• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.41.2002.tde-13042006-144315
Document
Auteur
Nom complet
Cristina Adams
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2002
Directeur
Jury
Neves, Walter Alves (Président)
Futemma, Célia Regina Tomiko
Metzger, Jean Paul Walter
Murrieta, Rui Sergio Sereni
Viertler, Renate Brigitte
Titre en portugais
"Estratégias adaptativas de duas populações caboclas (Pará) aos ecossistemas de várzea estuarina e estacional: uma análise comparativa".
Mots-clés en portugais
Amazônia
Antropologia nutricional
antropometria
Caboclos
consumo alimentar
Resumé en portugais
Esta tese apresenta um estudo comparativo da qualidade de vida biológica de duas populações caboclas amazônicas situadas na bacia do rio Amazonas, em dois tipos diferentes de várzeas: estacional (Ilha de Ituquí, município de Santarém-PA) e estuarina (município de Ponta de Pedras, Ilha de Marajó, PA), com o objetivo de investigar a influência da diversidade ambiental regional sobre os sistemas sociais. Como parâmetro para a avaliação da qualidade de vida biológica das populações utilizou-se o status nutricional, obtido através de estudos antropométricos e de consumo alimentar. Foram realizados dois tipos de comparações: inter e intraecossistemas. O objetivo principal da tese foi avaliar se a tipologia de bacias proposta para a Amazônia, com base na produtividade das águas, é suficiente para explicar a variabilidade encontrada na qualidade de vida biológica das populações caboclas da Amazônia. Foram testadas duas hipóteses: (1) populações caboclas amazônicas localizadas num mesmo tipo de bacia não apresentam diferenças significativas nos parâmetros de avaliação de sua qualidade de vida biológica; (2) diferenças microecológicas locais resultam em diferenças significativas nos parâmetros de avaliação da qualidade de vida biológica das populações caboclas. As conclusões foram: (1) que existe um quadro de desnutrição crônica na região amazônica que, todavia, não pode ser explicado primordialmente por uma escassez alimentar; (2) não existe um problema de desnutrição aguda; (3) populações caboclas assentadas em diferentes regiões ao longo do rio Amazonas apresentam diferenças significativas no status nutricional; (4) populações caboclas assentadas num mesmo ecossistema – várzea estacional ou estuarina – apresentaram algumas diferenças significativas em termos de status nutricional; (5) a dieta básica das sociedades caboclas, composta por peixe e derivados de mandioca, complementados por outros itens, é adequada em termos protéicos, mas ligeiramente insuficiente em termos energéticos; (6) as mulheres parecem ter um mecanismo de resiliência fisiológica contra variações ambientais, que mantém os estoques de gordura corpórea em níveis mais satisfatórios que os homens; (7) o ambiente como explicação causal para as diferenças de qualidade de vida biológica observadas nas populações, é insuficiente, e outras variáveis devem ser levadas em consideração (fatores históricos, sócio-culturais, políticos, econômicos).
Titre en anglais
Adaptive Strategies of Two Caboclos Populations (Pará, Brazil) to the Estuarine and Seasonal Floodplain Ecosystems: a comparative analysis
Mots-clés en anglais
Amazon
anthropometry
Caboclos
food intake
nutricional anthropology
Resumé en anglais
A comparative study of the biological well being of two Amazonian caboclo populations situated in the Amazon Basin, in two different ecosystems (seazonal and estuarine várzeas), was undertaken. The main objective was to evaluate if the basin typology proposed for the Amazon region (Sioli 1984), based on the kind of water (clear, white, black), could explain the variability in biological well being among caboclo populations. Nutritional status was used as an indicator of well being, and was assessed with the use of food intake and anthropometry. Two hypothesis were tested: (1) caboclo populations living in the same basin do not show significant differences in nutritional status; (2) local ecological differences affect the nutritional status of caboclo populations living in the same basin. The conclusions were: (1) caboclo populations living in different ecosystems in the Amazon basin show significant differences in nutritional status; (2) caboclo populations living within the same ecosystem show some differences in nutritional status; (3) the populations investigated are affected by chronic undernutrition, that cannot be explained only in terms of insufficient food intake; (4) acute undernutrition was not observed; (5) caboclo’s basic diet, consisting of fish and manioc as staple foods, is adequate in terms of protein intake, but slightly insufficient in terms of energy intake; (6) women may be more buffered than man against environmental variations in food availability; (7) environmental causes alone are not enough to explain differences in the nutritional well being of caboclo populations, and other factors should be considered (historical, cultural, political and economical).
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
tese.pdf (2.56 Mbytes)
Date de Publication
2006-05-26
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2019. Tous droits réservés.