• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Franciane Mouradian Emidio Teixeira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Sato, Maria Notomi (Presidente)
Salles, Érika Machado de
Silveira, Eduardo Lani Volpe da
Viana, Isabelle Freire Tabosa
Título em português
Avaliação da resposta à vacina de DNA LAMP-1/p55Gag do HIV-1 e da geração de células T foliculares na imunização de camundongos neonatos
Palavras-chave em português
HIV
Imunogenicidade. Células T foliculares
Neonatos
Vacina de DNA
Resumo em português
O número de jovens infectados por HIV vem aumentando nas últimas décadas, o que salienta a necessidade de estratégias vacinais que sejam imunogênicas em fase precoce de vida capazes de induzir resposta de longa duração. A vacina quimérica LAMP-1/p55Gag, associa o gene que codifica a LAMP-1 (proteína de associação da membrana lisossomal) e o gene da gag do HIV-1, direciona o tráfego da proteína viralpara os compartimentos MIIC, possibilitando a apresentação dos peptídeos virais pela classe II do Complexo Principal de Histocompatibilidade (MHC II). Esta vacina quimérica é imunogênica em camundongos BALB/c adultos e neonatos e crucial para induzir resposta T e B de longa duração, com produção de elevados níveis de anticorpos. Contudo, os mecanismos imunológicos envolvidos na indução da resposta humoral da vacina LAMP/Gag, como a geração de células T auxiliares foliculares (TFH), ainda não são conhecidos no período neonatal. O objetivo do estudo foi avaliar a geração de células TFH, T citotóxicos e B foliculares em camundongos neonatos submetidos à imunização com as vacinas LAMP/Gag (LG) e Gag (G). Inicialmente,avaliamos a imunogenicidade das vacinas gênicas na imunização neonatal aos sete dias de idade em camundongos de linhagem C57BL/6. Os resultados mostram que a imunização neonatal com a vacina LG é capaz de aumentara frequência de células secretoras de IFN-ϒ aos peptídeos imunodominantes da região gag do HIV-1 e de células T CD8+IFN-ϒ+ comparadas a vacina Gag. A imunização neonatal com a vacina LG também levou a produção de títulos elevados de anticorpos IgG1 anti-p24 e aumento da porcentagem de células secretoras de IgG1 Gag-específicas. O priming neonatal com LG é capaz de promover resposta celular e humoral anti-Gag de longa duração. Além disto, a imunização neonatal (ip) com LG foi capaz de induzir células TFH (CD4+CXCR5+PD-1+Bcl-6+), linfócitos T CD8+ foliculares (TFC) (CD8+CXCR5+) e formação de centro germinativo (CG) nos linfonodos mesentéricos, contudo, ambas as vacinas induziram células B foliculares (CD19+CXCR5+). Apesar da menor frequência de TFH dos neonatos em relação a adultos na imunização com LG, houve frequência similar de células TFC. A imunização intradérmica convencional induziu aumento do número de células TFH nos linfonodos inguinais já ao terceiro dia após o reforço vacinal, embora frequência similar de células TFH, TFC e B foliculares. Neste período foi possível observar que a vacina LG também induziu a geração de células B de CG. Outra peculiaridade da vacina LG neonatal foi o aumento da expressão gênica da enzima citidina deaminase (AID). Os resultados mostram que a vacina L/AMP/Gag é imunogênica na fase neonatal de camundongos C57BL/6 quanto à geração de resposta celular e humoral antígeno-específica e resposta de longa duração, similarmente aos camundongos BALB/c. Os dados mostraram que a vacina LG é eficaz na indução de células T foliculares, na maturação de tecidos linfoides com formação de CGs e na indução de transcritos para AID. No conjunto, os achados evidenciam que a estratégia da vacina quimérica L/AMP/Gag é eficaz neste período da vida, e possui importante papel adjuvante na maturação da resposta humoral.
Título em inglês
Evaluation of response to the DNA vaccine LAMP-1/p55Gag of HIV-1 and generation of follicular T cells in the neonatal mice
Palavras-chave em inglês
DNA vaccine
Follicular T cells
HIV
Immunogenicity
Neonates
Resumo em inglês
The number of young people infected with HIV has been increasing in recent decades, which highlights the need for vaccine strategies that are immunogenic at early phase of life able of inducing long-term response. The chimeric LAMP-1/p55Gag vaccine, associates the gene encoding LAMP-1 (lysosomal associated membrane protein) and the HIV-1 gag gene, directs the traffic of viral protein to MIIC compartments, leading to presentation of the viral peptides through class II of the Major Histocompatibility Complex (MHC II). This chimeric vaccine is immunogenic in adult and neonatal BALB/c mice and crucial to induce long-term T and B responses, producing high levels of antibodies. However, the immunological mechanisms involved in the induction of the humoral response of the LAMP/Gag vaccine, such as the generation of T follicular helper cells (TFH), are unknown in the neonatal period. The objective of this study was to evaluate the generation of TFH, and follicular cytotoxic T cells and B cells in neonates submitted to immunization with the LAMP/Gag (LG) and Gag (G) vaccines. The results show that neonatal immunization at seven days-old in C57BL/6 mice strain with the LG vaccine is able to increasing the frequency of IFN-ϒ-secreting cells to the immunodominant peptides of the HIV-1 gag region and of CD8+IFN-ϒ+ T cells compared to the Gag vaccine. Neonatal immunization with the LG vaccine led to the production of high titers of anti-p24 IgG1 antibodies and the increased percentage of Gag-specific IgG1 secreting cells. Neonatal priming with LG is able to promote long-lasting anti-Gag humoral and cellular response. Moreover, neonatal (ip) immunization with LG was able to induce TFH cells (CD4+CXCR5+PD-1+Bcl-6 +), follicular CD8 + T cells (TFC) (CD8+CXCR5+) and germinal center (GC) formation in the mesenteric lymph nodes, whereas both vaccines induced follicular B cells (CD19+CXCR5+). Despite the lower frequency of TFH in neonates in relation to adult counterpartin the immunization with LG, a similar percentage of TFC cells was observed. Conventional immunization by intradermal immunization induced an increased number of TFH cells in inguinal lymph nodes on the third day after booster vaccination, despite the similar frequency of follicular TFH, TFC and B cells. In this period the LG vaccine also induced generation of CG B cells. Another peculiarity of the LG neonatal vaccine was the increase in the gene expression of the enzyme activation-induced cytidine deaminase (AID).The results show that the LAMP/Gag vaccine is immunogenic in the neonatal phase of C57BL/6 mice for the generation of antigen-specific humoral and cellular response and long-term response, similar to BALB/c mice. The findings showed effective induction of follicular T cells, maturation of lymphoid tissues with formation of GCs and up-regulation oftranscripts for AID. Taken together, our findings demonstrate that the LAMP/Gag chimeric vaccine strategy is effective at this time in life, and has an important adjuvant role in the maturation of the humoral response.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2021-04-28
Data de Publicação
2019-05-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.