• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Vitasovic Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Aoki, Marcelo Saldanha (Presidente)
Bacurau, Reury Frank Pereira
Moreira, Alexandre
Título em português
Efeito da suplementação de carboidrato sobre a percepção subjetiva de esforço, a resposta hormonal, a concentração salivar de imunoglobulina-A e o desempenho de tenistas
Palavras-chave em português
Carboidrato
Cortisol
Imunoglobulina A
Percepção subjetiva do esforço
Tênis
Testosterona
Resumo em português
A presente dissertação é constituida de duas partes. A primeira parte teve como objetivo determinar o perfil antropométrico e o consumo alimentar de atletas de Tênis profissionais e amadores. Foram avaliados parâmetros antropométricos (massa corporal, altura, circunferências e dobras cutâneas) e o consumo alimentar pelo diário alimentar de 3 dias. Não foi observada diferença significativa no perfil antropométrico de atletas amadores e profissionais. Com relação ao consumo alimentar, ambos os grupos demonstraram baixa ingestão de carboidrato (CHO) (AM: 6,3±0,5 g/kg/dia e PRO: 6,5±0,7 g/kg/dia) quando comparada às recomendações atuais disponíveis na literatura. Estes dados reforçam a importância do planejamento nutricional para estes atletas. Na segunda parte, foi avaliado o efeito da suplementação de CHO sobre a percepção subjetiva de esforço (PSE), a resposta hormonal, a concentração de IgA salivar e o desempenho durante uma partida de Tênis com duração de 180 minutos. A PSE apresentou aumento no decorrer da partida, porém não foi detectada diferença entre as condições experimentais - placebo (PLA) e CHO (P>0,05). Com relação a PSE da sessão, a ingestão de CHO parece promover tendência de redução (P=0,08, d=0,5) após o término do jogo. O consumo de CHO atenuou a concentração de cortisol salivar (P<0,05). Não houve nenhuma influência da ingestão do CHO sobre a concentração de testosterona e IgA salivar. O desempenho dos tenistas também não foi maximizado pelo consumo de CHO. Estes resultados indicam que o consumo de CHO durante a partida de Tênis atenua o aumento do cortisol salivar e a percepção global de estresse
Título em inglês
Effect of carbohydrate supplementation on rating of perceived exertion, hormonal responses, salivary immunoglobulin-A concentration and performance of tennis players
Palavras-chave em inglês
Carbohydrate
Cortisol
Immunoglobulin A
Rating of perceived exertion
Tennis
Testosterone
Resumo em inglês
The present study is composed of two parts. The first part aimed to determine the anthropometric profile and dietary intake of professional and amateur tennis players. It was evaluated the anthropometric parameters (body mass, height, circumferences and skin folds) and the food intake by a 3 day food diary. There was no significant difference in the anthropometric profile of amateur and professional athletes. Regarding food intake both groups had a low carbohydrate (CHO) intake (AM: 6.3 ± 0.5 g / kg / day and PRO: 6.5 ± 0.7 g / kg / day) when compared to current recommendations available in the literature. These data reinforce the importance of nutritional planning for these athletes. In the second part of the present study, it was assessed the effect of CHO supplementation on the perceived exertion (RPE), salivary hormones, salivary IgA and performance during a tennis match lasting 180 minutes. RPE showed an increase during the match, but no difference was detected between the experimental conditions placebo (PLA) and CHO (p>0,05). Regarding session RPE, the CHO intake seemed to promote a trend to reduction (P = 0.08, d = 0.5) after the end of the game. The CHO intake also attenuated the salivary cortisol response to the match (P <0.05). There was no influence of CHO ingestion on testosterone and IgA responses. The players performance has not been maximized by the CHO supplementation. These results indicate that CHO intake during the Tennis match attenuates the increase in salivary cortisol and the overall perception of stress
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-05-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.