• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2010.tde-12052010-170413
Documento
Autor
Nome completo
Tatiana Leite Nunes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Neves, Walter Alves (Presidente)
Carvalho, Claudia Rodrigues Ferreira de
Eggers, Sabine
Título em português
Afinidades biológicas extra-continentais dos paleoíndios tardios de Lagoa Santa e suas implicações para a questão do povoamento do novo mundo: uma abordagem odontométrica
Palavras-chave em português
Lagoa Santa
micro-evolução
Odontometria
Paleoamericanos
Povoamento da América
Resumo em português
Atualmente, quatro principais modelos discutem o Povoamento da América. O mais antigo defende a entrada de três levas migratórias (Greenberg et al., 1986), outro modelo, duas (Neves et al., 1989), o modelo genético, apenas uma (Bonatto & Salzano, 1997) e, recentemente, Gonzalez-José et al. (2008) apresentaram um modelo de fluxo continuo. O presente trabalho investigou as afinidades biológicas de uma população paleoíndia brasileira, a de Lagoa Santa, com antiguidade estimada entre 11.500-7.500 A.P., comparando-a a outras populações mundiais (Banco de Dados Hanihara). A investigação baseou-se em análise odontométrica (diâmetros dentários mesiodistais e bucolinguais). Os dentes apresentam alta herdabilidade, morfogênese estável, grande representatividade arqueológica e são pouco influenciados por fatores ambientais imediatos. As afinidades biológicas dos paleoíndios de Lagoa Santa foram exploradas por Análise Multivariada, com a aplicação de Análise de Componentes Principais e Matrizes de Dissimilaridade (Euclidianas e Mahalanobis), estas últimas visualizadas por Análises de Cluster e de Escalonamento Multidimensional. Diferentes sets de análises foram realizados, para ambos os sexos considerando-se tamanho e forma e somente forma. Os resultados apresentados demonstram uma forte tendência de diferenciação da população de Lagoa Santa em relação às populações nativas americanas tardias e atuais, associando-se mais fortemente com Polinésios e Sudeste Asiáticos. Estes resultados questionam a homogeneidade dos nativos americanos e apóiam fortemente o modelo dos Dois Componentes Biológicos Principais (Neves et al., 1989).
Título em inglês
Extra-continental biological afinities among Late Paleoindian of Lagoa Santa, Central Brazil, and its implications for the settlement of America: an odontometric view
Palavras-chave em inglês
Lagoa Santa
Microevolution
Odontometric
Paleoamericans
Settlement of the America
Resumo em inglês
Nowadays, four principal models discuss the settlement of the Americas. The oldest one defends three waves into the continent (Greenberg et al, 1986), other model, two (Neves et al., 1989), the gentic one, only one (Bonatto & Salzano, 1997), and recently, Gonzalez et al. (2008) presented a continuous flow model. The present study investigated the biological affinities of a Paleoindian Brazilian population, Lagoa Santa, with estimated antiquity between 11500-7500AP, comparing them to others word populations (Hanihara Data Bank). The investigation was based on odontometry data (mesiodistal and bucolingual diameters). Teeth have high heritability, stable morphogenesis, high archaeological presence, and are little influenced by immediate environmental factors. The biological affinities of Lagoa Santa Paleoindians were explored by Multivariate Analyses, with the application of Principal Components Analysis and Matrix Dissimilarities (Euclidian and Mahalanobis), the later visualized by Cluster Analysis and Multidimensional Scaling. Different sets of analysis were carried out for both sexes considering size and shape and shape alone. The results point to a strong tendency of differentiation of the Lagoa Santa population in relation to other Native Americans, and a strong association with Southeast Asians and Polynesians. The results strongly support the Two Main Biological Components Model (Neves et al., 1989).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-08-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.