• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.41.2015.tde-20052015-090603
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Cavalcanti Maia Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Bitencourt, Marisa Dantas (Presidente)
Costa, Tania Marcia
Gasalla, Maria de los Angeles
Santos, Rozely Ferreira dos
Souto, Francisco José Bezerra
Título em português
A pesca nos manguezais no Estuário do Rio São Francisco: uma abordagem sócio-ecológica com ênfase no caranguejo Ucides cordatus (Linnaeus, 1763)
Palavras-chave em português
Análise multi-critério
Conservação
Crustáceos
Etnoecological
Pesca artesanal
Sistema sócio-ecológico
Resumo em português
No Nordeste do Brasil, o estuário do Rio São Francisco apresenta extensas áreas de manguezais (32 km2) cujos recursos são utilizados por populações humanas. Este estudo considerou a metodologia de sistemas sócio-ecológicos complexos para analisar a pesca nos manguezais desse estuário, com ênfase no caranguejo Ucides cordatus. Por meio da integração de dados de diferentes áreas (etnobiologia, levantamentos socioeconômicos, estrutura populacional do caranguejo, características da vegetação, arranjo espacial da paisagem, sensoriamento remoto e geoprocessamento) em uma análise multicritério foi determina e mapeada a aptidão dos manguezais para a conservação e a pesca dessa espécie. Uma diversidade de recursos pesqueiros do manguezal (por exemplo, peixes, caranguejos e moluscos), constitui a principal base da economia de subsistência local, em que o caranguejo U. cordatus é o mais importante. As populações locais possuem um vasto conhecimento sobre o tamanho populacional e corporal, ciclo de vida, diferenciação sexual e habitat dessa espécie, e aplicam práticas conservacionistas no uso da redinha. A estrutura populacional do caranguejo revelou um alto potencial pesqueiro, com maior abundância de caranguejos de tamanho comercial do que os de tamanho não comercial. Os manguezais mais aptos para a conservação de U. cordatus (9,4 km2) estão localizados próximos à foz e apresentam alta abundância de caranguejos não comerciais, baixa densidade de caranguejos comerciais e baixo grau de utilização para a pesca. Os manguezais mais aptos para a pesca (10,2 km2) estão distantes da foz e apresentam alta abundância de caranguejos de tamanho comercial, baixa densidade de caranguejos em tamanho não comercial, caranguejos grandes, médio a alto grau de uso e estão próximos aos povoados. Os mapas de aptidão gerados podem auxiliar as agências governamentais no delineamento de áreas extrativistas e de exclusão da pesca, como sugerido no Plano Nacional de Gestão para o Uso Sustentável do Caranguejo-uçá
Título em inglês
Mangrove fisheries in the São Francisco River Estuary (Northeastern, Brazil): a socio-ecological approach with emphasis on the mangrove crab Ucides cordatus (Linnaeus, 1763)
Palavras-chave em inglês
Conservation
Crustaceans
Ethnoecology
Multi-criteria evaluation
Small-scale fishery
Socio-ecological systems
Resumo em inglês
In Northeastern Brazil, the São Francisco River Estuary comprises a significant mangrove area (32 km2) used by local human populations. This study considered the framework of socio-ecological systems to analyze the mangrove fishery in this estuary, with emphasis on the crab Ucides cordatus. By the integration of data from different fields (etnobiology and socio-economic surveys, crab population structure, vegetation features, landscape arrangement, remote sensing and geoprocessing) in a multi-criteria analysis, we determined and mapped the suitability of the mangroves for the conservation and fishery of this species. We found that a diversity of mangrove fisheries (e.g. fish, crabs and mollusks) constitute the main base of the local subsistence economy, wherein the Ucides cordatus is the most important. The local populations have a substantial knowledge about this crab population and body sizes, life cycle, sexual differentiation, behavior and habitat, and apply conservation practices in the use of the "redinha". The population structure of the crab U. cordatus revealed a high fishery potential, with higher abundance (frequency and density) of crabs in commercial size than the non-commercial sized crabs. The mangroves more suitable for the crab conservation (9.4 km2) are those close to the river mouth, showing high abundance of non-commercial crabs, low density of commercial crabs and low degree of use for fishery. On the other hand, the mangroves more suitable for the crab fishery (10.2 km2) are those located far from to river mouth, showing high density and frequency of crabs in commercial size, low density of crabs in non-commercial size, big sized crabs, medium to high degree of use, and are close to the fishery villages. The maps of suitability can aid government agencies in delineating extractive and fishery exclusion areas, as stated by the Proposal of a National Management Plan for this crab, in order to achieve a sustainable fishery
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Luciana_Santos.pdf (4.23 Mbytes)
Data de Publicação
2015-05-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.