• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Nathália Ferreira Lima
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Marcelo Urbano (Presidente)
Boscardin, Silvia Beatriz
Lalwani, Pritesh Jaychand
Lima, Maria Regina D'Imperio
Título em português
Mansonella ozzardi: uma filaria negligenciada que pode modular a resposta imune.
Palavras-chave em português
CD39
Citocinas
Linfócitos T CD4+ reguladores
Mansonelose
Resumo em português
As infecções humanas com a filaria Mansonella ozzardi ocorrem em focos situados em regiões tropicais e subtropicais da América Central e do Sul e frequentemente coexistem com outras doenças endêmicas tropicais. Na Amazônia brasileira, as infecções são geralmente assintomáticas e a maior parte delas, consequentemente, deixam de ser diagnosticada. As filarioses crônicas, geralmente não tratadas, podem criar um ambiente imunorregulador, caracterizado pela expansão de linfócitos T produtores de IL-10, que mediam a supressão de respostas proliferativas de células T frente a antígenos específicos bem como a antígenos não-relacionados. Neste trabalho, utilizamos marcadores de ativação celular (CD69 e HLA-DR) e de atividade reguladora (CD39, CTLA-4, OX40, GITR, LAG3, PD-1, LAP-TGF-β e TNFRII) para caracterizar populações de células mononucleares de sangue periférico (PBMCs) em indivíduos infectados por M. ozzardi bem como em controles saudáveis de uma área endêmica deste parasito na Amazônia Brasileira. A análise de PBMCs, por citometria de fluxo multiparamétrica de 49 pacientes infectados por M. ozzardi, mostrou que pacientes e controles apresentam proporções similares de Treg clássicas circulantes, no entanto, indivíduos infectados apresentam um aumento da proporção de células CD4+ e células T reguladoras (Tregs) que expressam a molécula CD39. Células Treg CD39+ parecem definir uma população distinta entre as Treg, pois ao compararmos os marcadores de regulação e ativação entre Tregs CD39+ e CD39- encontramos proporções aumentas destes marcadores nas Treg CD39+. O bloqueio dessa molécula em condições de reestimulo celular aumenta a produção de citocinas inflamatórias e diminui a produção de IL-10 confirmando seu papel regulador.
Título em inglês
Mansonella ozzardi: the neglected New World filarial nematode that can modulate the immune response.
Palavras-chave em inglês
CD39
Cytokines
Mansoneliasis
Regulatory CD4+ T cell
Resumo em inglês
Human infections with the filarial parasite Mansonella ozzardi are common in areas of tropical and subtropical Central and South America and often coexist with other endemic tropical diseases, such as malaria. In the Amazonian Basin of Brazil, infections are typically asymptomatic; most of them will remain undiagnosed. These chronic, untreated filarial infections are potentially associated with a regulatory immune environment, dominated by IL-10-producing T-cells, which mediate the suppression of T-cell proliferation in response to filarial and non-related antigens. Here, we used markers of cell activation (CD69 and HLA-DR) and regulatory activity (CD39, CTLA-4, OX40, GITR, and TNFRII) to characterize peripheral-blood mononuclear cell (PBMCs) subpopulations in individuals infected with |M. ozzardi and in healthy controls living in an area of M. ozzardi endemicity in the Brazilian Amazon. Multiparameter flow cytometry analysis of PBMCs from 49 malaria patients showed that patients and controls have similar proportions of classic circulating Tregs, however, the proportion of CD4 + cells and Tregs expressing the CD39 (an ectonucleotidase that regulates the balance of immune responses through Phosphohydrolysis of ATP, an inflammatory molecule in adenosine, an anti-inflammatory molecule), is increased in infected patients. CD39+Treg cells seem to define a distinct population among Tregs, compare activation and regulatory markers between CD39+ and CD39- Tregs - we found increased proportions of these markers in the CD39+ Tregs. Blocking this molecule under cellular restimulation conditions increases production of inflammatory cytokines and decreases IL-10 production, improving its regulatory role.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.