• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2018.tde-22102018-142737
Documento
Autor
Nome completo
Lucas Paradizo Roma
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Santos, Deborah Yara Alves Cursino dos (Presidente)
Devecchi, Marcelo Fernando
Oliveira, Antonio Fernando Morais de
Título em português
Composição quí­mica e morfologia das ceras cuticulares foliares de diferentes espécies de Simaba Aubl. sensu stricto e Homalolepis Turcz. (Simaroubaceae)
Palavras-chave em português
Ambiente
Cera
Cera cuticular
Quimiotaxonomia
Resumo em português
Recentemente houve a divisão de Simaba sensu lato em Simaba sensu stricto e Homalolepis (Simaroubaceae), dois gêneros Sul-Americanos que estão presentes em diferentes domínios morfoclimáticos e biomas. Apesar de suas filogenias estarem quase que totalmente esclarecidas, algumas espécies ainda necessitam de atenção. Em alguns estudos, as ceras cuticulares mostraram-se úteis na resolução de algumas filogenias. Há décadas, diferentes espécies de Simaroubaceae vêm sendo estudadas devido à presença de substâncias amargas com grande atividade biológica. Entretanto, não há estudos na família voltados a caracterização química e morfológica das ceras cuticulares. Deste modo, este trabalho analisou a composição química e morfologia das ceras cuticulares foliares de 119 indivíduos pertencentes a 20 espécies de Homalolepis, quatro de Simaba s.s. e três de grupos próximos. As ceras foram extraídas em diclorometano e analisadas através de cromatografia a gás acoplada a espectrometria de massas. O estudo da morfologia das ceras epicuticulares foi realizado através de microscopia eletrônica de varredura. Foram identificadas 71 substâncias nas ceras, pertencendo principalmente à classe dos ácidos graxos, alcanos, álcoois primários, esteroides e tocoferóis. As classes mais abundantes encontradas nas ceras foram os ácidos graxos e alcanos, sendo que a primeira estava presente em maior quantidade nas espécies de Homalolepis e a segunda nas de Simaba s.s. Esta diferença de proporção permitiu a diferenciação destes dois gêneros. Entretanto, qualitativamente, as ceras das diferentes espécies estudadas mostraram-se bastante semelhantes, assim como sua caracterização morfológica, não sendo possível a distinção dos indivíduos em nível de espécie. A partir das análises das ceras em relação aos domínios morfoclimáticos, observou-se que os indivíduos coletados nos domínios Atlântico e Amazônico apresentaram teores menores que os coletados no Cerrado. Entretanto, não foi possível, de maneira geral, o estabelecimento da relação das classes de substâncias das ceras com os domínios de coleta, exceto aquelas coletadas no domínio Amazônico que apresentaram maior proporção de alcanos em relação às outras classes
Título em inglês
Chemical composition and morphology of foliar cuticular waxes of different species of Simaba Aubl. sensu stricto and Homalolepis Turcz. (Simaroubaceae)
Palavras-chave em inglês
Chemotaxonomy
Homalolepis
Plant-environment relationship.
Simaba s.s.
Resumo em inglês
Simaba sensu lato was recently splited in two distinct genera, Simaba senso strictu and Homalolepis, both with South American distribution occuring in different environments and morphoclimatic areas. Although their phylogenies are almost fully understood, some species still require attention. Studies with cuticular waxes have showed the usefulness of these characters in some phylogenies. Despite the great number of data concerning the chemical analysis of species of Simaroubaceae related to quassinoid composition, for the best of our knowledge there is no study with the chemical and morphological characterization of the cuticular waxes on this family. Therefore, in the present study, the chemical composition and the morphology of the leaf cuticular waxes of 119 specimens belonging to 20 species of Homalolepis, four from Simaba s.s. and three from related genera were analyzed. The waxes were extracted with dichloromethane and analyzed by gas chromatography coupled to mass spectrometry. The morphology of the epicuticular waxes was analyzed by scanning electron microscopy. Seventy-one compounds were identified in the waxes, comprising fatty acids, alkanes, primary alcohols, steroids and tocopherols. The most abundant classes were the fatty acids and alkanes. While fatty acids were the major class in Homalolepis, alkanes were more abundant in Simaba s.s. This quantitative distinction allowed the differenciation of the two genere. Notwithstanding, the composition of the waxes were very similar, as well as their morphology. Consequently, these data were not helpful in distinguishing the species. Concerning the wax composition in relation to the morphoclimatic areas, the speciemens collected in the Atlantic and Amazonian domains had thiner wax loads than those collected in the Cerrado. However, almost none correlation was found between wax chemical classes and the morphoclimatic area, except for the predominance of alkanes in the specimens collected in the Amazonian domain
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2020-10-21
Data de Publicação
2018-10-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.