• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.39.2013.tde-28012014-144204
Documento
Autor
Nome completo
Anderson Caetano Paulo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Tricoli, Valmor Alberto Augusto (Presidente)
Bocalini, Danilo Sales
Forjaz, Cláudia Lúcia de Moraes
Marques, Martim Francisco Bottaro
Polito, Marcos Doederlein
Título em português
Efeito da execução de diferentes protocolos de treinamento de força equalizados em densidade sobre a resposta aguda da pressão arterial em indivíduos hipertensos
Palavras-chave em português
Exercício resistido
Hipertensão arterial
Intervalo de descanso
Treinamento físico
Resumo em português
O protocolo de treinamento de força (TF) 3x15:88s (sériesxrepetições:pausa entre as séries) é usualmente recomendado para hipertensos. Durante a execução dos protocolos de TF a pressão arterial (PA) se eleva expressivamente, o que pode gerar um risco de eventos cardiovasculares indesejados ao hipertenso. A manipulação da densidade de treinamento pode ser uma forma de amenizar esses picos de PA sem alterar o volume ou a intensidade do protocolo de TF. Objetivo: Comparar o efeito agudo da execução de dois protocolos de TF equalizados em densidade sobre as respostas cardiovasculares em hipertensos medicados. Materiais e Métodos: 12 hipertensos essenciais (48±8 anos) executaram dois protocolos de TF equalizados em densidade em dias diferentes e de forma aleatória: A)- 3x15:88s e B)- 9x5:22s com a intensidade de 50%1RM, em dois diferentes exercícios, extensão bilateral de joelhos (EBJ) e flexão unilateral de cotovelo (FUC). Os dois protocolos continham o mesmo número de repetições (45rep) e a mesma duração total de pausa (176s). A PA e frequência cardíaca (FC) foram constantemente monitoradas. Também foi medida a concentração de lactato, a percepção subjetiva de esforço (PSE) e a de recuperação (PSR). Resultados: A ANOVA de dois fatores (protocolo e tempo) revelou maiores deltas de PA sistólica (PAS) no protocolo 3x15:88s tanto no EBJ (+84±39 vs +67±20 mmHg) quanto no FUC (+46±25 vs +37±18 mmHg). Já a PA diastólica (+58±37 vs +39±13 mmHg) também foi maior no protocolo 3x15:88s, mas apenas no EBJ. O protocolo 3x15:88s apresentou maior PSE no EBJ e maior concentração de lactato no FUC. Além disso, os dois protocolos de TF geraram o mesmo estresse cardiovascular médio demonstrado pelo cálculo da área sob a curva de PA a cada batimento cardíaco. Conclusão: O protocolo 9x5:22s foi mais eficaz em reduzir o pico de PA do que o protocolo com característica aos recomendados aos hipertensos. Assim, a aplicação desse protocolo reduz o risco de eventos cardiovasculares indesejados
Título em inglês
Effect of different resistance exercise loading schemes on hypertensive individuals blood pressure responses in work:rest ratio equated conditions
Palavras-chave em inglês
Hypertension
Physical training
Resistance exercise
Rest interval
Resumo em inglês
resistance exercise (RE) protocol composed of 3x15:88s (setsxreps:rest) is usually recommended for hypertensive individuals. During the execution of RE protocols, the blood pressure (BP) rises significantly, which can generate a high risk of cardiovascular events. Manipulation of the work:rest ratio may be a strategy to decrease BP peaks without altering the total work provided by the RE protocol. Objective: To compare the acute effect of two RE protocols equated by work : rest ratio on cardiovascular responses in medicated hypertensive volunteers. Materials and Methods: 12 subjects (48±8 y) performed two RE protocols equated by work:rest ratio on different days and in random order: A)- 3x15:88s and B)- 9x5:22s with the intensity of 50%1RM in two different exercises, bilateral knee extension (BKE) and unilateral elbow flexion (UEF). The two RE protocols contained the same number of reps (45 reps) and the same total rest duration (176s). Blood pressure and heart rate (HR) were continuously monitored. Blood lactate concentration, rate of perceived exertion (RPE) and rate of perceived recovery (RPR) were also measured. Results: The two-way ANOVA (protocol and time) revealed higher systolic BP delta (SBP) in the 3x15:88s protocol in both BKE (+84±39 vs. +67±20 mmHg) and UEF (+46±25 vs. +37±18 mmHg) exercises. The diastolic BP (DBP) was higher in the 3x15:88s protocol only in the BKE (+58±37 vs 39±13 mmHg). In addition, the 3x15:88s protocol showed higher RPE in the BKE and higher lactate concentration in the UEF. Furthermore, the two protocols generate the same mean cardiovascular stress demonstrate by the blood pressure area under the curve. Conclusion: The protocol 9x5:22s was more effective in reducing the peak of BP than a protocol with the characteristics recommended to hypertensive patients (3x15:88s). Thus, the application of this protocol reduces the risk of cardiovascular events
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-02-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.