• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.42.2015.tde-10062015-140608
Documento
Autor
Nome completo
Tatiane Aparecida Canhamero Gasparelo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Franco, Marcelo de (Presidente)
Garlet, Gustavo Pompermaier
Mauro, Eliana Faquim de Lima
Negro, Sonia Jancar
Passos Junior, Geraldo Aleixo da Silva
Título em português
Influência de Loci reguladores de inflamação aguda na determinação de cicatrização ou regeneração tissular em camundongos geneticamente selecionados para máxima ou mínima resposta inflamatória aguda.
Palavras-chave em português
Camundongos geneticamente selecionados
Cicatrização
Gene Slc11a1
Inflamação
Regeneração
Reparo tecidual
Resumo em português
Sublinhagens de camundongos AIRmax e AIRmin homozigotas para os alelos S do gene Slc11a1 diferem na capacidade de reparar um orifício na orelha. Os animais AIRmaxSS regeneraram o tecido da orelha 30 dias após a perfuração, enquanto que os animais AIRminSS apenas cicatrizaram a ferida mas nunca a restauraram completamente. A regeneração da orelha observada nos animais AIRmaxSS deve-se a inflamação menos intensa da área ferida no início do processo de reparação, culminando em baixa deposição de colágeno e expressão da proteína a-SMA na orelha desses animais e a repressão de genes participantes em funções relacionadas à contração muscular. Além disso, detectamos alguns genes candidatos no cromossomo 11 regulando o fenótipo de cicatrização tissular da orelha de camundongos AIRminSS. Os resultados obtidos sugerem que o grau da resposta inflamatória, assim como a ativação ou repressão de genes participantes durante os eventos de reparação tissular podem modular a qualidade da resolução da injúria, culminando em um processo regenerativo ou de cicatrização.
Título em inglês
Influence of regulatory loci of acute inflammation in determination of wound healing or regeneration in mice genetically selected for maximal or minimal acute inflammatory response.
Palavras-chave em inglês
Slc11a1 gene
Genetically selected mice
Inflammation
Regeneration
Tissue repair
Wound healing
Resumo em inglês
Homozygous AIRmax and AIRmin sublines for Slc11a1 R and S alleles differ in the ability to repair to the ear hole. AIRmaxSS mice exhibited regeneration 30 days after ear punch while AIRminSS animals did not show regeneration. The regeneration observed in AIRmaxSS mice was due to lower inflammation at the beginning of repair process resulting in less deposition of collagen and expression of a-SMA protein in the ears of these animals. Down regulated genes related with muscle contraction was observed in AIRmaxSS mice. In addition, AIRminSS mice presented gene cluster on chromosome 11 with expression profile that predispose them to wound healing with scar. These results suggest that the importance of regulating inflammation in the initial events and the activation and repression of some genes related to the wound healing phenotype can drives tissue regeneration or wound healing after ear punch.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.