• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Sabrina Gonçalves Raimundo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Berchez, Flavio Augusto de Souza (Presidente)
Galvani, Emerson
Marin, Ricardo Roberto Rozzi
Título em português
Conhecimento e percepção das mudanças climáticas globais no público universitário na megalópole de São Paulo e na Região SubAntártica Chilena
Palavras-chave em português
Conhecimento
Mudanças climáticas
Percepção
Público universitário
Resumo em português
O aumento do conhecimento sobre as Mudanças Climáticas Globais (MCGs) tem sido apontado como um dos elementos para o aumento da concordância e da preocupação pública com a ocorrência das MCGs. Contudo, existem poucas informações sobre a relação entre conhecimento e percepção no público universitário (graduandos, pós-graduandos e professores). Este estudo explorou esses fatores para o público universitário da Biologia da Universidade de São Paulo (IB-USP, São Paulo) e da Universidade de Magallanes (UMAG, Punta Arenas, Região SubAntártica do Chile). Para isso, dois questionários foram elaborados: (i) Avaliação do Conhecimento por afirmativas em quatro categorias - Climatologia, Efeito Estufa, Impactos e Eventos Extremos, sendo atribuídas notas relativas a cada bloco para cada participante; (ii) Levantamento da Percepção e da Concepção sobre a origem das MCGs utilizando para avaliação a Escala de Likert, variando de 1 (tendência mais cética) a 5 (mais antropogênica - concordância que as MCGs tem origem nas atividades antrópicas). Todas as análises foram realizadas pelo teste PerMANOVA e as correlações foram dadas pelo Teste de Spearman. Nas duas universidades, mais de 90% dos entrevistados dizem que as MCGs estão acontecendo e tem origem antrópica. Mais de 50% das pessoas de cada grupo apresentou nota geral em torno de 7, não apresentando diferença significativa entre si, excetuada a graduação da UMAG com média menor (5,74). Contudo, em ambas as universidades as menores notas foram em Eventos Extremos, mais de 40% dos graduandos e pós-graduandos tiveram notas baixas (entre 2 e 4) e cerca de 30% dos professores acalcançaram notas intermediárias (4-6). A graduação de ambas as universidades, apresentram correlação positiva fraca entre a nota geral e perfil antropogênico (GradUSP: r2=0,112, ρ=0,34; GradUMAG: r2=0,076, ρ=0,37), assim maiores notas estão relacionadas com perfis mais antropogênicos nesse grupo. Contudo, em todos os grupos, a nota de Climatologia apresentou correlação negativa, assim maiores nota menos antropogênicos os perfis, embora tenha sido mais forte na pós-graduação da UMAG e nos professores da USP (PosGradUMAG: r2=0,097, ρ=-0,444, e ProfUSP: r2=0,03, ρ=-0,345). Esses resultados podem ser incorporados às estratégias de comunicação e adaptação das MCGs
Título em inglês
Knowledge and perception of global climate change in the university public in the megalopolis of São Paulo and Chilean SubAntartic Region
Palavras-chave em inglês
Climate change
Knowledge
Perception
University public
Resumo em inglês
The increase of Global Climate Change (GCC) knowledge has been indicated as one public perception developers and an important factor for the increasing of the public concern about GCC occurrence. Although, there are still few information about the relation between knowledge and perception focused in university public (undergraduation, post-graduation and professors). This study explored those factors in public from the Biology of the University of São Paulo (USP, Campus University City) and from the Marine Biology of University of Magallanes (UMAG), Punta Arenas, Subantartic Region of Chile. In this regard, two questionnaires were built: (i)Knowledge Evaluation using affirmatives divided into four categories - Climatology, Greenhouse effect, Impacts and Extreme Events, attributing grades for each person in each category; (ii)Survey of Perception and Conception about the GCC by Likert Scale with varying from 1 (skeptical tendency) to 5 (anthropogenic tendency - In agreement that the anthropic activities triggered the current CCG.). All comparisons and correlations were done by PerMANOVA tests and Sperman Correlation Test, respectively. In both universities, more than 90% of interviewed people said that the GCCs are going on and were trigged by antropic activities. In knowledge evaluation, more than 50% of interviewed people in each sample presented a general grade around 7, not presenting significant difference among them, excepted for the UMAG graduation with a lower average (5,74). However, in both universities the lower scores were obtained in the Extreme Events categories. more than 40% undergraduates, post-graduates got low grades (2-4), and about 30% of professors got intermediates grades (4-6). The undergraduation in both universities presented a positive weak correlation between the general grade and the anthropogenic profile (GradUSP: r2 = 0.112, ρ = 0.34; GradUMAG: r2 = 0.076, ρ = 0.37), thus the higher the grade the more anthopogenic is the personAlthough, considering the Climatology grade and the anthropogenic profile, all groups in both universities presented negative correlation. So, the higher the Climatology grade is the less anthropogenic is the person, however this relation is stronger in the post-graduates from UMAG and professors from USP (PosGradUMAG: r2=0,097, ρ=-0,444, e ProfUSP: r2=0,03, ρ=-0,345). Those results can be embodied to the GCC adaptation and communication strategies
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2019-10-17
Data de Publicação
2017-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.