• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.41.2008.tde-29052008-145445
Documento
Autor
Nome completo
Marcio Bernardino da Silva
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Rocha, Ricardo Pinto da (Presidente)
Amorim, Dalton de Souza
Kury, Adriano Brilhante
Marques, Antonio Carlos
Nihei, Silvio Shigueo
Título em português
Biogeografia de opiliões Gonyleptidae na Mata Atlântica, com revisão sistemática de Hernandariinae (Arachnida, Opiliones)
Palavras-chave em português
Análise cladística
Áreas de endemismo
Biogeografia
Diversidade
Opiliones
Relações históricas
Resumo em português
Os opiliões são um bom modelo para o estudo da biogeografia histórica, especialmente na Mata Atlântica, onde existe a maior diversidade de espécies do grupo no mundo. A presente tese foi dividida em três capítulos: o primeiro objetiva a delimitação de áreas de endemismo para a Mata Atlântica, usando a ocorrência de espécies de Gonyleptidae; o segundo objetiva encontrar um padrão geral de relação histórica entre essas áreas de endemismo que explique a diversificação no bioma, usando as filogenias de sete subfamílias de Gonyleptidae; o terceiro é a revisão sistemática da subfamília Hernandariinae. Foram delimitadas 12 áreas de endemismo para a Mata Atlântica, usando a ocorrência de 109 espécies. Foram usados os métodos numéricos PAE (Análise de Parcimônia de Endemicidade) e NDM, e desenvolvidos seis Critérios Combinados para a avaliação e delimitação das áreas. Para procurar por um padrão geral histórico de relação entre essas áreas, foram usados os métodos de biogeografia cladística para construção de cladogramas gerais de áreas. As 12 áreas de endemismo se relacionam historicamente formando três blocos principais na Mata Atlântica, com a separação do componente norte (Pernambuco e Bahia) inicialmente e posterior separação do componente central (Rio de Janeiro e São Paulo) do componente sul (sul de São Paulo, Paraná e Santa Catarina). São discutidos os principais eventos históricos geológicos, climáticos e biológicos que determinaram essas divisões e a diversificação da fauna de opiliões no bioma. A subfamília Hernandariinae, após a presente revisão, é composto por 23 espécies em 6 gêneros. Nova classificação é proposta baseada em uma análise cladística usando 67 caracteres morfológicos. Quatro novas combinações foram propostas: Hernandaria armatifrons, H. una, Acrogonyleptes granulatus e A. pectinifemur. Três revalidações de espécies são propostas: A. granulatus, A. pectinifemur e A. spinifrons. Oito espécies novas são propostas: quatro de Hernandaria, duas de Acrogonyleptes e duas de Pseudotrogulus. Seis sinonímias são propostas: Proweyhia e Metaxundarava = Hernandaria, Apembolephaenus calcaratus = H. armatifrons, Paraproweyhia = Acrogonyleptes, Paraproweyhia curitibae = A. exochus, e Melloleitaniana curitibae = A. spinifrons. Ariaeus é transferido para Gonyleptinae.
Título em inglês
Biogeography of harvestmen of Atlantic Rainforest, with systematic review of the subfamily Hernandariinae (Arachnida: Opiliones)
Palavras-chave em inglês
Areas of endemism
Biogeography
Cladistic analysis
Diversity
Historic relationships
Opiliones
Resumo em inglês
Harvestmen are a good model to historical biogeography studies, especially in Atlantic Rain Forest of Brazil, where harbors the greatest species diversity of the group in the world. This thesis was divided in three chapters: the first one aimed to delimit areas of endemism for Atlantic Forest, using the occurrence of species of Gonyleptidae; the second one aimed to search for a general pattern of historical relationships among areas of endemism that explain the diversification of bioma, using phylogenies of seven Gonyleptidae subfamilies; the third one reviewed the subfamily Hernandariinae. Twelve areas of endemism were delimited for Atlantic Forest, using the occurrence of 109 species. Numerical methods PAE (Parsimony Analysis of Endemicity) and NDM were employed. Six Combined Criteria for evaluation and delimitation of areas were proposed. Methods of Cladistic Biogeography was used for constructing general cladograms of areas, which represent the general historic pattern. The 12 areas of endemism historically relate among them, forming three main components in Atlantic Forest, with separation of a northern component (Pernambuco and Bahia) firstly and a second separation of central component (Rio de Janeiro and São Paulo) from a southern component (south of São Paulo, Paraná, and Santa Catarina). The main geological, climatical and biological events which determined those divisions and the diversification of harvestmen in the Atlantic Forest were discussed. The subfamily Hernandariinae, after this review, is composed by 23 species in 6 genera. A new classification is presented based on an cladistic analysis, using 67 morphological characters. Four new combinations are proposed: Hernandaria armatifrons, H. una, Acrogonyleptes granulatus, and A. pectinifemur. Three species are revalidated: A. granulatus, A. pectinifemur, and A. spinifrons. Eight new species are proposed: four of Hernandaria, two of Acrogonyleptes, and two of Pseudotrogulus. Six synonimies are proposed: Proweyhia and Metaxundarava = Hernandaria, Apembolephaenus calcaratus = H. armatifrons, Paraproweyhia = Acrogonyleptes, Paraproweyhia curitibae = A. exochus, and Melloleitaniana curitibae = A. spinifrons. Ariaeus is transferred to Gonyleptinae.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-06-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.