• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2018.tde-12122017-170455
Documento
Autor
Nome completo
Nilvea Ramalho de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Custódio, Márcio Reis (Presidente)
Choueri, Rodrigo Brasil
Fonseca, Gustavo Fernandes Camargo
Whitton, Renata Guimarães Moreira
Título em inglês
Diplolaimella dievengatensis (Nematoda: Monhysteridae) as model organism in ecotoxicity assay
Palavras-chave em inglês
Ecotoxicology
Integrative taxonomy
Life-history theory
Marine nematodes
SDS
Resumo em inglês
Free-living marine nematodes are the most ubiquitous, abundant and diverse meiofaunal component of benthic communities. These are excellent model organisms, due to its short life span, wide availability and feasibility to cultivate with minimum laboratory facilities. In this study, a population of Diplolaimella dievengatensis Jacobs 1991 (Nematoda, Monhysteridae) from the relatively Pristine estuary of the Guaratuba River in São Paulo, Brazil was isolated and cultivated. The goals were; i- to apply an integrative taxonomic approach in order to compare this population from Brazil with another from the species type-locality in the Belgian Coast, with regard to morphological, life-cycle and the 18S gene of the rDNA molecular data; and ii- to compare, at the light of life history theory, the responses of life history parameters such as; fecundity, growth and survivorship of D. dievengatensis (here as a slower species) and Litoditis marina (Bastian, 1865) (Nematoda, Rhabditidae) (as a faster species) under sublethal exposition to the sodium dodecyl sulfate (SDS) surfactant. The population from Brazil was similar to that from Belgium coast in all parameters. Although morphometric analyses considered the Brazilian D. dievengatensis isometrically larger than the Belgian population regarding some characters, the presence of all diagnostic characters confirmed the similarity of both species. The life-cycle, hatching time, final body length, and biomass parameters were similar in both populations, in which females were larger than males. The population growth, measured as intrinsic rate of natural increase was slightly higher for the D. dievengatensis from Brazil (rm=0.41), than the European population (rm =0.348). Molecular comparison on Genbank showed 99.4% of similarity between both populations, indicating therefore, that D. dievengatensis from Brazil is similar to those from Belgium. In the chapter ii, both species responded differently to SDS exposition. Growth and reproduction rate of D. dievengatensis surprisingly were enhanced at low and intermediate concentrations of SDS (0.001 and 0.003%), while for L. marina these parameters were reduced in all SDS concentrations tested (0.001, 0.003 and 0.006%). The SDS did not affect the survivorship of adults of the slower specie. On the other hand, survivorship of adults of the fast species was significantly affected by SDS and this effect was dependent on adult gender, with reduced rates of males exposed to 0.006% SDS. Although both species are located nearby along the fast-slow continuum, they responded distinctly to of the toxic SDS effect. Effects over L. marina met the trend of faster species in allocating fewer investments in defenses against physiological injuries and on their own somatic maintenance. We propose that the apparent lower resistance of this faster species under stress at the individual level is balanced by their higher reproductive rates, conferring higher resilience to this species at the population level. Finally, it was demonstrated that the marine nematode D. dievengatensis is an important native model organism which can be used in a wide range of studies and experimental tests. Identifying and understanding differential effects of stress in the context of life-history theory is an important aspect which enhanced our understanding about the threats posed by anthropogenic activities on natural communities
Título em português
Diplolaimella dievengatensis (Nematoda: Monhysteridae) como organismo modelo em ensaios de ecotoxicidade
Palavras-chave em português
DSS
Ecotoxicologia
Nematodas marinhos
Taxonomia integrativa
Teoria da história de vida
Resumo em português
Nematodas marinhos de vida livre são o mais onipresentes, abundantes e diversos componentes da meiofauna em comunidades bênticas. São excelentes organismos modelo devido a seu curto ciclo de vida, ampla disponibilidade e viabilidade de cultivo com mínima estrutura laboratorial. Neste estudo, uma população de Diplolaimella dievengatensis Jacobs 1991 (Nematoda, Monhysteridae) do estuário relativamente prístino do rio Guaratuba, São Paulo, Brasil foi isolada e cultivada. Os objetivos foram: ii- aplicar uma abordagem taxonômica integrativa a fim de comparar esta população do Brasil com outra da localidade tipo dessa espécie, da costa da Bélgica, com relação à dados morfológicos, do ciclo de vida e molecular do gene 18S do rDNA; e ii-comparar, à luz da teoria da historia de vida, repostas de parâmetros do ciclo de vida tais como: fecundidade, crescimento e sobrevivência de D. dievengatensis (aqui como espécies mais lenta) e Litoditis marina (Bastian, 1865) (Nematoda, Rhabditidae) (como espécie rápida) sob exposição subletal ao surfactante dodecil sulfato de sódio (DSS) . A população do Brasil foi similar a da costa da Bélgica em todos os parâmetros. Embora analises morfométricas consideraram D. dievengatensis do Brasil isometricamente maior que a população belga em relação em algumas características, a presença de todos os caracteres diagnósticos confirmaram a similaridade de ambas as espécies. Os parâmetros de ciclo de vida, tempo de eclosão, comprimento corporal final e biomassa foram similares em ambas as populações, nas quais fêmeas foram maiores que machos. Crescimento populacional, mensurado como taxa intrínseca de crescimento natural foi ligeiramente mais alta para D. dievengatensisdo Brasil (rm=0.41), que para a população europeia (rm=0.348). Comparações moleculares no Genbank mostraram 99.4% de similaridade entre ambas populações, indicando portanto que a população do Brasil é similar a D. dievengatensis belga. No capítulo ii, ambas as espécies responderam distintamente a exposição ao SDS. Supreendentemente as taxas de crescimento e de reprodução de D. dievengatensis foram incrementadas sob concentrações mais baixas e intermediárias (0.001 e 0.003%), enquanto para L. marina esses parâmetros foram reduzidos em todas as concentrações de DSS testadas (0.001, 0.003 e 0.006%). O DSS não afetou a sobrevivência de adultos da espécie mais lenta. Por outro lado, a sobrevivência de adultos da espécie mais rápida foi significativamente afetada pelo SDS e esse efeito foi dependente do sexo, com taxas reduzidas em machos expostos a 0.006 % de DSS. Embora ambas as espécies estejam proximamente dispostas ao longo do gradiente "rápido-lento", elas responderam diferentemente ao efeito tóxico do DSS. Efeitos sobre L marina se enquadram no padrão de espécies mais rápidas ao alocar menores investimentos para as defesas contra danos fisiológicos e para sua própria manutenção somática. Nós propomos que a aparente menor resistência desta espécie rápida sob estresse ao nível individual é balanceada por suas altas taxas reprodutivas, conferindo mais alta resiliência a essa espécie ao nível populacional. Por fim, foi demonstrado que D. dievengatensis é um importante organismo modelo nativo que pode ser usado em uma ampla diversidade estudos e testes experimentais. Identificar e compreender diferentes efeitos do estresse dentro do contexto da teoria da história de vida é um aspecto importante, o qual tem aumentado nosso conhecimento sobre as ameaças de atividades antropogênicas sobre comunidades naturais
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Nilvea_Oliveira.pdf (1.61 Mbytes)
Data de Publicação
2018-01-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.