• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.42.2007.tde-08012008-164837
Documento
Autor
Nome completo
Tania Cristina Saraiva
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Mônica Valdyrce dos Anjos Lopes (Presidente)
Bastos, Karina Ramalho Bortoluci
Furtado, Maria de Fátima Domingues
Título em português
Avaliação do papel da nattectina, toxina do veneno de Thalassophryne nattereri, na respota imune inata e específica.
Palavras-chave em português
Thalassophryne nattereri
Célula dendrítica
Inflamação
Lectina
Resposta imune
Toxina
Resumo em português
Diante da importância das lectinas no sistema imunológico avaliamos o papel da Nattectina, lectina tipo C identificada no veneno de Thalassophryne nattereri, no desenvolvimento das respostas imunes inata e específica. A Nattectina induziu peritonite em camundongos, caracterizada pelo influxo de neutrófilos e macrófagos, acompanhada da liberação de PGE2, LTB4, IL-1b, IL-6, KC, MCP-1, IL-10 e IL-12p70. A resposta imune específica induzida pela Nattectina foi caracterizada pela produção de anticorpos específicos IgG, IgG1 e principalmente IgG2a com síntese de IL-10 e IFN-g pelas células esplênicas re-estimuladas in vitro. A incubação de células dendríticas imaturas com a Nattectina gerou maturação destas células com aumento da expressão de moléculas MHC classe II, CD40, CD80, CD86 e expressão de MMP-2 e MMP-9 distribuídas no núcleo e no citoplasma celular, produção das citocinas IL-10 e IL-12p70 e eficiente apresentação antigênica. Concluímos que a Nattectina é capaz de induzir inflamação e resposta imune específica do tipo Th1 mediante a ativação de células dendríticas.
Título em inglês
Evaluation of the role of Nattectin toxin from the Thalassophryne nattereri venom in the innate and specific immune response.
Palavras-chave em inglês
Thalassophryne nattereri
Dentritic cell
Immune response
Inflammation
Lectin
Toxin.
Resumo em inglês
Due to the importance of the lectins in the immunological system we evaluated the role of Nattectin a C-type lectin identified in the venom of Thalassophryne nattereri on development of the innate and specific immune responses. Nattectin induced a significant cellular recruitment into peritoneal cavity of mice, mainly by influx of neutrophils, followed by macrophages, with synthesis of PGE2, LTB4, IL-1b, IL-6, KC, MCP-1, IL-10, and IL-12p70. The specific immune response induced by Nattectin was characterized by the production of specific antibodies IgG, IgG1 and mainly IgG2a with IL-10 and IFN-g synthesis by splenic cells. Incubation of immature dendritic cells with Nattectin resulted in maturation with up-regulation of MHC class II, CD40, CD80, CD86, and expression of MMP-2 e MMP-9 distributed in nucleus and cytoplasm. Mature dendritic cells produced and release IL-10 and IL-12p70 and present the antigen efficiently. We concluded that Nattectin is able to induce inflammation and Th1 specific immune response through the activation of dendritic cells.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.