• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.41.2008.tde-02122008-163811
Documento
Autor
Nome completo
Elaine Maria Lucas Gonsales
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Martins, Marcio Roberto Costa (Presidente)
Brasileiro, Cinthia Aguirre
Motta Junior, Jose Carlos
Nogueira, Cristiano de Campos
Sawaya, Ricardo Jannini
Título em português
Diversidade e conservação de anfíbios anuros no estado de Santa Catarina, sul do Brasil
Palavras-chave em português
Anfíbios
Conservação
Distribuição geográfica
Estado de Santa Catarina
Riqueza
Resumo em português
Apesar da elevada diversidade de anfíbios anuros na Mata Atlântica, as variações geográficas na riqueza e na composição das taxocenoses são pouco conhecidas. Este estudo sintetiza o conhecimento atual sobre a riqueza e a distribuição geográfica de anuros no Estado de Santa Catarina, sul do Brasil, e identifica as principais lacunas de áreas para a conservação e de conhecimento sobre as espécies. As informações foram obtidas por meio da consulta de exemplares depositados em dez coleções científicas nacionais, literatura e em campo. As visitas a campo foram realizadas em áreas carentes de informações e/ou com necessidade de coleta de espécies com problemas taxonômicos, identificadas a partir de análises preliminares. Padrões gerais de distribuição foram investigados considerando a amplitude total da distribuição geográfica de espécies ocorrentes no Estado. As variações na riqueza e endemismo de anuros foram analisadas utilizando análise de agrupamento e análise de parcimônia de endemismo (APE). Para isso, o Estado foi dividido em cinco eco-regiões, considerando as variações na complexidade estrutural da vegetação, características de clima e heterogeneidade de relevo. Para identificar as regiões prioritárias para a conservação de anuros, bem como as principais lacunas de conhecimento e de áreas para a conservação, a área territorial do Estado foi dividida em quadrículas, e a riqueza de espécies, esforço de amostragem, representatividade da fauna, insubstituibilidade e número de espécies ameaçadas e quase ameaçadas de extinção foram analisadas para cada quadrícula e em diferentes escalas. Registramos uma riqueza em torno de 144 espécies de anuros no Estado. Esta riqueza corresponde a 60% das famílias, 37% dos gêneros e 17% das espécies de anuros conhecidas no Brasil (830 espécies). Os padrões gerais de distribuição geográfica revelaram uma fauna típica das porções sudeste e sul da Mata Atlântica. A maior riqueza de espécies, e a maior taxa de endemismo foram encontradas nas encostas e escarpas da Serra do Mar e Serra Geral, na região leste do Estado. As maiores lacunas de áreas para a conservação também foram identificadas nesta região. A área do planalto meridional apresenta relativamente poucos remanescentes de vegetação natural e as maiores lacunas de conhecimento. Não somente as áreas de elevada diversidade e endemismo devem ser consideradas como de especial prioridade na conservação de anuros no Estado de Santa Catarina, mas o aumento no conhecimento sobre a diversidade nas áreas desprovidas de informações também é prioritário.
Título em inglês
Diversity and Conservation of amphibians in Santa Catarina State, southeastern Brazil
Palavras-chave em inglês
Amphibians
Conservation
Geographic distributions
Richness
Santa Catarina State
Resumo em inglês
Despite the high diversity of anurans in the Atlantic Forest, little is known about geographic variations in the richness and composition of assemblages. This study summarizes the current knowledge on the richness and geographic distribution of anurans in Santa Catarina State, southern Brazil, and identifies areas for conservation and the main knowledge gaps on species. The information was obtained by examining ten national scientific collections, literature, and in the field. Field trips were carried out in areas with little information available and/or from which specimens with taxonomic problems were needed for collections, identified based on preliminary analyses. General distribution patterns were examined using the total extent of the geographic distribution of the species found in the state. Variations in anuran richness and endemism were examined using grouping analysis and parsimony analysis of endemicity (PAE). To this end, the state was divided into five eco-regions, based on variations in the structural complexity of the vegetation, climate features, and relief heterogeneity. To identify priority regions for anuran conservation, as well as the main gaps on the knowledge and areas for conservation, the territorial area of the state was divided into squares. Species richness, sampling effort, representativeness of the fauna, irreplaceability, and number of species near threatened or threatened with extinction were analyzed for each plot and on different scales. A richness of approximately 144 anuran species was found in the state, representing 60% of families, 37% of genera, and 17% of anuran species known in Brazil (830 species). The general patterns of geographic distribution revealed a fauna typical of southeastern and southern regions of the Atlantic Forest. The highest species richness and endemic rates were found in the foothills and cliffs of the Serra do Mar and Serra Geral, in the eastern region of the state. The widest gaps regarding areas for conservation were also identified in this region. The southern highland area presents relatively few reminiscent patches of natural vegetation and is the most poorly known. Areas with high diversity and endemism levels need to be considered as of special importance regarding anuran conservation in Santa Catarina State, however, increase in the knowledge on diversity of poorly known areas should also be a priority.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
elaine_lucas.pdf (3.72 Mbytes)
Data de Publicação
2008-12-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.