• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.1997.tde-22032004-102927
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Narvaes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1997
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Miguel Trefaut Urbano (Presidente)
Martins, Marcio Roberto Costa
Trajano, Eleonora
Título em português
Comportamento Territorial e Reprodutivo de Uma Nova Espécie de Hylodes (Amphibia, Anura, Leptodactylidae) da Mata Atlântica do Sudeste do Brasil.
Palavras-chave em português
Hylodes
Mata Atlântica
Reprodução
Territorialidade
Resumo em português
Hylodes sp.n. é um leptodactilídeo de pequeno porte, que vive em pequenos riachos de montanha, na Mata Atlântica do Sudeste do Brasil. Machos e fêmeas se encontram no mesmo hábitat ao longo de todo o ano e a reprodução é do tipo prolongada. Os machos de Hylodes sp.n. apresentam dois tipos de vocalização: o canto de anúncio, que consiste de um trinado prolongado e contínuo, e o canto de encontro, que consiste de uma série de pulsos emitidos em seqüência. Machos e fêmeas são fiéis à sua área domiciliar, permanecendo na mesma área por pelo menos 12 meses. A área domiciliar das fêmeas variou de 0,45 a 7,98 m2 (média = 2,74 + 1,89; N = 24) e de 0,12 a 13,12 m2 para os machos (média = 3,03 + 3,16; N = 44). Os machos são altamente territoriais e se utilizam de uma gama de comportamentos estereotipados para defender seu território e para atrair as fêmeas. Esses comportamentos incluem a intensificação da vocalização e uma série de sinais visuais extremamente elaborados, como por exemplo, a extensão alternada das patas posteriores num ângulo máximo de 45º em relação ao substrato e a movimentação dos dedos das patas posteriores descrevendo uma onda. O contato entre machos e fêmeas visando a reprodução tem início com a entrada da fêmea no território do macho. O macho inicia uma corte para atrair a fêmea, que consiste de vocalizações (canto de encontro e canto de anúncio), sinais visuais e toques na cabeça da fêmea. A fêmea é guiada pelo macho até o ninho, que se localiza dentro do seu território e é previamente escolhido por ele. O amplexo, se houver, ocorre embaixo d’água, dentro do ninho. A fêmea deixa o ninho logo após a desova e retorna à sua área domiciliar; o macho permanece nas proximidades vocalizando e mergulhando algumas vezes no local. As desovas têm, em média, 46 ovos (N = 13).
Título em inglês
Territorial and reproductive behaviour of a new species of Hylodes (Amphibia, Anura, Bufonidae) from the Atlantic Forest of Southeast Brazil.
Palavras-chave em inglês
Atlantic Forest
Hylodes
reproduction
Southeast Brazil
territoriality
Resumo em inglês
Hylodes sp.n. is a small-sized steam-dweller leptodactylid frog of the Atlantic Rain Forest of Southeast Brazil. Males and females are found together in the same habitat throughout the year and they have prolonged breeding periods. Males have two types of vocalization: the advertisement call, a long high-pitched whistled trill and the encounter call, composed by individual notes irregulary partially pulsed. Males and females have site fidelity and remain in the same home-range for at least 12 months. Home range size ranged from 0.45 to 7.98 m2 to females (x = 2.74; SD = 1.89; n = 24) and from 0.12 to 13.13 m2 to males (x = 3.03; SD= 3.16; n = 44). Males stablish territories and atract females using the advertisement call and some visual displays. In one of them, the male raise one hind leg and extend it slowly out of back in an arc to about 45º and then returned it to its side; in other, the male wiggle the toes of one or both hind feet slowly without otherwise moving the legs. The courtship usually begins with the female entering a males’s territory, approaching the resident. Males have elaborate visual courtship displays and complex courtship interactons involve visual and tactile cues as well as vocalizations. The male leads the female to the oviposition site inside his territory; the movement of the pair to the nest may be interrupted by bouts of tactile courtship. Amplexus should happen under water in the nest. Females leaves nest after ovipositon takes place and turn back to their home range; males stay around calling and diving into the nest. Mean clutch size was 46 eggs (SD = 7,92; n = 13).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Hylodes.pdf (1.99 Mbytes)
Data de Publicação
2004-09-14
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.