• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.43.2015.tde-27042015-101234
Documento
Autor
Nome completo
Felippe Alves Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Alfonso, Nestor Felipe Caticha (Presidente)
Funchal, Renata Zukanovich
Kinouchi Filho, Osame
Título em português
Quebra de simetria espontânea, limites cognitivos e complexidade de sociedades
Palavras-chave em português
Mecânica Estatística; Teoria de Informação; Redes Neurais; Sociologia; Política
Resumo em português
Neste trabalho elaboramos um modelo para a formação de estruturas sociais através das características cognitivas das pessoas e do modo como interagem umas com as outras. Com base em estudos nos campos da neurociência e da psicologia social, além do uso das técnicas de mecânica estatística e da teoria de aprendizado de máquina, fomos capazes de estabelecer um modelo de agentes que trocam opiniões, aprendem e escolhem seus parceiros com base nas informações que obtêm. A dinâmica das relações sociais introduzida aqui é capaz de produzir complexidade na estrutura das relações sociais e na distribuição de opiniões de forma correlacionada. Essa dinâmica nos dá um parâmetro que mede o nível de organização social e nos permite interpretar o fenômeno de formação de comunidades como uma estrutura que requer uma "massa crítica" para se estabelecer. Com base nesses resultados, propusemos um modelo capaz de reproduzir parte do comportamento observado no plenário brasileiro ao londo do anos em relação a votações de projetos de lei sob diferentes mandatos presidenciais.
Título em inglês
Spontaneous Symmetry Breaking, Cognitive Limits and Social Complexity
Palavras-chave em inglês
Statistical Mechanics; Information Theory; Neural Networks; Sociology; Politics
Resumo em inglês
In this work we establish a model for social structure formation based on cognitive characteristics of human beings and how they interact with each other. From neuroscience and social psychology studies, and also relying on technique from statistical mechanics and machine leaning theory, we were able to establish a model of agents who exchange opinions, learn together and choose their partnerships using the information they gather. The social relationship dynamics here introduced is capable of generating complexity on the social structure level and a on opinion distribution in a correlated way. This dynamics gives a parameter representing the degree to which society is organized and allow us to see the phenomena of community formation as a structure requiring a "critical mass" to fixate. These results guided us in proposing a model able to replicate a portion of the behavior observed at the Brazilian plenary through year of voting law projects under different president mandates.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.