• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2006.tde-28032008-112111
Documento
Autor
Nome completo
Ana Claudia Rocha Braga
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Motta Junior, Jose Carlos (Presidente)
Silva, Wesley Rodrigues
Tubelis, Darius Pukenis
Título em português
Uso do hábitat da corujinha-do-mato Megascops choliba e da coruja-buraqueira Athene cunicularia (Strigiformes: Strigidae) em remanescentes de cerrado da região central do Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Athene cunicularia
Megascops choliba
Uso do habitat
Resumo em português
O cerrado é a maior, mais rica e provavelmente a mais ameaçada savana tropical do mundo. No entanto, grande parte de sua área foi ocupada por empreendimentos de agropecuária, nos quais não foram respeitados princípios básicos de conservação, sendo que cada grupo ou táxon reage de forma diferente a mudanças ambientais desse tipo. As aves de rapina, como os Falconiformes e os Strigiformes, são especialmente prejudicadas, pois são considerados predadores de topo de muitas teias alimentares. Porém, para saber como essas aves são afetadas pelas mudanças ambientais causadas pela ação do homem é necessário entender quais fatores são relevantes na "escolha" do ambiente de determinada espécie e assim compreender a razão de uma possível seletividade de hábitat. Sendo assim, o presente estudo observou características ecológicas de duas espécies de corujas comuns e bem distribuídas no Brasil, Megascops choliba e Athene cunicularia. Dentre os objetivos estão analisar a metodologia de estudo dessas aves de rapina, com possíveis efeitos na detecção de contatos e verificar o uso de hábitat, em diferentes fisionomias de cerrado, por parte das duas espécies de corujas. O estudo foi realizado na região da Estação Ecológica de Itirapina, no interior do estado de São Paulo. Para contatar as corujas foram realizados experimentos de playback em pontos de amostragem distribuídos em quatro fisionomias (neste estudo consideradas habitats) de cerrado. A atividade vocal de M. choliba variou conforme a temperatura e a umidade relativa. Esta espécie respondeu mais ao playback em condições de temperatura e umidade relativa altas. Athene cunicularia mostrou variar sua atividade vocal conforme a fase da lua e a intensidade do vento. Indivíduos desta espécie respondem mais intensamente ao playback em noites de lua cheia e menos em noites com ventos mais fortes. As duas espécies de corujas se distribuem diferentemente entre as fisionomias de cerrado. Athene cunicularia distribui-se distintamente entre fisionomias fechadas e abertas (Hk-w = 9,976; p = 0,0188), utilizando mais frequentemente as os campos limpo e sujo. Megascops choliba também se distribui diferentemente entre as fisionomias de cerrado (Hk-w = 10,88; p = 2 0,0137), utilizando preferencialmente o campo cerrado e o cerrado s.s.. Segundo os modelos tidos como os melhores, pela seleção de modelos feita através do AIC (Aikaike's Information Criterion), a variável com maior poder explicativo é o número de arbóreas para as duas espécies. Megascops choliba e A. cunicularia se segregam ecologicamente, havendo partição divergente de recursos espaciais, devido a seus requisitos para nidificação e forrageamento. Ocorre sobreposição intermediária no uso do habitat entre ambas espécies (O = 0,466). Já quanto a amplitude de nicho espacial (uso de habitat) M. choliba foi generalista (Bst = 0,753) e A. cunicularia intermediária (Bst = 0,453). Sendo assim, estas espécies divergem na seleção de habitat, se distribuindo diferentemente entre as fisionomias de cerrado de acordo com o número de arbóreas. Este estudo sugere, ainda, a importância de se levar em consideração as variáveis climáticas em estudos com o uso de vocalizações de aves de rapina noturnas, servindo também de subsídio para pesquisas futuras sobre censo dessas aves.
Título em inglês
Habitat use of Tropical Screech Owl (Megascops choliba) and Burrowing Owl (Athene cunicularia) on patchez of cerrado in state of São Paulo, Brazil
Palavras-chave em inglês
Burrowing Owl
Habitat use
Tropical Screech Owl
Resumo em inglês
The Cerrado biome is the largest, richest and perhaps the most threatened tropical savannah of the world. However, most part of its natural areas has been transformed on agrosystems and pastures where basic principles of conservation weren't respected. Each biological group or taxa are affected on different ways by this change. Birds of prey are particularly affected because of its position in trophic webs, as they are top predators. To understand how these birds are affected by change caused by human land use, it is necessary to understand which factors are important for habitat selection, and then understand the species-habitat relationship. Thus, we observed ecological aspects of two widespread and common owls on Brazil: Tropical Screech-Owls (Megascops choliba) and Burrowing Owl (Athene cunicularia). The main objectives of this study included an analysis of methodological aspects of studying these owls species through playback and observe their habitat use. The study was conducted in the Estação Ecológica de Itirapina, State of São Paulo, Brazil. For doing it, we used playback experiments to detect these owls on four different cerrado physiognomies Vocal activities of Tropical Screech-owls were more detected in conditions of higher temperature and humidity. On the other hand, the Athene cunicularia answered more to playback in lower wind speed conditions and/or at full moon nights. The Burrowing Owl explored more frequently open physiognomies of cerrado, as campo limpo and campo sujo (Hk-w = 9.976; p = 0.0188). Conversely, Megascops choliba is more often found on campo cerrado, avoiding campo limpo (Hk-w = 10.88; p = 0.0137). According to Aikaike's Information Criterion (AIC) selection model, the most important variable to explain the distribution of both species in cerrado is the number of trees. There was ecological segregation between Megascops choliba and A. cunicularia. The spatial niche was intermediarily segregated (Pianka´s niche overlap measure O = 0.466), according their different needs for nesting and foraging. Additionally, these owls displayed broader (M. choliba Bst = 0.753) or intermediate (A. cunicularia Bst = 0.453) spatial niche breadths. On this sense, these owls have different needs on habitat selection, and their different distributions in cerrado were related more intrinsically to the number of trees present on each physiognomy, which is related to their nesting and foraging requirements. Aditionally, this study suggests, the importance to consider the influence of weather conditions on broadcast survey techniques for nocturnal raptors, which may be considered in further studies on census of these birds.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-04-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.