• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2018.tde-20092018-103043
Documento
Autor
Nome completo
Karina Campos Tisovec Dufner
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pardini, Renata (Presidente)
Marchini, Silvio
Prado, Paulo Inácio de Knegt López de
Torres, Patricia Carignano
Título em inglês
Intention of preserving forest remnants among landowners in the Atlantic Forest: the role of the ecological context and experiences with nature
Palavras-chave em inglês
Ecosystem services
Environmental psychology
Socioecological systems
Theory of planned behavior
Tropical forest
Resumo em inglês
Unravelling the psychological processes determining landowners' support towards forest conservation is key, particularly, in developing countries, where most forest remnants are within private lands. As human-nature connections are known to shape pro-environmental behaviors, the intention of preserving forest remnants should be ultimately determined by the ecological context people live in. Here, we investigate the pathways through which the ecological context (forest cover), via experiences with nature (contact, uses and losses associated with forests), influences the psychological determinants of conservation behavior (beliefs, attitude and intention towards preserving forest remnants). We conceptualized a model based on the Reasoned Action Approach, using the ecological context and experiences with nature as background factors, and tested the model using Piecewise SEM. Data was collected through an interview-based protocol applied to 106 landowners across 13 landscapes varying in forest cover in a region in the Brazilian Atlantic Forest. Our results indicate that: (i) ecosystem services are more important than disservices for shaping intention of preserving forests, particularly those related to non-provisioning benefits; (ii) contact with forest has an indirect effect on intention, by positively influencing forest uses; (iii) people living in more forested ecological contexts have more experiences with nature, and ultimately stronger intention of preserving forests. Hence, our study suggests a dangerous positive feedback loop between deforestation and the extinction of human-nature connections. Local demands across the full range of ecosystem services, the balance between services and disservices, and the ecological context people live should be considered when developing conservation initiatives in rural areas
Título em português
Intenção de preservar remanescentes florestais entre proprietários de terra na Mata Atlântica: o papel do contexto ecológico e das experiências com a natureza
Palavras-chave em português
Floresta tropical
Psicologia ambiental
Serviços ecossistêmicos
Sistemas socioecológicos
Teoria do comportamento planejado
Resumo em português
Desvendar os processos psicológicos que determinam o apoio dos proprietários de terras à conservação das florestas é fundamental, particularmente, nos países em desenvolvimento, onde a maioria dos remanescentes florestais se encontra em áreas privadas. Como as conexões humano-natureza são conhecidas por moldar comportamentos pró-ambientais, a intenção de preservar remanescentes florestais deve ser, em última instância, determinada pelo contexto ecológico no qual as pessoas vivem. Neste trabalho, investigamos os caminhos pelos quais o contexto ecológico (cobertura florestal), através das experiências com a natureza (contato, usos e perdas associados às florestas), influencia os determinantes psicológicos do comportamento de conservação (crenças, atitude e intenção de preservar remanescentes florestais). Formulamos um modelo baseado na Abordagem da Ação Racional, usando o contexto ecológico e as experiências com a natureza como fatores de base, e o testamos através da Piecewise SEM. Os dados foram coletados através de protocolo aplicado, por meio de entrevista, a 106 proprietários de terra em 13 paisagens que variam em cobertura florestal em uma região da Mata Atlântica. Nossos resultados indicam que: (i) serviços ecossistêmicos são mais importantes que desserviços para moldar a intenção de preservar florestas, particularmente outros serviços que não os de provisão; (ii) o contato com a floresta tem um efeito indireto sobre a intenção, influenciando positivamente os usos da floresta; (iii) as pessoas que vivem em contextos ecológicos mais florestados têm mais experiências com a natureza e, assim, uma intenção mais forte de preservar as florestas. Nosso estudo, portanto, sugere um perigoso ciclo de retroalimentação positiva entre o desmatamento e a extinção das conexões humano-natureza. As demandas locais considerando toda a gama de serviços ecossistêmicos, o balanço entre serviços e desserviços e o contexto ecológico no qual as pessoas vivem devem ser considerados ao se desenvolverem iniciativas de conservação em áreas rurais
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.