• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.42.2008.tde-15092008-122501
Documento
Autor
Nome completo
Hugo Henrique Hirata
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Ranvaud, Ronald Dennis Paul Kenneth Clive (Presidente)
Britto, Luiz Roberto Giorgetti de
Toledo, Claudio Antonio Barbosa de
Título em português
Efeito da estimulação magnética na imunorreatividade da proteína zenk em diferentes regiões do encéfalo de pombos (Columba livia).
Palavras-chave em português
Columba livia
Genes da resposta imediata
Magnetocepção
Zenk
Resumo em português
Um acúmulo de evidências sugere que animais vertebrados são capazes de detectar informações geomagnéticas, dentre eles, podemos citar os mais estudados, o caso clássico do pombo-correio (Columba livia). A descoberta de material biomagnético no epitélio do bico superior de pombos sugere a possibilidade de um mecanismo transdutor de campo magnético situado nessa região. Pelos resultados obtidos em outros contextos, a utilização de genes de resposta imediata (IEGs) combinada com tratamentos disruptivos e tarefas clássicas de orientação é tida como metodologia promissora para se conseguir uma descrição mais compreensiva dos canais sensoriais e dos mecanismos de processamento nervoso envolvidos no comportamento de orientação, entre os quais a putativa magnetocepção. Pela atividade de IEGs, especificamente a expressão da proteína ZENK, avaliamos diferencialmente áreas cerebrais ativadas em pombos expostos ou não a uma estimulação magnética, 1h e 3h após a estimulação. A análise quantitativa (teste T) mostrou um aumento no número de neurônios ZENK positivos na região do córtex pré-piriforme de pombos estimulados (p=0,051) em relação aos controles, não havendo diferença entre os grupos de 1h e 3h (ANOVA, uma via). Esses neurônios estão relacionados ao sistema olfativo, o que reforça a idéia de que esse sistema seja importante no comportamento de orientação mas ao mesmo tempo apresenta a primeira evidência experimental de um possível envolvimento da via olfatória na magnetocepção. Esse resultado indica que é necessário tomar o maior cuidado na interpretação de experimentos comportamentais inibindo a via olfativa, pois, além de causar anosmia, essas manipulações poderiam também lesar mecanismos magnetoceptivos.
Título em inglês
Effect of magnetic stimulation on zenk immunoreactivity in different regions of pigeon (Columbia livia) brain.
Palavras-chave em inglês
Columba livia
Immediate early genes
Magnetoception
Zenk
Resumo em inglês
Much evidence suggests that vertebrate animals are capable of detecting geomagnetic information, among them, we can cite the best studied classic example of homing pigeon (Columba livia). The discovery of biomagnetic material in the pigeon upper beak suggest the possibility of a magnetoceptor transduction mechanism situated in this area. Because of the results obtained in other contexts, the use of immediate early genes (IEGs), combined with disruptive treatments and classic orientation tasks is a promising tool towards a more accurate description of sensory channels and of neural processing mechanisms involved in orientation behaviour, particularly the putative magnetoception mechanism. Using IEG activity, specifically, the ZENK-immunoreactivity protein, we studied different pigeon brain areas activated after magnetic stimulation, compared to no stimulation, at two periods of latency after the end of the experimental session (1h and 3h). Quantitative analysis (T test) showed an increase in labeling in the prepiriform cortex (CPP) of stimulated pigeons in relatioin to controls (p=0,051), but no difference between 1h and 3h groups (one-way ANOVA). These neurons are related to the olfactory system, reforcing the idea that this system is important for orientation, but at the same time presents the first experimental evidence of a possible participation of olfactory pathways in magnetoception. This result indicates that it is important to take utmost care in interpreting results of behavioural experiments in which olfaction is inhibited, since such manipulations may not only cause anosmia, but also loss of magnetic sensitivity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-10-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.