• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.39.2009.tde-31082009-134201
Documento
Autor
Nome completo
Priscila Regina Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Nunomura, Myrian (Presidente)
Bortoleto, Marco Antonio Coelho
Rubio, Katia
Título em português
Motivação e ginástica artística formativa no contexto extracurricular
Palavras-chave em português
Esporte na escola
Ginástica Artística
Motivação
Resumo em português
Até há pouco tempo, a Ginástica Artística (GA) era uma modalidade esportiva conhecida e praticada por uma minoria no Brasil, situação que vem sendo ligeiramente alterada devido a popularidade das conquistas internacionais de nossos ginastas. Este fato parece estar aumentando o interesse das crianças pela GA gradativamente. A motivação é tema de destaque nos estudos da área do Esporte. Assim, o conhecimento e a compreensão de aspectos que motivam a prática de GA formativa podem auxiliar os profissionais a desenvolver um trabalho cada vez mais atraente e estimulador, bem como tornar a experiência mais significativa e prazerosa aos praticantes, minimizar problemas de desistências e incentivar a massificação da modalidade. A partir de entrevistas com meninas praticantes entre 11 e 17 anos de idade e seus respectivos professores, investigamos a motivação dessas jovens para a prática da GA nas escolas e as estratégias dos professores para estimular e manter esse interesse. Verificamos que há um conjunto de motivos que incentivam o ingresso e a permanência na modalidade, o qual tem origem intrínseca ou extrínseca. As estratégias motivacionais dos professores se mostraram relativamente eficientes. Entretanto, sugerimos que fatores motivacionais intrínsecos e extrínsecos sejam considerados e que a comunicação entre alunas e professores seja intensificada a fim de atender às necessidades e expectativas das praticantes
Título em inglês
Motivation and formative artistic gymnastics in the extracurricular context
Palavras-chave em inglês
Artistic Gymnastic
Motivation
Sports in school
Resumo em inglês
Up to now, Artistic Gymnastics (AG) was a sport only known and practiced by only a small minority of Brazilians, this situation has been changing by the popularity of our athletes in international Olympics. In fact, the interests of many children in AG have been increasing steadily. Motivation is a highlighted issue within Sports related studies. Knowledge and understanding of motivation in AG may help professionals to develop a better and more stimulating program and make this experience even more meaningful and joyful to the learners, minimize dropouts and increase the popularity of this activity. We interviewed coaches and their female students ageing from 11 to 17 years and we analyzed the girls motivation to practice AG in the schools and the strategy used by coaches to stimulate and to maintain their interest. We verified that there are many reasons that work for the starting and remaining in this particular sport, which may have an intrinsic or extrinsic origins. Motivational strategies used by coaches were relatively effective. However, we suggest that the intrinsic and extrinsic motivational factors would be considered and the coach-practitioner communication be intensified in order to meet the needs and expectations of the learners
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CapaPriscila.pdf (115.67 Kbytes)
Data de Publicação
2009-09-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.