• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.41.2008.tde-29012009-100852
Documento
Autor
Nome completo
William Ricardo Amancio Santana
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Tavares, Marcos Domingos Siqueira (Presidente)
D'Incao, Fernando
Lamas, Carlos José Einicker
Marques, Fernando Portella de Luna
Melo, Gustavo Augusto Schmidt de
Título em português
Revisão taxonômica e relações filogenéticas em Inachoididae Dana, 1851 (Crustacea, Brachyura, Majoidea)
Palavras-chave em português
Brachyura
Carcinologia
Filogenia
Inachoididae
Taxonomia
Resumo em português
Este trabalho está organizado em duas partes principais: uma revisão taxonômica dos gêneros e espécies de Inachoididae Dana, 1851, e uma análise filogenética com o objetivo precípuo de testar o monofiletismo da família e propor uma hipótese filogenética a partir de dados morfológicos. A presente revisão taxonômica se baseou no estudo de extensas coleções contendo centenas de exemplares pertencentes a 35 espécies distribuídas em 11 gêneros de Inachoididae. Todos os gêneros atribuídos à Inachoididae foram examinados. De todas as espécies que compõe a família, apenas Collodes nudus Stimpson, 1871 e C. robsonae Garth, 1958 não foram obtidos para exame. O material examinado inclui os tipos de 26 espécies nominais. Antes de iniciarmos o nosso trabalho a família Inachoididae compreendia 34 espécies e 10 gêneros. O gênero monotípico Erileptus Rathbun, 1893, tradicionalmente atribuído à Inachidae, é aqui transferido à Inachoididae;Pyromaia vogelsangi Türkay, 1968 sinonimizada à Anasimus latus Rathbun, 1894; e Euprognatha sp. nov. descrita a partir de material proveniente da costa nordeste brasileira. Lectótipos foram designados para as seguintes espécies: Anasimus fugax A. MilneEdwards, 1880; Collodes robustus Smith, 1883; Collodes depressus A. MilneEdwards, 1878; Erileptus spinosus Rathbun, 1893; Anasimus rostratus Rathbun, 1893; Euprognatha acuta A. Milne Edwards, 1880; Batrachonotus nicholsi Rathbun, 1894; Euprognatha granulata Faxon, 1893; Leurocyclus gracilipes (A. MilneEdwards in A. MilneEdwards & Bouvier, 1923). Para a análise filogenética foram obtidos 57 caracteres da morfologia externa. O grupo externo foi composto por representantes de três famílias de Majoidea Samouelle, 1819 (Inachidae MacLeay, 1838; Oregoniidae Garth, 1958; Pisidae Dana, 1851). Foram obtidas 24 árvores igualmente parcimoniosas (191 passos; índice de consistência 0,36; índice de retenção 0,71). O monofiletismo de Inachoididae foi demonstrado inequivocamente. Os gêneros Euprognatha Stimpson, 1871, Inachoides H. Milne Edwards & Lucas, 1842 e Paradasygyius Garth, 1958 são monofiléticos. Os gêneros monotípicos Aepinus Rathbun , 1897, Arachnopsis Stimpson , 1871, Batrachonotus Stimpson, 1871, Erileptus e Leurocyclus Rathbun, 1897 são parafiléticos por definição. Anasimus A. MilneEdwards, 1880, Collodes Stimpson, 1860 e Pyromaia Stimpson, 1871 são parafiléticos. As conseqüências da análise filogenética para a classificação dos Inachoididae são discutidas em detalhe.
Título em inglês
Taxonomic revision and phylogenetic relationships in Inchoididae Dana, 1851 (Crustacea, Brachyura, Majoidea)
Palavras-chave em inglês
Brachyura
Carcinology
Inachoididae
Phylogeny
Taxonomy
Resumo em inglês
This work is organized in two main parts: a taxonomic revision of the genera and species of Inachoididae, and a phylogenetic analysis to test the monophyly of the family and to propose a phylogenetic hypothesis based on morphological data. The study of large collections containing hundreds of specimens pertaining to 35 species distributed in 11 genera of Inachoididae supported the taxonomic revision. All genera attributed to Inachoididae were examined. From the whole family, only Collodes nudus Stimpson, 1871 e C. robsonae Garth, 1958 could not be examined. The studied material included types of 26 nominal species. Prior to the beginning of our work, the family Inachoididae was composed by 34 species in 10 genera. The monotypic genus Erileptus Rathbun, 1893, traditionally attributed to Inachidae, was transferred to Inachoididae; Pyromaia vogelsangi Türkay, 1968 synonymized to Anasimus latus Rathbun, 1894; and Euprognatha n. sp. described with material from the northeast coast of Brazil. Lectotypes were designated for the following species: Anasimus fugax A. MilneEdwards, 1880; Collodes robustus Smith, 1883; Collodes depressus A. MilneEdwards, 1878; Erileptus spinosus Rathbun, 1893; Anasimus rostratus Rathbun, 1893; Euprognatha acuta A. MilneEdwards, 1880; Batrachonotus nicholsi Rathbun, 1894; Euprognatha granulata Faxon, 1893; Leurocyclus gracilipes (A. Milne Edwards in A. MilneEdwards & Bouvier, 1923). For the phylogenetic analysis, 57 morphological characters were obtained. The outgroup was composed by representatives from three families of Majoidea Samouelle, 1819 (Inachidae MacLeay, 1838; Oregoniidae Garth, 1958; Pisidae Dana, 1851). We obtained 24 equally most parsimonious trees (191 steps; Consistency Index 0.26; Retention Index 0.71). The monophyly of Inachoididae was recovered unequivocally. The genera Euprognatha Stimpson, 1871, Inachoides H. Milne Edwards & Lucas, 1842 and Paradasygyius Garth, 1958 are monophyletic. The monotypic genera Aepinus Rathbun , 1897, Arachnopsis Stimpson , 1871, Batrachonotus Stimpson, 1871, Erileptus and Leurocyclus Rathbun, 1897 are paraphyletic by definition. Anasimus A. Milne Edwards, 1880, Collodes Stimpson, 1860 and Pyromaia Stimpson, 1871 are paraphyletic. The consequences for the classification of Inachodidae are discussed in detail.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
williamsantana.pdf (17.65 Mbytes)
Data de Publicação
2009-02-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.