• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.41.2009.tde-12042009-214021
Documento
Autor
Nome completo
Maria Francisca Roncero Siles
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Bitencourt, Marisa Dantas (Presidente)
Gomes, Eduardo Pereira Cabral
Magro, Teresa Cristina
Pivello, Vania Regina
Rodrigues, Ricardo Ribeiro
Título em português
Efeitos do pisoteio humano experimental sobre a vegetação em fragmentos de Floresta Pluvial Tropical Atlântica, São Paulo, Brasil
Palavras-chave em português
Ecologia da Recreação
Resiliência
Resistência
Subsídios para o manejo da visitação
Tipos morfo-funcionais vegetais
Vulnerabilidade
Resumo em português
O crescente fluxo de visitantes em áreas naturais, com a conseqüente pressão sobre os recursos naturais, provocou o aumento da preocupação com os impactos negativos gerados. A Ecologia de Recreação estuda os impactos das atividades recreativas nos ambientes visitados, ocupando-se de fornecer resultados que sejam úteis ao manejo desses impactos. Os efeitos do pisoteio humano sobre a vegetação têm despertado particular interesse em diversos ecossistemas do mundo, com publicações concentradas basicamente nas regiões temperadas. No presente trabalho foi realizado um estudo experimental de pisoteio para avaliar a resposta da vegetação em áreas de Floresta Pluvial Tropical Atlântica em três Unidades de Conservação no Estado de São Paulo, Brasil. O desenho experimental foi em blocos randômicos, tendo sido aplicados quatro níveis de intensidade de pisoteio, em uma única estação, com medidas feitas imediatamente antes do impacto e repetidas em vários períodos, de modo a acompanhar a recuperação da vegetação. As variáveis analisadas foram: a cobertura vegetal total, a riqueza de tipos vegetais morfo-funcionais, a cobertura de cada tipo e a quantidade de solo exposto. No geral, confirmando estudos anteriores em outras regiões, os resultados mostraram relações não-lineares entre o nível de impacto e o efeito nas variáveis medidas na vegetação. As três áreas estudadas tiveram respostas diferentes, duas mostraram-se pouco resistentes e resilientes e outra apresentou resistência moderada e recuperação após um ano. Esses resultados podem subsidiar futuras estratégias de manejo em ambientes semelhantes.
Título em inglês
Experimental human trampling effect on the vegetation in fragments of the Atlantic Rain Forest, São Paulo, Brazil
Palavras-chave em inglês
Plant morpho-functional types
Recreation Ecology
Resilience
Resistance
Visitation management subsidies
Vulnerability
Resumo em inglês
The growing flow of visitors at natural areas, with the consequent pressure over natural resources caused an increase on concerns about the produced negative impacts. Recreation Ecology studies the impacts of recreational activities at visited environments, aiming to provide results which are useful for the management of these impacts. The effects of human trampling on vegetation have raised particular interest in several ecosystems in the world, with publications basically centered in temperate regions. An experimental trampling study was carried out in the present work to evaluate the response of vegetation in areas of Atlantic Tropical Rain Forest, at three protected areas in São Paulo State, Brazil. A randomized block design was done, on which four trampling intensity levels have been applied during an only Season with measurements taken immediately before the impact and repeated at various periods, to follow vegetation recovery. The variables analyzed were: herbaceous plant total cover, richness of plant morpho-functional types, coverage of each type and the amount of bare ground. In general, confirming previous studies in other regions, the results showed non-linear relationships between impact level and effect on measured variables on vegetation. The three studied areas had different responses, two were little resistant and resilient and the other showed moderate resistance and recovery after a year. These results can be used to subsidize future management strategies in similar areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-05-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.