamente cortadas por sistemas de juntas que foram objeto de análise visando determinar os padrões geométricos e a suas relações para com as demais estruturas. A reativação Meso-cenozóica da Plataforma conduziu ao aprecimento de "sills" de diabásio, de falhas de gravidade e reativações de falhas antigas. Os sedimentos da Bacia de Taubaté depositaram-se em depressão tafrogênica relacionada ao Sistema de Rifts da Serra do Mar, reconhecendo-se na Folha de São José dos Campos dois compartimentos da mesma separados por falha. Os sedimentos foram afetados por tectonismo ainda após a sua ) formação. A geomorfologia atual está intimamente relacionada às litologias e estruturas reconhecidas. Os recursos minerais em exploração consistem de materiais para construção, basicamente pedreiras e portos de areia.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
Not available.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Carneiro_Mestrado.pdf (49.37 Mbytes)
Data de Publicação
2015-09-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.