• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2007.tde-06112007-154609
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Pavão
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Xavier, Gilberto Fernando (Presidente)
Bueno, Orlando Francisco Amodeo
Piemonte, Maria Elisa Pimentel
Título em português
"Aprendizagem implícita e a doença de Parkinson"
Palavras-chave em português
Aprendizagem
Doença de Parkinson
Memória
Progressão
Tratamento
Resumo em português
A dupla dissociação entre os tipos de prejuízo de memória de longa duração em pacientes amnésicos e parkinsonianos reforça a noção de independência entre os sistemas de memória explícita e implícita. No entanto, apesar de ser amplamente aceito que pacientes com Doença de Parkinson (DP) apresentam prejuízo específico de funções de memória implícita, pelo menos nos estágios iniciais da doença, o grau de comprometimento desse sistema não é utilizado como critério de classificação. A avaliação da progressão da DP e de possíveis tratamentos é feita através de métodos como as escalas de Hoehn e Yahr (HY) e Unified Parkinson’s Disease Rating Scale (UPDRS), que apresentam uma série de fragilidades. Essa falta de instrumentos adequados para a avaliação da DP, gera dificuldades de verificar a eficácia de tratamentos para a doença, como, por exemplo, o tratamento proposto por Coimbra e Junqueira (2003), que consiste na administração de riboflavina e eliminação da carne vermelha da dieta. Assim, os objetivos do presente trabalho são (1) desenvolver uma estratégia de avaliação da progressão da DP e (2) avaliar se o tratamento por riboflavina concomitante à dieta sem carne vermelha de fato determina regressão da doença. O primeiro experimento deste estudo enfocou a primeira questão por meio de treinamento de pacientes com DP na tarefa de tempo de reação serial de oposição de dedos, uma tarefa que requer memória implícita, e outros teste neuropsicológicos, como tarefa de tempo de reação serial de oposição de dedos, tempo de reação simples, “vai-não-vai” e “1- atrás”. Foram observadas incongruências entre o desempenho e a classificação pela escala de Hoehn e Yahr; por outro lado, o índice desenvolvido no trabalho não apresentou incongruências e pareceu ser um bom indicador para classificação da DP. O índice é construído com base em medidas do tempo de reação e taxa de aprendizagem, que parecem apresentar o refinamento necessário para avaliar a progressão da doença e também mudanças em razão de tratamentos. O tratamento por riboflavina e eliminação da carne vermelha da dieta, que reduziria os sintomas motores da DP, foi avaliado utilizando as medidas de desempenho motor e aquisição de habilidade motora; os resultados são apresentados no segundo trabalho. Este estudo não foi suficiente para permitir uma conclusão definitiva sobre a eficácia ou ineficácia do tratamento. No entanto, resultados intrigantes foram obtidos sugerindo a necessidade de uma avaliação mais completa sobre a contribuição desse tratamento para aliviar os prejuízos associados à doença de Parkinson.
Título em inglês
Implicit memory and Parkinson's disease
Palavras-chave em inglês
Learning
Memory
Parkinson's disease
Progression
Treatment
Resumo em inglês
The double dissociation between the long-term memory losses in Parkinson’s disease (PD) and amnesic patients strengthens the implicit and explicit memory dissociation. However, although it is widely accepted that patients with PD have specific impairment of implicit memory functions, at least in the initial stages of the disease, the degree of this impairment is not used as criterion of classification. The progression of the PD and possible treatments are evaluated through methods as Hoehn and Yahr Staging of Parkinson’s disease (HY) and Unified Parkinson's Disease Rating Scale (UPDRS), that present a series of fragilities. This lack of evaluation instruments adjusted to PD generates difficulties to verify the effectiveness of treatments, for example, the one proposed by Coimbra and Junqueira (2003), which consists in administration of high doses of riboflavin and a red-meat-free diet. Thus, the objectives of the present work are (1) to develop an evaluation strategy of PD progression and (2) to evaluate if riboflavin associated with red-meat-free diet determines regression of the disease. The first experiment of this study focused on the first question by training PD patients in a serial reaction time of fingers-to-thumb task, which requires implicit memory, and other nuropsychological test, as simple reaction time, “go-no-go” and “1-back”. Incongruences between performance and HY classification were observed; on the other hand, the index developed in the work did not present incongruences and seemed to be a good indicator for classification of the PD. The index is based in reaction time measures and learning rate, that seem to present the necessary refinement to evaluate the progression of the disease and changes related to treatments. The treatment of riboflavin associated with red-meat-free diet, which may reduce the motor symptoms of the PD, was evaluated using the measures of motor performance and acquisition of motor skill; the results are presented in the second experiment. This study did not concluded emphatically the effectiveness of the treatment. However, intriguing results suggest the necessity of a more complete evaluation of the treatment’s contribution to reduce impairments associated to Parkinson’s disease.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Rodrigo_Pavao.pdf (4.08 Mbytes)
Data de Publicação
2007-11-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.