• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.39.2019.tde-18062018-140048
Documento
Autor
Nome completo
Aline Cristina Capparelli Tritto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Artioli, Guilherme Giannini (Presidente)
Silva, Renato Barroso da
Batista, Carla da Silva
Silva, Hamilton Augusto Roschel da
Título em português
Efeitos da suplementação de HMB-AL e HMB-Ca sobre as respostas de força e hipertrofia musculares em indivíduos treinados submetidos a treinamento de força
Palavras-chave em português
Atletas
Desempenho esportivo
Força muscular
Suplemento
Resumo em português
Inúmeras estratégias que promovam aumento de força e hipertrofia musculares vêm sendo estudadas, com destaque para a suplementação de HMB (beta-hidroxi-beta-metilbutirato). Ainda que possua literatura controversa na área, um grupo de pesquisadores publicou nos últimos anos dois estudos com desenho experimental semelhante (randomizado, duplo-cego, controlado por placebo) em que sujeitos previamente treinados em força eram submetidos a doze semanas de treinamento de força suplementando com HMB-AL ou placebo. Após período de treinamento associado à suplementação, o grupo HMB apresentou ganhos expressivos de força e massa muscular. Parte das explicações para resposta de tamanha magnitude é o tipo de suplemento utilizado, nesse caso, HMB em forma de ácido livre (HMB-AL) e não em forma de sal de Cálcio (HMB-Ca), utilizado na maioria dos estudos. Por conta disso, o objetivo do projeto foi comparar as respostas de força e hipertrofia musculares de sujeitos treinados suplementados com HMB-AL, HMB-Ca ou placebo submetidos a um programa de treinamento de força. 45 sujeitos treinados em força fizeram parte do estudo, eles foram randomizados em 3 grupos: grupo que tomou 3g HMB-AL, 3g de HMB-Ca e 3g placebo. Todos foram submetidos a um programa de treinamento de 12 semanas, onde eram realizadas 2 sessões por semana. O período de suplementação correspondeu às 12 semanas de treino. Antes e após intervenção, os atletas foram submetidos a testes de força dinâmica máxima, contração voluntária máxima, composição corporal (DXA) e área de secção transversa (ultrassom). O grupo suplementado com HMB-AL teve uma tendência a otimização de ganhos em massa muscular, quando comparado ao grupo HMB-Ca (p=0,09). Quando comparado ao grupo placebo, esse valor atingiu significância (p=0,03), ou seja, o suplemento foi capaz de otimizar o ganho de massa magra em indivíduos treinados. Adicionalmente, o grupo HMB-AL também aumentou mais a carga total de treino, no exercício leg press, quando comparado ao grupo HMB-Ca (p=0,02) e placebo (p=0,03). Todos os grupos ganharam força no exercício de supino de forma similar e o aumento da contração voluntária máxima, também foi similar entre os grupos, não tendo efeito adicional do suplemento. Possivelmente, o HMB-AL tenha algum efeito positivo em otimizar as respostas de hipertrofia e força muscular, ainda que marginal, em indivíduos treinados em força, submetidos a 12 semanas de treino de força
Título em inglês
Effects of beta-hydroxy-beta-methylbutyrate free acid and calcium supplementation on muscle mass and strength responses in resistance-trained men undergoing resistance training
Palavras-chave em inglês
Athletes
Athletic performance
Sports supplements
Resumo em inglês
Strength and muscle gain are common goals among healthy individuals and athletes who perform resistance training. A vast number of strategies have been studied in order to improve those characteristics, including HMB supplementation (beta-hydroxy-beta-methylbutyrate). Although it has controversial literature in the area, recently, a group of researchers published two studies with similar experimental design (randomized, double-blind, placebo-controlled) in which subjects previously resistance-trained were submitted to twelve weeks of resistance training either supplementing with HMB-FA or placebo. After training period associated with supplementation, HMB group showed significant strength gains and muscle mass improvement. This response could be explained by the type of supplement used: free acid HMB (HMB-FA) not the commom form of HMB used in most of the studies (Calcium salt HMB or HMB-Ca). Regarding, the aim of the study is to compare muscle strength and hypertrophy responses of trained subjects supplemented with HMB-FA, HMB-Ca or placebo after a resistance training program of 12 weeks. 45 resistance-trained men took part of the study, they were randomized into 3 groups: group that took 3g HMB-FA, 3g of HMB-Ca or 3g of placebo. All individuals were submitted to a 12-week training program, where 2 sessions per week were held. The supplementation period corresponded to the 12 weeks of training. Before and after intervention, the athletes were submitted to tests of maximum dynamic force, maximum voluntary contraction, body composition (DXA) and cross-sectional area (ultrasound). The HMB-FA group tended to optimize gains in muscle mass when compared to the HMB-Ca group (p = 0.09). When compared to the placebo group, this value reached significance (p = 0.03). In addition, the HMB-FA group also increased the total training load in the leg press exercise when compared to the HMB-Ca group (p = 0.02) and placebo (p = 0.03). All groups gained similar strength in bench press exercise and increased maximal voluntary contraction was also similar between groups, with no additional effect of supplementation. Possibly, HMB-FA has some positive effect on optimizing hypertrophy and muscle strength, in resistance-trained men individuals undergoing 12 weeks of resistance training
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.