• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.39.2018.tde-30012018-110203
Documento
Autor
Nome completo
Alan Lins Fernandes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Gualano, Bruno (Presidente)
Brum, Patricia Chakur
Oliveira, Erick Prado de
Bastos, Flavio Henrique
Silva, Adriano Eduardo Lima da
Título em português
Efeitos da suplementação de proteína de soja versus proteína do soro do leite em idosos com pré-fragilidade e fragilidade submetidos a um programa de treinamento de força
Palavras-chave em português
Fragilidade
Idosos
Pré-fragilidade
Proteínas
Treinamento de força
Resumo em português
A fragilidade cursa com importante alterações biológicas, dentre as quais destacam-se uma considerável perda de massa, força e função muscular. O consumo de proteínas aliado ao treinamento de força, parece atuar como uma estratégia promissora para atenuar alguns danos morfofuncionais decorrentes do envelhecimento. Portanto, a presente tese tem como objetivo central investigar os efeitos de diferentes fontes de suplementação de proteínas (Soja versus whey) combinadas ao treinamento de força sobre a massa e força muscular em idosos com pré-fragilidade e fragilidade. Esta tese faz parte de um grande ensaio clínico registrado na plataforma clinicaltrial.gov (NCT01890382), intitulado "Protein Intake and Resistance Training in Aging: The Pro Elderly Study", com desenho aleatorizado, duplo-cego, controlado por placebo e de grupos paralelos. Os voluntários foram randomicament alocados para compor os três grupos experimentais, placebo (PLA, n = 21), Whey (n = 22) e Soja (n = 22). Todas as análises seguiram o princípio de intenção de tratamento (ITT) através do Mixed Model (SAS) para análises de medidas repetidas e, quando pertinente, post hoc de Tukey para comparações múltiplas. Os resultados demonstraram que a média de ingestão protéica total; PC;; nos grupos whey e soja, respectivamente) não foi capaz de gerar diferenças entre as fontes ou superioridade ao placebo no tocante a massa, força e função muscular dos idosos com pré-fragilidade e fragilidade. Todos os grupos apresentaram aumento na massa magra (+ 0,4 kg), massa apendicular (+ 0,3 kg), ganhos de força muscular nos testes de 1RM no Leg-Press (+ 13 kg) e no supino (+ 5,0 kg), aumento do PT (+ 8,5 N.m) e da TDF geral (+ 60 N.m.;& sup1;), aumento na AST dos músculos reto femoral ( + 0,04 cm²) e vasto lateral (+1,3 cm²), melhora da resistência muscular de membos inferiores (+ 1,1 u.a) e melhora na qualidade de vida, sem ddistinção entre PLA, whey e soja. Portanto, não foram observadas diferenças entre as fontes protéicas em resposta ao TF sobre a massa, força ou função muscular de idosos pré-frágeis e frágeis
Título em inglês
Effects of soy protein supplementation versus whey protein in prefrail and frail elderly submitted to a resistance training program
Palavras-chave em inglês
Elderly
Frail
Pre-frail
Protein
Resistance Ttaining
Resumo em inglês
Frailty is a geriatric syndrome characterized by progressive biological decline and associated with decreased muscle mass, strength, and functional capacity. Protein consumption in ideal amounts and of high biological value, combined with resistance training, has been shown promising to attenuate age-related damages. Although, the present research aimed to investigate the chronic effects of different sources of protein supplementation (Soy versus whey) combined with resistance training in pre-frail and frail elderly. This thesis is part of a large clinical trial enrolled on the clinicaltrial.gov platform (NCT01890382) entitled Protein Intake and Resistance Training in Aging: "The Pro Elderly Study", in a randomized, doubleblind, placebo-controlled and parallel-group design. Experimental design were randomly composed of three groups, placebo (PLA, n = 21), Whey (n = 22) and Soy (n = 22. All analyzes were evaluated in intention to treat procedure throughout Mixed Model (SAS), was used for analysis of repeated measures and, when appropriate, post hoc Tukey for multiple comparisons. The mean total protein intake (1.2 and 1.3 & sup1; in the whey and soy groups, respectively) was not able to induce different responses between protein sources and superiority to placebo in muscle mass, strength and function in pre-frail and frail elderly. All groups increased lean mass (+ 0.4 kg), appendicular mass (+ 0.3 kg), muscle strength gains during 1-RM test in Leg-Press (+ 13 kg) and chest-press (+5,0 kg), increased peak torque (+ 8.5 Nm) and general PTO (+ 60 Nm & sup1;), CSA of rectus femoris (+ 0.04 cm²) and vastus lateralis (+1.3 cm²), timed-stands (+ 1.1 a.u) and improved quality of life for PLA, whey and soy. Therefore, no differences were observed between protein sources in response to ST on muscle mass, strength or function in pre-frail and frail elderly
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.