• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.39.2014.tde-20022015-093152
Documento
Autor
Nome completo
Neilton de Sousa Ferreira Júnior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Rubio, Katia (Presidente)
Ribeiro, Marcelo Afonso
Zimmermann, Ana Cristina
Título em português
A transição de carreira dos bicampeões mundiais de basquetebol: uma análise com base em narrativas biográficas
Palavras-chave em português
Bicampeões mundiais de basquetebol
Tempos de amadorismo
Término e transição de carreira atlética
Resumo em português
Eles protagonizaram o apogeu do basquetebol brasileiro nos anos 50 e 60. Representaram o país vitoriosamente em diversas competições, sendo as conquistas dos títulos mundiais em 1959 e 1963, e as medalhas de bronze olímpicas em 1960 e 1964, os feitos mais emblemáticos. Mas embora desfrutassem de certa notoriedade por estes feitos, não foram isentos das implicações do amadorismo esportivo. A profissionalização da carreira atlética ainda era uma realidade distante para eles, e a dedicação ao esporte, para que pudesse ser legítima, tinha que ser majoritariamente voluntária e gratuita. Essas e outras configurações influenciaram decisivamente a forma como os bicampeões mundiais de basquetebol geriram suas carreiras e passaram pela transição respectivamente. O objetivo desta pesquisa foi trazer elementos para a reflexão e compreensão do fenômeno transição de carreira no esporte, analisando os significados e características deste processo por meio das narrativas biográficas dos bicampeões mundiais Wlamir Marques, Amaury Pasos, Rosa Branca, Antônio Sucar, Carlos Massoni, Luiz Claudio Menon, Jatyr Schall, Waldyr Boccardo, Friedrich Fritz e Vitor Mirshawka. Analisadas a luz do modelo de adaptação humana à transição de Schlossberg e das considerações teóricas sobre a transição de carreira no esporte, as narrativas sugeriram que a saída do papel de atleta, bem como o processo de mudança para outras esferas da vida, foram experiências decisivamente marcadas pelo momento histórico ao qual os bicampeões pertenciam. Nos tempos de amadorismo o apoio financeiro à carreira atlética era escasso, condição que requereu dos atletas a adoção de uma estratégia de gestão de carreira atlética que conjugasse prática esportiva com formação acadêmica e emprego remunerado. Esse trânsito contínuo entre carreira atlética e outros interesses estreitou a relação dos bicampeões com a vida cotidiana de maneira que seus términos e transições de carreira puderam ocorrer sem maiores dificuldades. As situações estruturantes dessa qualidade de transição caracterizam-se pela concorrência de atividades determinando a tomada de decisão pela priorização de interesses; pela possibilidade de mover-se para dentro ou dar continuidade à vida profissional dentro do contexto esportivo como professor, técnico ou gestor; pela possibilidade de realização em outras esferas da vida, e, por fim, pela presença de sistemas de suporte informais (família e amigos). As narrativas biográficas alertaram ainda para a dificuldade enfrentada pelos bicampeões no que se refere à conciliação da carreira atlética com a vida para além do esporte, bem como para a ausência de sistemas de suporte formais (apoio institucional, especializado, previdência social para atletas) para a transição e vida pós-atleta
Título em inglês
The career transitions of two-time world basketball champions: an analysis based on biographical narratives
Palavras-chave em inglês
Amateur periods
Termination and transition of athletic career
Two-time world basketball champions
Resumo em inglês
They played leading roles in the heyday of Brazilian basketball in the 50s and 60s. They represented the country triumphantly in a range of competitions, the most emblematic of their achievements being victories at the world championships in 1959 and 1963, and the Olympic bronze medals in 1960 and 1964. But although they enjoyed a certain level of notoriety as a result of these achievements, they weren't exempt from the implications of being amateur sportsmen. The athletic career as a profession was still a distant reality for them, and in order to be legitimate, their dedication to the sport had to be overwhelmingly voluntary and unpaid. These and other aspects decisively influenced both the way in which the two-time basketball champions managed their careers, and how they went through transitions, respectively. The objective of this research was to provide elements for the reflection and understanding of the phenomenon of career transition in sport, analyzing the significance and characteristics of this process through the narrative biographies of the two-time world champions Wlamir Marques, Amaury Pasos, Rosa Branca, Antônio Sucar, Carlos Massoni, Luiz Claudio Menon, Jatyr Schall, Waldyr Boccardo, Friedrich Fritz and Vitor Mirshawka. Analyzed in the light of Schlossberg's model of human adaptation and transition, and the theoretical reflections on career transition in sport, the narratives suggested that withdrawal from the role of an athlete, as well as the process of shifting to other spheres of life, were experiences decisively marked by the historical moment to which the two-time champions belonged. In this period where sport was an amateur affair, financial support for their athletic careers was scarce, a condition which required the athletes to adopt a strategy for managing their career which would unite sport training with education and gainful employment. This continuous compromise between athletic career and other interests gave the two-time champions such a close relationship with everyday life that the terminations and transitions of their careers were able to occur without great difficulties. The situations that give rise to this aspect of the transition are characterized by a multitude of activities making it necessary to prioritize interests; by the possibility of staying within or continuing with professional life within a sporting context as an instructor, coach or manager; by the possibility of success in other spheres of life, and, lastly, by the presence of informal support systems (family and friends). The narrative biographies brought further to light the difficulty faced by the two-time champions with regard to the reconciliation of their athletic careers with the world outside of sport, as well as the absence of formal support systems (institutional, specialized support, welfare for athletes) for the transition and life after sport
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Neilton_Original.pdf (2.41 Mbytes)
Data de Publicação
2015-02-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.