• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.41.2019.tde-11012019-145936
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo da Silva Leal
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Silva, Renato de Mello (Presidente)
Amaral, Maria do Carmo Estanislau do
Forzza, Rafaela Campostrini
Rossi, Lucia
Wanderley, Maria das Graças Lapa
Título em inglês
Systematics of Cyclanthaceae
Palavras-chave em inglês
Cyclanthaceae
Dianthoveus
Evodianthus
Systematics
Taxonomy
Resumo em inglês
Cyclanthaceae has ca. 230 species. They are terrestrial herbs, hemiephytic, climbing or epiphytic distributed in the Neotropics, ranging from the South Mexico to Southward Atlantic forest. The family is divided into two subfamilies based on the inflorescence morphology: Cyclanthoideae with staminate and pistillate flowers arranged in alternate whorls, includes only Cyclanthus,; and Carludovicoideae which has a pistillate flower with four surrounding staminate flower, encompass the others genera. Nowadays, phylogenetic studies based on morphological data in generic level were insufficient to clarify its relationship. Furthermore, one of the groups of Carludovicoideae emerged as paraphyletic. In this study we combined morphological and seven molecular markers, five from plastid and two nuclear, in a broad sampling in species level to recover a consistent phylogenetic hypothesis to Cyclanthaceae. We reconstructed a monophyletic Cyclanthaceae with two subfamilies. Genera belonging to Carludovicoideae emerged in three clades: (i) the genus Carludovica, (ii) the Asplundia Clade which includes Asplundia, Dicranopygium and Schultesiophytum; and (iii) the Evodianthus Clade comprising Chorigyne, Dianthoveus, Evodianthus, Ludovia, Sphaeradenia, Stelestylis and Thoracocarpus. All previous known genera were recovered as monophyletic. The Sphaeradenia Group, which includes Chorigyne, Ludovia, Sphaeradenia and Stelestylis, emerged as monophyletic strongly supported by morphological and molecular characters. To maximize the phylogenetic outcome and make the identification easier Dianthoveus is synonymized under Evodianthus. In the Chapter 2 an identification key for all Cyclanthaceae species in Atlantic forest is provided. The endemic species of Asplundia are revisited resulting in three taxa synonymized under A. brachypus, and A. orthostigma newly described. In the Chapter 3 a taxonomic index for all Cyclanthaceae species is provided. We highlighted 225 accepted names and 60 synonyms heterotypics. Four lectotypes and two neotypes are designated. The typification is complemented to four taxa more with second-step lectotypification. Finally, twelve names are placed as synonyms
Título em português
Sistemática de Cyclanthaceae
Palavras-chave em português
Cyclanthaceae
Dianthovenus
Evodianthus
Sistemática
Taxonomia
Resumo em português
Cyclanthaceae possui cerca de 230 espécies. São ervas terrestres, hemiepífitas, lianas ou epífitas distribuídas na região Neotropical, se estendendo do sul do México a Mata Atlântica do sul do Brasil. A família é dividida em duas subfamílias de acordo com a morfologia da inflorescência: Cyclanthoideae com flores estaminadas e pistiladas dispostas em ciclos alternos, incluindo apenas Cyclanthus; e Carludovicoideae com uma flor pistilada envolvida por quatro flores estaminadas e compreende o restante dos gêneros. Até o presente, estudos filogenéticos baseados somente em dados morfológicos, e com amostragem a nível genérico, não foram suficientes para clarificar suas relações. Além disso, um dos dois grandes grupos em Carludovicoideae emergiu como parafilético. Neste estudo, usamos dados morfológicos e de sete marcadores moleculares, cinco de cloroplastos e dois nucleares, com uma ampla amostragem à nível específico, para propor uma hipótese filogenética para Cyclanthaceae. Nosso resultado recuperou a família como monofilética e corroborou sua divisão em duas subfamílias. Os gêneros pertencentes a Carludovicoideae emergiram em três clados: (i) o gênero Carludovica; (ii) o clado Asplundia que contém Asplundia, Dicranopygium e Schultesiophytum; e (iii) o clado Evodianthus formado por Chorigyne, Dianthoveus, Evodianthus, Ludovia, Sphaeradenia, Stelestylis, e Thoracocarpus. Todos os gêneros previamente circunscritos emergiram como monofiléticos. O grupo Sphaeradenia, composto por Chorigyne, Ludovia, Sphaeradenia e Stelestylis emerge como monofilético fortemente sustentado por caracteres morfológicos e moleculares. Para maximizar a informação filogenética, bem como facilitar a identificação, o gênero Dianthoveus, é sinomizado em Evodianthus. No capítulo 2 uma chave de identificação para todas as espécies de Cyclanthaceae ocorrentes na Mata Atlântica é fornecida. As espécies endêmicas de Asplundia são revisadas, resultando em três táxons sinonimizados sob A. brachypus, e uma nova espécie, A. orthostigma, é descrita. No capítulo 3 é apresentado um índice taxonômico para todas as espécies já descritas de Cyclanthaceae. Nós indicamos 225 nomes aceitos e 60 sinônimos. Quatro lectótipos e dois neótipos são designados para quatro nomes. Para mais quatro nomes, a tipificação é completada, com a designação do segundo passo do lectótipo. Finalmente, doze nomes são considerados como novos sinônimos
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2021-01-10
Data de Publicação
2019-02-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.