• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2008.tde-10072008-114513
Documento
Autor
Nome completo
Marina Oppenheimer
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Silveira, Luis Fábio (Presidente)
Alvarenga, Herculano Marcos Ferraz de
Hofling, Elizabeth
Título em português
Taxonomia de Psophia viridis (Aves: Gruiformes: Psophiidae) com base em caracteres morfológicos
Palavras-chave em português
Psophia viridis
Psophiidae
Taxonomia
Resumo em português
Os jacamins-de-costas-verdes, Psophia viridis (Gruiformes, Psophiidae) são endêmicos da Amazônia brasileira e contam, atualmente, com três subespécies reconhecidas: Psophia viridis viridis Spix, 1825; Psophia v. dextralis Conover, 1934, e Psophia v. obscura Pelzeln, 1857, além de P. v. interjecta Griscom & Greenway, 1937, cuja validade tem sido questionada. Estes jacamins distribuem-se alopatricamente ao sul do rio Amazonas, embora a sua distribuição ainda seja pouco conhecida. Os táxons deste complexo nunca passaram por uma revisão taxonômica, e o presente trabalho teve como objetivos testar a validade dos mesmos. Com base no Conceito Filogenético de Espécie, os caracteres morfométricos e de colorido da plumagem foram analisados, buscando-se aqueles que são diagnósticos para cada população, além de refinar a distribuição geográfica dos táxons do complexo. Foram examinados 106 espécimes procedentes de 41 localidades, incluindo todos os tipos, e foram considerados também os registros confiáveis de literatura para delimitar-se a distribuição geográfica. Os dados morfométricos não indicaram diferenças significativas entre os táxons, não apontando também qualquer dimorfismo sexual. Entretanto, a análise dos caracteres de plumagem evidenciou padrões consistentes e distintos para cada um dos táxons, exceto P. v. interjecta, cujos caracteres supostamente diagnósticos, na verdade, são resultado de variação individual. Não foi observada variação clinal ou sinal de intergradação entre estes táxons, mesmo nas regiões próximas às cabeceiras dos grandes rios amazônicos, onde supostamente poderia haver contato entre as populações. Sugere-se que as subespécies correntemente aceitas sejam elevadas ao nível de espécie, a saber: Psophia viridis Spix, 1825, que ocorre no interflúvio Madeira-Tapajós; P. dextralis Conover, 1934, encontrado no interflúvio Tapajós-Tocantins, e P. obscura Pelzeln, 1857, que distribui-se da margem direita do rio Tocantins até o oeste do Estado do Maranhão.
Título em inglês
Taxonomy of Psophia viridis (Aves: Gruiformes: Psophiidae) based on morphological characters
Palavras-chave em inglês
Psophia viridis
Psophiidae
Taxonomy
Resumo em inglês
The dark-winged trumpeters, Psophia viridis (Gruiformes, Psophiidae) are endemic of the Brazilian Amazônia, featuring three recognizable subspecies: Psophia viridis viridis Spix, 1825; Psophia v. dextralis Conover, 1934, and Psophia v. obscura Pelzeln, 1857, as well as P. v. interjecta Griscom & Greenway, 1937, whose validity has been questioned. These taxa are allopatrically distributed along the south of the Amazon River, although their ocurrence still remains unknown. This complex has never been taxonomically reviewed and this research aims to test the validity of its taxa based on the Phylogenetic Species Concept. Morphometrical characters and plumage colour patterns were analyzed, searching for the diagnostic ones for each population, also establishing the distribution for the taxa. In this study, 106 specimens of 41 localities were examined, all of the types included, with each reliable literature-based locality being included in order to delimit the geographical distribution of the complex. Morphometrical data did not point out significant differences between the taxa, also showing no sexual dimorphism among them. Meanwhile, plumage characters showed consistent and distinct patterns for each of the taxa, exception made for P. v. interjecta, whose supposedly diagnosable features are the result of an individual variation. No clinal variation or intergradation was observed, even at regions close to the Amazonian rivers headwaters, where might be contact between the populations. It is suggested that the currently accepted subspecies be elevated to the species level, such as : Psophia viridis Spix, 1825, distributed in the Madeira-Tapajós interfluve, P. dextralis, found in the Tapajós-Tocantins interfluve, and P. obscura, that occurs from the right bank of the Tocantins River to the west of the State of Maranhão (Brazil).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-07-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.